Crianças abandonadas

Páginas: 7 (1594 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2012
A história da Educação Infantil no Brasil

Estudar um pouco a história da Educação Infantil significa chegar mais perto dos momentos nos quais homens e mulheres criaram lugares para cuidar, para escolarizar, enfim, para receber as crianças. As formas que tais instituições assumiram em diferentes situações muitas vezes se relacionaram com as idéias de ordem, progresso e prosperidade (e assim pordiante) produzidas de diversas formas pela sociedade. Com isso se quer dizer que na história das creches, dos jardins-de-infância e das pré-escolas encontra-se também a história do trabalho, de quem trabalha e de quem manda trabalhar. Acha-se também a história das pessoas que encontraram no cuidado da criança uma profissão, um lugar para construir a própria identidade.
A educação infantil noBrasil tem sua história marcada por mobilizações sociais, rompendo assim inúmeros desafios.
Após a revolução francesa a elite brasileira influenciada pelo modelo educacional européia e com crescentes números de fabricas que foram surgindo no Brasil e a necessidade das mães deixarem seus filhos para trabalharem foi criada por Froebel e implantada a primeira escola infantil no Rio e São Paulo, tambéma escola Montessoriano foi uma das referencias no método infantil dentre ouros, mas só a partir de 1896 foram criados os jardins públicos.
Até 1920, as instituições tinham um caráter exclusivamente filantrópico e caracterizado por seu difícil acesso oriundo do período colonial e imperialista da história do Brasil. A partir desta data, deu início á uma nova configuração.
Na década de 30, oEstado assumiu o papel de buscar incentivo (financiamento) de órgãos privados, que viriam a colaborar com a proteção da infância. O Mec e entre outros órgãos foram criados voltados à assistência infantil. Nesta época iniciou-se a organização de creches, jardins de infância e pré-escolas de maneira desordenada e sempre numa perspectiva emergencial.
Em 1940 surgiu o departamento nacional da criança como objetivo de ordenar as atividades infantis dirigidas à infância, maternidade e adolescência, sendo administrado pelo Ministério da saúde.
Em 1950 havia uma forte tendência médico-higiênica do departamento nacional da Criança, desenvolvendo vários programas e campanhas visando o “… combate à desnutrição, vacinação e diversos estudos e pesquisas de cunho médico realizadas no Instituto FernandesFigueira. Era também fornecido auxílio técnico para a criação, ampliação ou reformas de obras de proteção materno-infantil do país, basicamente hospitais e maternidades” (Kramer, 1995, p.65).
Na década de 60, o Departamento Nacional da Criança teve um enfraquecimento e acabou transferindo algumas de suas responsabilidades para outros setores, prevalecendo o caráter médico-assistencialista,enfocando suas ações em reduzir a mortalidade materna infantil.

Um pouco da história

A educação das crianças em creches e pré-escolas no Brasil, direito reconhecido na constituição de 1988, tem sua história marcada por mobilizações sociais. Na década de 70, foram os movimentos de mulheres e os de luta por creches seus maiores protagonistas. Nos anos que procederam a constituição a defesa dodireito foi ampliada com movimento criança e constituinte, que incorporou diferentes segmentos da sociedade.
Garantiu-se, assim, na Carta Magna e, posteriormente, no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), o reconhecimento da condição de sujeitos de direitos às crianças e adolescentes, atribuindo-lhes prioridade nas várias políticas públicas. Entre esses direitos estava o de atendimento em crechese pré-escolas para as crianças até 6 anos de idade.
O início dos anos 1990 caracteriza-se pela discussão das legislações que irão regulamentar vários temas constitucionais. Promulgam-se o ECA (1990) e
a Lei Orgânica da Assistência Social (1993), ambos de fundamental importância para a infância e a adolescência.
A área educacional vive um debate mais longo e difícil em torno da Lei de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Crianças abandonadas
  • Criança abandonada
  • Crianças abandonadas
  • Crianças abandonadas
  • crianças abandonadas
  • Crianças abandonadas
  • CRIANÇAS ABANDONADAS
  • Crianças abandonadas

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!