Contábeis

Páginas: 10 (2434 palavras) Publicado: 10 de novembro de 2012
[pic]






















































































SUMÁRIO

1 1 INTRODUÇÃO 3
2 DESENVOLVIMENTO 4
2.1 SISTEMAS DE ACUMULAÇÃO DE CUSTOS 4
2.1.1 Custeio Variável 4
2.1.2 Custeio de Absorção 5
2.1.3 Custos Diretos e Indiretos 5
2.1.4 Custos Variáveis e Fixos 6
2.1.5Rateio dos Custos Indiretos 6
2.1.6 Produtos em Processo 7
2.1.7 Produtos Prontos 8
2.2 UNIDADE EQUIVALENTE DE PRODUÇÃO 9
2.3 FORMAÇÃO DO PREÇO DE VENDA 9
2.3.1 Com Base nos Custos 9
2.3.2 Com Base no Mercado 10
2.3.3 Formula de Calculo 10
2.4 IMPOSTO SOBRE VENDA 11
2.4.1 IPI sobre Faturamento 11
2.4.2 Impostos sobre Venda 11
2.4.3 Contribuições sobre Venda 12
2.5 ANALISE CUSTO /VOLUME / LUCRO 12
2.5.1 Margem de Contribuição 12
2.5.2 Ponto de Equilíbrio 13
3 CONCLUSÃO 14
4 REFERÊNCIAS 15
1 INTRODUÇÃO




Os Custos de uma empresa resultam da combinação de diversos fatores, entre as quais a capacitação tecnológica e produtiva relativa a processos, produtos e gestão. Reflete nos custos uma série de variações tanto internos como externos.
Oreferido trabalho vem para trazer informações teóricas e conceituais que embasam o cálculo dos custos unitários utilizando unidades equivalentes, a formação do preço de venda, o cálculo da margem de contribuição e do ponto de equilíbrio.








2 DESENVOLVIMENTO


2.1 SISTEMAS DE ACUMULAÇÃO DE CUSTOS


O sistema de acumulação de custos corresponde ao ambientebásico no qual operam os sistemas e as modalidades de custeio. Quando for escolher o sistema ou à modalidade de custeio a ser adotada, a empresa deverá escolher o seu sistema de acumulação de custos, orientando-se, pelo sistema produtivo da empresa. Existem dois sistemas básicos de produção:
• Sistema de Produção por Encomenda: Este sistema caracteriza pela fabricação descontínua de produtosnão padronizados;
• Sistema de Produção Contínua: Sistema de Produção Contínua caracteriza-se pela fabricação em série de produtos padronizados.


2.1.1 Custeio Variável


O custeio variável, que atribui apenas custos variáveis aos produtos, é um importante instrumento que auxilia os gestores nos momentos decisórios.
Em contrario ao custeio por absorção, ocusteio variável ou direto toma em consideração, para custeamento dos produtos da empresa, apenas os gastos variáveis. Com isso, elimina-se a necessidade de rateios e, conseqüentemente, as distorções deles decorrentes.
A grande falha deste sistema, é que não é aceito, perante a legislação do Imposto de Renda. Portanto, a empresa que desejar adotá-lo, deverá fazê-lo mediante controlese relatórios distintos, em complemento à informação contábil.




2.1.2 Custeio de Absorção


O custeio de Absorção é o método de custeio que apropria os custos diretos e indiretos aos produtos, e, considera as despesas relativas a administração, vendas e financeiras, como sendo do período.
Quando, ao custearem-se os produtos fabricados pela empresa, sãoatribuídos a esses produtos, além dos seus gastos variáveis, também os gastos fixos, diz-se que se está usando a modalidade de custeio por absorção. Esta atribuição de gastos fixos, entretanto, implica, naturalmente, a utilização de rateios.
Por mais objetivos que pretendam ser os critérios de rateio, eles sempre apresentarão um forte componente arbitrário, que distorce os resultados apuradospor produto e dificulta (quando não impede) as decisões da gerência com relação a assuntos de vital importância para a empresa, como, por exemplo, a determinação de preços de venda ou a descontinuarão da fabricação de produtos deficitários. Para fins fiscais (Imposto de Renda), é obrigatória a utilização do custeio por absorção.


2.1.3 Custos Diretos e Indiretos


Custos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Contábeis
  • contabeis
  • contabeis
  • Contabeis
  • Contábeis
  • Contabeis
  • Contabeis
  • Contabeis

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!