Conto Adulto

Páginas: 8 (1827 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Só mais um dia de trabalho.

- Bom dia Ozzy!
Não sei qual a seria a graça de ter um gato, ou qualquer animal de estimação, e não falar com ele.São 11h da manhã, ou seja, preciso fazer meu almoço e estar na NShoes as 14h.
Eu trabalho na NShoes à 6 meses, não é o trabalho dos sonhos, porém descer e subir escadas todos os dias equilibrando caixas de sapato te deixam com um físico surpreendente.Chego no horário e avisto minha gerente, Paula.
-Boa tarde Stephanie! – diz ela
- Boa tarde Dona Paula!
Subo para o estoque, encontrar essa equipe de vendedores jovens e sonhadores sempre alegra meu dia. Nunca imaginei que trabalhar em uma loja de calçados poderia ser tão divertido, o estoque é grande e as pessoas se soltam quando estão aqui. Cantam, reclamam dos clientes e comem a todo omomento.
A loja é movimentada e eu logo prendo meu cabelo em um rabo de cavalo e vou fazer minhas vendas. A comissão não é tão boa assim, mas da para pagar a faculdade e não está nada mal pra uma garota de 22 anos.
- Oi Mauro! – cumprimento meu colega de trabalho
- Olá Steph,boa tarde!
Mauro é nosso pior vendedor, mas tem um carisma invejável. É aquele tipo de pessoa que você mal conhece e temcerteza que não faria mal a uma mosca. É um bobo bonito, tem cabelo castanho claro, meio bagunçado, olhos escuros, é branco como leite e deve malhar. Não tem músculos grandes, mas às vezes da pra ver seu peitoral definido embaixo da blusa da NShoes.
O dia passa lentamente, hoje é sábado, não tem faculdade, porém vou trabalhar até o fechamento da loja. A partir das 18h o movimento cresce efinalmente as horas começam a passar, crianças correm e caem no chão. A Paula corre para amparar a criança, e manter que nenhuma outra atinja o vidro da vitrine ou se jogue de algum banco em queda livre. Meu joelho dói de tanto agachar para mostrar calçados, e se eu pegar mais um cliente com chulé, terei que correr para o banheiro.
Em um movimento casual para estalar o pescoço, olhei para trás e medeparei com o Mauro olhando para mim, ou melhor, para minhas costas. Ele levou um susto e voltou a olhar para frente, esperando sua vez de atender. Afinal, não sou só eu que reparo na fisionomia dos outros enquanto não tenho nada a fazer além de esperar, doce Mauro, não consigo ver malícia em seu jeito então prefiro pensar que era realmente para as minhas costas que ele estava olhando.
O movimentodiminui e só falta 1 hora para fecharmos, as meninas gritam no estoque falando sobre o que farão após sair da loja. As solteiras vão para balada e as comprometidas para o Motel, sempre assim. Tenho vergonha de contar que ficarei lendo na companhia do meu gato Ozzy, então minto e digo que vou para um bar com amigos.
Todos descem para tentar os últimos clientes da noite, mas minhas pernas doem entãodecido sentar um pouco. O dia foi puxado, lavo meu rosto, confiro meu celular e relaxo um pouco em um pequeno cômodo que chamam de vestiário. Uma salinha com armários e um microondas que cabem duas pessoas no máximo.
Ali sentada, vejo o Mauro arrumando uma fileira de caixas de sapato.
- Arrumando o estoque essa hora? – gritei.
- O Diego pediu, o que posso fazer!
- Manda ele contratar umassistente.
- Haha, claro, e depois vou pro olho da rua.
Diego é o estoquista da loja, ele da tarefas de arrumação para os vendedores. Arrumar o estoque é a pior parte de trabalhar na NShoes.
Mauro deixa as caixas de lado e vem em direção ao vestiário, cansado também, da pra notar uma ruga em sua testa. Ele senta em uma pilha de caixa fora do vestiário e olha pra mim de uma forma estranha. Diz:
-Sabe, você deveria usar uma calça mais larga para trabalhar, poderia até ser mais confortável.
- Ah, era por isso que você estava olhando para ela lá embaixo? A Dona Paula nunca reclamou, ela é confortável e estica! Deu pra ser subgerente agora, Mauro?
- Não, não me entenda mal Steph. É que eu vi o marido de uma cliente olhando para você hoje, e reparei em como você chama atenção... Com essa...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • adulto
  • adulto
  • Contos de contos
  • adulto
  • adulto
  • conto
  • conto
  • Quem sou eu conto

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!