Correspondência de Ana Cristina Cesar

Páginas: 7 (1572 palavras) Publicado: 6 de dezembro de 2013
Correspondências de Ana Cristina Cesar
Ana Cristina Cesar foi uma das grandes personalidades da cultura brasileira na década de 1970 e como tal teve grandes contribuições na literatura tanto nas poesias quanto na crítica. Escritora de “Literatura não é documento”, em 1980, e “Crítica e Tradução”, em 1999. Além de poetisa, ela era crítica literária e tradutora.
Como uma menina da classe médiaalta do Rio de Janeiro, estudava em boas escolas e teve uma excelente formação pela universidade PUC. Onde teve aulas com Clara Alvim, Heloisa Buarque de Hollanda e Maria Cecilia Londres com as quais criou uma amizade e manteve contato mesmo depois de formada.
Tendo como base Correspondência incompleta de Ana Cristina Cesar, organizado por Armando de Freitas Filho e Heloisa Buarque de Hollandapodemos conhecer um pouco mais dessas amizades que Ana Cristina cativou com suas professoras e entender mais sobre a autora.
Na edição são encontradas cartas selecionadas pelos organizadores, escritas entre 1976 e 1980. A maioria foi escrita enquanto ela fazia seu mestrado em Teoria e Prática da Tradução Literária, na Universidade de Essex, na Inglaterra. Em algumas cartas houve cortes de trechospara não constranger às pessoas citadas ou seus familiares, essa decisão foi tomada pelas destinatárias e pelos organizadores.
“A escolha por Clara Andrade Alvim, Maria Cecilia Londres e Heloisa Buarque de Hollanda foi intencional: todas foram suas professoras. A primeira, a descobriu, na PUC; a segunda, na mesma universidade, a colocou como monitora de turma; e a terceira a publicou na antologia26 poetas hoje, em 1976. Posteriormente, foi orientadora de sua tese de mestrado na UFRJ.” (FILHO e HOLLANDA p.7).
O trecho supracitado nos mostra o real motivo da seleção das cartas dar preferência a essas professoras. Também é citada no livro uma amiga com quem Ana “traduziu, do inglês, poemas de autores contemporâneos”, Ana Candida Perez. Ao selecioná-las os organizadores buscaram mostrar tantoa relação intelectual quanto a afetiva com as interlocutoras.
“Também é curioso observarmos a oscilação por que passa sua assinatura: das previsíveis Ana e Ana Cristina, à ficcionalizada Ana C., chegando às sumárias Eu e A., até o desaparecimento total em várias cartas. E, em pelo menos dois cartões, emerge, surpreendente, o pseudônimo Júlio, possivelmente a porção masculina de Júlia, que é quemescreve, assina a já aludida carta solitária de Correspondência completa” (FILHO e HOLLANDA p.10).
Um ponto muito importante presente nas cartas é a forma como a autora as assinava, que corresponde às fases em que ela se encontrava, alguns momentos mais cabisbaixa e deprimida e em outros radiante de felicidade. A forma como assinava não se trata de uma heteronímia, mas sim de tentar se protegercomo vemos em diários pessoais, para não se expor demais. A forma mais interessante de sua assinatura é o pseudônimo Júlio, além de fazer referência a uma personagem feminina de seu livro – Júlia – mostra também o quanto era necessário, para ela, ser reservada.
Ao final do livro as destinatárias conta como conheceram-na e suas vivências com ela. Todas falam de Ana Cristina com muito carinho erespeito e demonstram como ela era inteligente. Nessa parte do livro Heloisa Buarque de Hollanda explica porque Ana Cristina escrevia.
“Ana escrevia porque sabia escrever, gostava de escrever, mas, sobretudo, porque precisava escrever. (...) Parecia sempre ansiosa, levemente genée, querendo chamar atenção a qualquer custo mas ao mesmo tempo se sentindo extremamente desconfortável quando notada,apreciada.” (FILHO e HOLLANDA p.300).
É interessante que ao mesmo tempo ela sentia necessidade de chamar atenção para si e de se reservar de tudo que acontecia a sua volta. Essa necessidade ia além de simples timidez, era uma tentativa de se preservar.

Clara Alvim
A relação de Ana Cristina com Clara era tão familiar que Clara se coloca como “mãe” dela quando conta um pouco da amizade das duas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Características de Ana Cristina César
  • Ana Cristina Cesar
  • De gatos, poemas e sorrisos: a “gatografias” de ana cristina cesar
  • ana cristina
  • Qustoes de Quimica da Ana Cristina
  • FICHAMENTO ANA CRISTINA 2
  • Ana Cristina Faculdade
  • Ana Cristina 2

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!