Corporeidade e concepção bioetica

Páginas: 5 (1245 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2012
CORPOREIDADE E CONCEPÇÃO BIOÉTICA














Matéria: Biodireito


Índice

Introdução.......................................................................................................................... 03
Merleau-Ponty.................................................................................................................... 04
ABioética........................................................................................................................... 04
Bibliografia......................................................................................................................... 07


























Introdução

A presença do homem no mundo se dá enquanto é corpo, mas um corpo vivo, responsável pelatotalidade de suas manifestações.
Precisamente quando a ciência e medicina alcançam uma capacidade de salvaguardar a saúde e a vida, as ameaças contra essa mesma vida tornam-se mais insidiosas.
Para o filósofo francês Merleau-Ponty, o corpo contem em si a sua própria medida. O corpo vivido é um corpo próprio, corpo sujeito, corpo fenomenal, corpo simbólico e, por fim, um corpo humano. O corpopróprio é o corpo da apropriação, o meu corpo, que me distingue dos outros e do mundo.
Neste trabalho podemos observar e compreender o corpo humano enquanto mediador de toda experiência possível. O corpo como “topos” para o Biodireito, tudo acontece no corpo e que cada homem tem de reconhecer primeiramente o seu corpo como unidade, descobrindo cada uma de suas funções.03
A Bioética

A bioética é de alguma forma, a retomada em seu sentido original da definição de homem, como em primeiro lugar um ser vivo falante. O que faz com que ele se sinta um ser-no-mundo não como uma razão abstrata da qual não se pode fazer uma imagem. Esta retomada do homem como ser-no-mundo e como ser vivo conduz inevitavelmente para a sua dimensão corporal.
A presença dohomem no mundo se dá enquanto é corpo, mas um corpo vivo, responsável pela totalidade de suas manifestações. O homem deixou de ser tratado como um eu abstrato ou uma consciência transcendente possuidores de um corpo, para ser corpo. Portanto este não é mais visto como uma parte secundária da natureza humana, mas sua própria identidade, sua condição de ser.
Ninguém desconhece a exaltação do corpoque os meios de comunicação de massa fazem da imagem corporal, o que, de alguma maneira, contribuiu para que o debate bioético alcançasse um número maior de pessoas, fora do círculo dos cientistas e eticistas. Começa assim o resgate da dignidade do corpo como ponto fundamental da dignidade da pessoa humana.
O corpo como primeiro significante, o corpo como “topos” para o Biodireito, tudo aconteceno corpo. Ao mesmo tempo ele nos dá os limites da nossa existência, nos coloca como seres no mundo em que o corpo é o centro de nossos sentimentos, nossos limites, nossa condição corporal deve ser percebida e é ao mesmo tempo reveladora das relações com o mundo.

Merleau-Ponty

Merleau-Ponty foi um filósofo francês adepto da fenomenologia, compreende a implicação do espaço com a unidadecorporal. O corpo é o mediador e o medidor da distância; mede absolutamente a distância entre duas coisas porque mede a distancia entre ele próprio e a coisa.
O corpo contém em si a sua própria medida. É precisamente esta propriedade que segundo Merleau-Ponty diferencia o corpo dos objetos; o fato dele próprio poder refletir-se, ser tocado.
Nós somos capazes de sentir, ver, falar... De diversos modos,e em cada situação somos capazes de melodiosamente transpor uma infinidade de outras situações possíveis e equivalentes. É o emergir de nossa capacidade humana de simbolizar, de significar. 04
Merleau-Ponty mostra claramente esta idéia quando se serve da comparação entre o corpo são e o corpo doente numa tentativa de clarificação da própria definição do corpo.
Em “O olho e o espírito”...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Corporeidade
  • Corporeidade
  • CORPOREIDADE
  • corporeidade
  • CORPOREIDADE
  • Corporeidade
  • Corporeidade
  • Corporeidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!