CONTRIBUIÇÕES A PEDAGOGIA E EDUCAÇÃO

Páginas: 13 (3155 palavras) Publicado: 21 de outubro de 2013
CONTRIBUIÇÕES A PEDAGOGIA E EDUCAÇÃO



INTRODUÇÃO
É necessário deixar de ser um transmissor para ser um mediador, para assim ajudar o aluno a potencializar a aprendizagem, a autonomia, a independência do pensamento. É por isso que o professor precisa deixar de ser um transmissor para ser um mediador, e um mediador precisa saber como as pessoas reagem, precisa conhecer as razões que levam osalunos a agir ou deixar de agir.
A grande maioria dos professores é bem intencionada, quer acertar, quer dá o melhor aos seus alunos, mas nem sempre tem sucesso. Falta-lhes uma compreensão maior a respeito do ser humano como um todo.
Só a formação universitária não dá conta de todas essas nuanças, é preciso investir em outras alternativas que leve o professor a refletir, tais como formaçãocontinuada, cursos, palestras, grupos de estudos, etc.
É através da reflexão sobre a prática de sala de aula que permite a um professor ver que não está dando certo, os resultados não são positivos, a aprendizagem é superficial, ou seja, ele se incomoda. E isso motiva o professor a mudar.
Enfim, para refletir a ponto de se incomodar é necessário que haja o espaço para isso, estudar, ler, participarde palestras, congresso é um bom primeiro passo.

TEORIA DE FREUD
Psicólogo e psicoterapeuta austríaco, nasceu em Freiberg, na Moravia. Considerado o pai da psicanálise, formou-se médico especializado em Neurologia e, a partir daí, voltou-se para o estudo da histeria. Freud, fixou a base das teorias psicanalíticas sobre a neurose, por meio de análise dos sonhos e da livre associação. Trabalhouna elaboração da psicanálise, que é um método de tratamento para distúrbios nervosos ou psíquicos, isto é, que são gerados pela psique.
Esse trabalho tem como objetivo fixar relações e interpretar os conteúdos inconscientes de tudo o que o paciente apresentava ao psicanalista, sendo que ele tinha por obrigação desvincular os motivos psicológicos dessas relações aparentemente aleatórias. Publicouvárias obras, como: A Histeria, escrito em 1895 com a colaboração de José Breuer; A Interpretação dos Sonhos, em 1900, e, em 1905, Três Ensaios Sobre a Sexualidade, sendo essa última publicação uma tese sobre a sexualidade infantil, que é o centro de seu pensamento acerca da normalidade do desenvolvimento psico-sexual. Sua teoria atingiu grande popularidade nas décadas de 40 e 50, influenciandomuitos seguidores.
Para Freud, as relações afetivas desenvolvidas na infância principalmente nos primeiros cinco anos de vida, são fundamentais para o equilíbrio emocional posterior.
Segundo ele, a personalidade é formada por três sistemas: id, ego e superego.
O id é o substrato biológico, inato da personalidade, e é fonte de toda a energia psíquica.
O objetivo do id é a satisfação imediata daenergia, reduzindo assim a excitação e retornando a um estado de calma.
O ego é considerado o executivo da personalidade e serve de mediador entre as exigências do id e da realidade. Não há disparidade entre as metas do id e do ego. O ego existe para satisfazer o id e não para frustra-lo, embora possa inibir algumas formas de expressão das energias instintivas.
O superego, ou seja, a consciênciamoral, nem sempre reflete fielmente as normas da sociedade. Como ele se forma na infância, as restrições e proibições as expressões das energias instintivas, são internalizadas de uma forma mais rígida e severa do que as repressões reais.
Na idade adulta, o superego mantém a rigidez e o conservadorismo iniciais. Por isso a transgressão de qualquer um de suas regras gera culpa e ansiedade.TEORIA DE JEAN PIAGET
Jean Piaget (1896 – 1980) é o mais conhecido dos teóricos que defendem a visão interacionista de desenvolvimento. Formado em Biologia e Filosofia, dedicou-se a investigar cientificamente como se forma o conhecimento. Ele considerou que se estudasse cuidadosa e profundamente a maneira pela qual as crianças constroem as noções fundamentais de conhecimento lógico, tais como as...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • artigo Contribuições da pedagogia do oprimido para a educação
  • Contribuicoes para educacao
  • A didatica e suas contribuiçoes na formaçao da pedagogia
  • Contribuições pedagógicas do Programa Mais Educação
  • QUEM FOI WALLON E SUAS CONTRIBUIÇÕES PARA A EDUCAÇÃO
  • “Contribuições da Psicologia para Educação”
  • Contribuições da Psicologia para Educação
  • CONTRIBUIÇÕES DA PSICOLOGIA PARA A EDUCAÇÃO

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!