Criança a alma do negocio

Páginas: 10 (2356 palavras) Publicado: 1 de outubro de 2012
| |














[pic]







Professor Fragoso

DRI



Barbara Camila Divino Silva RA: B475BD8

Almiria Meira Oliveira RA: B5748A-9

Flavio de Lima CordeiroRA: B55058-9

Pedro Alonso G. Pedrosa RA: B5629A-8

Gessica de Souza Lopes RA: B55111-9

Marilia C. R. Lima RA: B55AFF-2















Dia: 01/10/2012



(Fonte: TNS/ Intersciente, 2003 / blog consumo diário).


O que é consumismo?

Muitas vezes, o capitalismo influencia asociedade a consumir de forma inconsciente, exagerada e desnecessária produtos ou serviços. A sociedade capitalista utiliza dos meios da propaganda, publicidade e marketing a fim de expandir o consumismo.
Há uma diferença entre consumo e consumismo. No primeiro caso, a pessoa consome para a sua sobrevivência, e no segundo, a pessoa consome como forma de prazer e satisfação.
O consumismo já éconsiderado uma doença para alguns profissionais, como é o caso da socióloga Valquíria Padilha e do psiquiatra do hospital das clínicas de São Paulo Hermano Tavares.

NOTA: Socialização de consumo pode ser definida como sendo o processo pelo qual pessoas jovens adquirem habilidade, conhecimento e atitudes relevantes para seu funcionamento como consumidores no mercado.

História do consumismo

Omovimento de consumidores surgiu relacionado à luta por direitos sociais.
E, depois, ele passou por uma trajetória e se especializou em função, logicamente, do processo de produção em massa de mercadorias, e tem uma história muito interessante. Em 1976 o governo do Estado de São Paulo (Governo Paulo Egídio) criou um grupo de trabalho para discutir a necessidade da institucionalização de uma políticade defesa do consumidor no Estado, e, foi assim que surgiu o PROCON, para começar a ouvir quais eram as demandas do consumidor. Nos anos 90 passamos a ter o Código de Defesa do Consumidor. A explicação da compulsão pelo consumo talvez possa se amparar em bases históricas. O mundo nunca mais foi o mesmo após a Revolução Industrial. A industrialização agilizou o processo de fabricação, o que não erapossível durante o período artesanal. A indústria trouxe o desenvolvimento, num modelo de economia liberal, que hoje leva ao consumismo alienado de produtos industrializados. Além disso, trouxe também várias consequências negativas por não se ter preocupado com o meio ambiente.



[pic]



Podemos notar o consumismo na propaganda acima. Sabe-se que acerveja não é necessária na vida das pessoas. Todos podem viver normalmente com a ausência da cerveja, que é um produto utilizado basicamente para a diversão. Outra forma de interpretação da propaganda é o consumo indireto da mulher, que se mostra em evidência e é comparada com a cerveja em todos os comerciais é esse tipo de bebida.
O consumo da mulher também não é necessário, pois mulher não éuma mercadoria que pode ser consumida no momento da vontade do homem, mas sim uma pessoa qualquer.

Consumismo infantil

Bombardeados por propagandas que estimulam o consumo, as crianças desejam comprar mais que utilizar o próprio produto

De acordo com estudos, bastam apenas 30 segundos para uma marca influenciar uma criança. É exatamente por conta dessa facilidade que a publicidade vemcaprichando ( nem sempre da melhor forma) para acertar os seus pequenininhos alvos.  Saber qual a marca do celular que ele quer comprar ou o nome da boneca que acabou de sair é muito mais fácil que distinguir legumes na feira ou animais que moram no campo.

O resultado desse tiroteio de desejos durante a infância é devastador. O ousado documentário “Criança, A Alma do Negócio” feito pela diretora...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Crianca alma negocio
  • Criança, a alma do negócio
  • A CRIANÇA É A ALMA DO NEGÓCIO
  • criança a alma do negócio
  • Criança, a alma do negócio
  • Criança, a alma do negócio
  • Criança, alma do negocio
  • CRIANÇA, A ALMA DO NEGOCIO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!