Controle Genetico de doenças

Páginas: 7 (1507 palavras) Publicado: 19 de outubro de 2014
INTRODUÇÃO


Uso da resistência genética
- método ideal: . aplicável em áreas grandes
. apresenta baixo impacto ambiental
- barato e fácil utilização

Existe alguma desvantagem??


Culturas onde o controle das doenças é importante:
- ferrugens e carvões dos cereais
- ferrugem e carvão da cana-de-açúcar
- murchas vasculares em hortaliças
- viroses na maioria das culturas

Requisito: considerar a Resistência genética um
processo dinâmico e contínuo



Interação melhorista e fitopatologista



Fitopatologista: conhecimento das bases genéticas das
interações entre plantas e seus patógenos



Doença: interação entre genótipos do hospedeiro
com genótipos do patógeno sob as variações do
ambiente



Qual o nível e a distribuição da variabilidadegenética do
patógeno?



Doença é a exceção e não a regra!



As plantas apresentam resistência à maioria dos
microrganismos
IMUNIDADE: não pode ser
infectado por um dado patógeno



Interação planta X patógeno

Mecanismos
de defesa

Genes de
resistência do
hospedeiro

Mecanismos
de ataque

Genes de
patogenicidade
do patógeno



Interação planta Xmicrorganismo: microrganismo
vence as barreiras de resistência da planta não
hospedeira e temos então a interação patógeno e
hospedeiro



Resistência: habilidade do hospedeiro em reduzir o
crescimento, reprodução e/ou atividades do patógeno que
produzam doença



Suscetível: inabilidade do hospedeiro em reduzir o
crescimento, reprodução e/ou atividades que produzem
doenças, quando ascondições ambientais forem favoráveis



Tolerância: habilidade de um cultivar em desempenhar bem
sob condições adversas, ocorre se um cultivar apresenta
menos danos que outro quando a quantidade de infecção for a

TOLERÂNCIA


Capacidade inerente ou adquirida de uma planta em
suportar a doença sem consequências significativas em
sua produção



Planta tolerante não é resistente, elanão possui a
habilidade de prevenir o estabelecimento e restringir a
colonização do patógeno



Planta tolerante não se distingue da planta suscetível na
aparência
Distinção é feita pelas produções





Limitação do uso da tolerância como mecanismo de
controle de doenças de plantas: aumento do inóculo no

Interação Planta x Patógeno e a Teoria gene-a-gene
de Flor


. 1942- Flor: patossistema linho e Melampsora lini



Postulou uma relação um-a-um entre genes de ataque e de
defesa
Isolados de M. lini variavam com relação à capacidade de
causar doença em variedades de linho a ponto de um isolado
causar doença em uma variedade mas não em outra
raças
cada gene de





resistência no
Realizou Variedade
cruzamentos entre raças do patógeno evariedades do linho e
Raça 22
Raça 24
hospedeiro encontra
analisou a segregação dos tipos de - (avirulenta)
um gene
Ottawa
+ (virulenta) reações

Bombay



(avirulenta)

complementar no
patógeno que lhe
confere capacidade
em causar doença

+ (virulenta)

aplica a casos de
resistência monogênica

Var. Ottawa é suscetível à raça 22 e resistente à raça 24

ETAPAS BÁSICAS -PROGRAMA


1) Identificar fontes de resistência: germoplasmas que
possuam os genes em cultivares procurados



2) Incorporar estes genes em cultivares comerciais por
meio dos métodos de melhoramento



3) Após a obtenção de um cultivar resistente, traçar a
melhor estratégia para que a resistência seja durável
face à natureza dinâmica das populações patogênicas

FONTES DERESISTÊNCIA


Genes em linhagens e cultivares comerciais – fácil
acesso



Germoplasma selvagem – não-cultivado – mesma
espécie



Germoplasma selvagem – não cultivado – mesmo
gênero



Centro de origem
Centro de diversidade genética
Banco de genes




CLASSIFICAÇÃO EPIDEMIOLÓGICA
DA RESISTÊNCIA


Do ponto de vista genético





Monogênica ou poligênica...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Doenças genéticas e aconselhamento genético
  • Algoritmo genético
  • Controle de Doenças Ligadas ao Saneamento
  • Medidas de doenças do controle da soja
  • Controle de doenças transmitidas por vetores
  • Controle de Doença de Plantas
  • Controle de pragas e doenças de plantas
  • O controle das doenças transmissíveis baseia.do

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!