corrosão e proteção catodica galvanica

Páginas: 7 (1639 palavras) Publicado: 6 de janeiro de 2015




Relatório da 2ª Aula Prática de Corrosão
CORROSÃO E PROTEÇÃO CATÓDICA GALVÂNICA
Docente: Cinthia Santos Soares
Discentes: Ana Beatriz Souza de Mattos da Silva, Marcos Vinícius Nascimento Silva. Simey Lopes Rodolfo e Thiago José Pinheiro dos Santos.

Data de realização da prática: 06 de dezembro de 2013
Data de entrega do relatório: 13 de dezembro de 2013

SUMÁRIO
1.Introdução 2
2. Objetivo 3
3. Materiais e Métodos 4
4. Resultados e discussão 5
4.1. Corrosão galvânica 5
4.2. Proteção catódica galvânica 7
4.1. Proteção catódica por corrente impressa 8
5. Conclusão 10
6. Referências Bibliográficas 11

1. Introdução

A corrosão é um .
2. Objetivo

O
3. Materiais e Métodos

Inicialmente, sete .
4. Resultados e discussão
Inicialmente, quando ospregos de aço e a placas de zinco foram imersos na solução de ácido clorídrico por cerca de dez minutos, houve a remoção química das camadas de óxidos que revestiam os corpos de prova, em ambos os casos. É provável, inclusive, que o próprio ferro metálico dos pregos e o zinco metálico da placa também tenham sofrido corrosão pelo ácido clorídrico após a remoção da camada de passivação que os envolvia,formando cloretos de ferro e cloreto de zinco na superfície dos corpos de prova.
Ao final do processo, quando os corpos de prova foram lavados, o excesso do produto de corrosão formado em decorrência da reação com o ácido clorídrico foi facilmente removido da superfície dos corpos de prova em água corrente com sabão.

4.1. Corrosão galvânica


Ao realizar o experimento, foi constatado queao redor da placa de cobre a solução adquiriu uma leve coloração rosa, ao passo que ao redor do prego de aço a solução adquiriu uma leve coloração azulada. A cor rosa observada deve-se ao fato da solução ao redor da placa de cobre ter ficado alcalina. Deste modo, com o aumento da concentração de íons hidroxila (HO-) nessa região, o indicador ácido-base fenolftaleína - que estava presente no meiosob a forma incolor - passou a apresentar a coloração rosa em questão.










No que diz respeito à coloração azulada observada ao redor do prego de aço, esta se deve à formação de íons indicada pelo ferricianeto de potássio, pois este reage com os íons Fe2+ e formam um composto com cor azul característica, conhecido como azul da Prússia. A reação que explica tal ação indicadoraencontra-se a seguir.

3 Fe2+(aq) + 2 [Fe(CN)6]3-(aq) → Fe3[Fe(CN)6]2(aq)

Em outras palavras, o que fora observado no experimento foi a corrosão do prego de aço (que funcionou como anodo), indicada pela coloração azulada ao redor deste, associada à redução do gás oxigênio dissolvido no meio a íons hidroxila na placa de cobre (que funcionou como catodo), indicada pela coloração rosa ao redordesta.
Tal processo observado é perfeitamente plausível. Isto porque o gás oxigênio presente no meio possui um potencial de redução elevado (E0O2/HO-= +0,40 V), o que fez com que este se reduzisse no catodo a íons hidroxila de acordo com a semirreação abaixo.

SRR: O2(aq) + 2 H2O(l) + 4 e- → 4 HO-(aq)

Em detrimento dessa redução, alguma espécie presente no meio deveria ser oxidada. Entre oferro e o cobre, o ferro é o metal menos nobre, isto é, que possui menor potencial de redução (E0Fe2+/Fe= –0,44 V) em relação ao potencial de redução do cobre (E0Cu2+/Cu= +0,15 V), portanto o ferro presente no prego se aço foi quem se oxidou prioritariamente no meio, conforme a semirreação abaixo:

SRO: Fe0(s) → Fe2+(aq) + 2 e-

É importante pontuar ainda que esse processo corrosivo foi maisfavorecido devido ao meio ser salino, o que promoveu uma mudança nos valores de potencias de redução das espécies ali presentes. Outro ponto relevante a ser salientado é que, no experimento em questão, as colorações do meio ao redor do prego de aço e da placa da cobre não foram observadas com a intensidade desejada, o que pode ter sido causado pela ineficácia na condução de elétrons pelo fio...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Corrosão galvânica e proteção catódica
  • Avaliação de corrosão de proteção catódica
  • Avaliação de Corrosão e Proteção Catódica
  • Prática corrosão 2: Proteção Catódica
  • corrosão galvanica
  • Corrosão galvânica
  • Proteção catódica
  • Proteção catodica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!