Contabilidade

972 palavras 4 páginas
-------------------------------------------------
A Escola Fisiocrática
Quando os fisiocratas iniciaram a sua actividade teórica, a economia política ainda não estava separada da política económica – era ainda, e apenas, um capítulo da arte do governo. Com os fisiocratas termina a época dos percursos e inicia-se a época dos fundadores da ciência económica. Assim, os fisiocratas foram não só uma escola de pensamento económico, como uma escola de acção política. A ideologia fisiocrática inspirou algumas páginas da Enciclopédia, de Diderot, e alguns aspectos da Revolução Francesa de 1789.
Dupont de Nemours definiu a fisiocracia como a ciência da ordem natural. A doutrina fisiocrática faz parte da família dos sistemas de direito natural; os autores fisiocratas pretendem construir não só um sistema económico, mas uma sociologia geral. A sua noção de ordem natural significava simplesmente que eles consideravam que as sociedades humanas eram regidas por leis naturais como as que governam o mundo físico e a vida de qualquer organismo. Na “Introdução às obras de Quesnay”, Dupont de Nemours diz: “A ordem natural é a constituição física dada por Deus ao universo”. Mas os estudos dos fisiocratas não explicam os fenómenos económicos por analogias circunstanciais ou artificiais com as ciências da natureza: fundamentam-se em factos e utilizam argumentos de natureza económica.
Esta constituição física dada por Deus ao universo, esta ordem natural, é uma ordem providencial. Segundo Quesnay, as leis da ordem natural não restringem a liberdade do homem e são a melhor condição dessa liberdade. Precisamente porque esta ordem natural tem umcarácter providencial, supranatural, é que ela se apresenta aos fisiocratas como evidente, universal e imutável. Era a mesma para todos os homens e para todos os tempos. Não basta conhecer esta ordem natural, é preciso obedecer-lhe. Mas isso não oferece qualquer dificuldade, dado que a ordem natural é evidentemente a mais vantajosa para o género

Relacionados

  • Contabilidade
    775 palavras | 4 páginas
  • Contabilidade
    5619 palavras | 23 páginas
  • contabilidade
    4474 palavras | 18 páginas
  • contabilidade
    1463 palavras | 6 páginas
  • Contabilidade
    1173 palavras | 5 páginas
  • Contabilidade
    2403 palavras | 10 páginas
  • Contabilidade
    3430 palavras | 14 páginas
  • Contabilidade
    1946 palavras | 8 páginas
  • contabilidade
    4703 palavras | 19 páginas
  • contabilidade
    635 palavras | 3 páginas