Criminologia: proibição das drogas e preconceito

Páginas: 4 (882 palavras) Publicado: 26 de março de 2012
A criminalização da maconha é a criminalização d@s negr@s e d@s pobres

"Tem tudo a ver com violência. Você pega o número de filhos por mãe na Lagoa Rodrigo de Freitas, Tijuca, Méier e Copacabana,é padrão sueco. Agora, pega na Rocinha. É padrão Zâmbia, Gabão. Isso é uma fábrica de produzir marginal", Sérgio Cabral defendendo a legalização do aborto como solução à criminalidade.

A pobreza e acriminalidade são sempre associdadas como se andassem juntas na sociedade. Onde tem o pobre, é visto o potencial criminoso. É corriqueiro ouvir que são os pobre quem cometem crime por que maisprecisam ou por que não tem oportunidade. Se lançarmos um olhar menos preconceituoso, logo enxergamos que não é a pobreza que produz a criminalidade. Os pobres é que são criminalizados em todo momentohistórico, sejam quais forem os motivos.

É importante ressaltar também que a “pobreza” e o “criminoso” no Brasil tem um perfil específico: os negros. Não à toa o combate ao uso da maconha no Rio deJaneiro, primeira cidade do mundo a ter lei que proíbe a erva, era de responsabilidade da mesma delegacia que combatia o candomblé, a capoeira e as manifestações culturais negras. E pra não acharmos queisso é exclusividade do passado e de políticos desinformados da época: da mesma forma que se proibiu o samba e essas culturas negras antigamente, até 2009 era proibido o funk no Rio de Janeiro. Claroque a lei era pro estado todo, mas a atuação da polícia nesse sentido se restringia às favelas. Na Zona Sul, era possível curtir um bom funk sem problemas.

O resultado dessa dessa seletividade nahora de criminalizar? São os negros, principalmente os jovens, que compõem o perfil do encarcerado nos superlotados presídios brasileiros.

“Direitos humanos aos humanos direitos”

As favelas nãopossuem indústria de armas e não produzem drogas, mas ali é o epicentro do combate ao tráfico. É ali que são gastos milhares de reais e milhares de vidas na guerra às drogas, como se dali viesse o...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • A quem interessa a proibição das drogas?
  • CRIMINOLOGIA: RELAÇÃO DROGA CRIME
  • Criminologia drogas e criminalidade
  • INCONSTITUCIONALIDADE DA PROIBIÇÃO À CONCESSÃO DE LIBERDADE PROVISÓRIA DO ART.44 DA LEI DE DROGAS
  • Erro de Proibiçao
  • Criminologia
  • Criminologia
  • Criminologia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!