Copan

Páginas: 15 (3722 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
Copan
Híbrido Rio-São Paulo
São Paulo, 2010
[Oscar Niemeyer]
texto de Carlos M. Teixeira

Dados
Certificado no livro Guinness, o edifício residencial Copan é o maior do mundo: 86.500m2 (apartamentos) e 115.000m2 (total). Sua folha de pagamento soma mais de 100 empregados, as lojas em seus pilotis empregam 950 pessoas e seus moradores são 5.000, distribuídos em 1.160 apartamentos quevariam de 32 a 180 m2. Com 1.800 linhas de telefone, o consumo de energia é de 30.000kW/mês e o de água, um milhão de litros/dia – contra a produção de três toneladas de lixo/dia.

História
A megaestrutura do Copan apresenta óbvias similitudes com as megaestruturas serpenteadas de Le Corbusier, especialmente as ilustradas nos croquis que fez para o Rio de Janeiro e já publicadas ad infinitum. Dentroda obra do próprio Niemeyer, o prédio é um eco da mesma monumentalidade do monolítico Edifício JK (Belo Horizonte, 1950) e, melhor ainda, da fluidez de seu desconhecido projeto do Hotel Quitandinha (Petrópolis, 1950). Todos afirmam-se na paisagem urbana como lâminas monumentais, todos têm a verticalidade retida pelo desenvolvimento horizontal, e todos expressam uma incrível e absoluta indiferençapara com o entorno – indiferença tal como a do monumento contínuo do grupo Superestudio.
Visto que foram construídos em áreas centrais, é óbvio que o Edifício JK e o Copan veriam mais tarde seu heroísmo diminuído pelo crescimento urbano experimentado por todas as capitais brasileiras na segunda metade do século XX. Se as fotos feitas por volta de 1960 deixam claro a preponderância desses prédiosno perfil de São Paulo e Belo Horizonte, hoje eles estão imersos numa congestão de prédios anônimos que expressam total despreocupação com esses gigantes. Afirmação auto-confiante tipicamente modernista, o Copan poderia ter passado, em duas décadas, de protagonista a mero coadjuvante de São Paulo, símbolo de uma cidade industrial transformado em mais um elemento de uma urbes quase catastrófica.Hoje, talvez o prédio esteja menos sujeito à ironia do monumento contínuo e mais para o pesadelo expresso em Lilith (1987), tela de Anselm Kiefer onde uma imagem aérea dos prédios do Centro paulistano é ofuscada pela sobreposição de camadas de poeira e terra.

Decadência
A da cidade não, mas a situação do prédio vem mudando. De uma condição que beirava a de um cortiço, com 30% de seusapartamentos desocupados e parte de seus elevadores sucateados, ele é hoje um condomínio cultuado por seus moradores. Seu declínio começou na década de setenta, com o aumento drástico da circulação de veículos, o crescente nível de ruído externo, o desaparecimento das áreas verdes do Centro e a mudança do pólo financeiro da cidade para regiões menos centrais. Adjacente ao Copan, a então elegante avenida SãoLuíz e seus apartamentos classe alta, pouco a pouco distanciava-se de seu elitistismo; o filme “antonioniano” Noite Vazia (Walter Hugo Khouri, 1964) sendo o principal documento visual da época áurea dessa avenida. A mistura de classes de inspiração socialista do Copan, ao invés de atenuar o enorme desequilíbrio social do país e promover a aproximação entre pessoas de perfis distintos, provou sero catalizador de conflitos. Desavenças entre os condôminos eram frequentes, prostitutas, traficantes e travestis ocupavam boa parte das quitinetes, brigas entre vizinhos, a administração e a polícia eram comuns. A escritora e moradora Regina Rheda, após lançar um livro de contos em 1994 baseado em ocorrências reais (Arca sem Noé: histórias do edifício Copan), foi obrigada a mudar-se do prédio porpressão de vizinhos incomodados pelo tom ácido do livro – dentre eles o dramaturgo Plínio Marcos. O custo do aluguel do bloco B, superpovoado e quase um cortiço, caía vertiginosamente e suas unidades eram alugadas por seus proprietários sem quaisquer exigências. O lixo se acumulava pelas escadas e pelo terraço, o abastecimento de água era interrompido por dias, cortes no suprimento de luz...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Copan
  • Copan
  • COPAN
  • copan
  • copan
  • Edifício copan
  • COPAN TRABALHO
  • Arquitetura

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!