Construção naval

Páginas: 21 (5003 palavras) Publicado: 2 de outubro de 2011
Centro Universitário Estadual da Zona Oeste – UEZO Curso Superior de Tecnologia em Construção Naval – CoTCN

PROJETOS NA ÁREA NAVAL: RIO DE JANEIRO

Caio Sarti, Gustavo Alves, Renan de Araújo, Sâmara Pinto

Rio de Janeiro 2011

PROJETOS NA ÁREA NAVAL: RIO DE JANEIRO

Trabalho realizado pelos alunos Caio Sarti, Renan de Araújo e Sâmara Pinto, 3º período, e Gustavo Alves, 6º período docurso de Construção Naval, apresentado como requisito parcial para a obtenção da nota da primeira avaliação da disciplina de Introdução à Industria Naval e Offshore lecionada pelo professor Bruno Sampaio.

Rio de Janeiro 2011

RESUMO Grandes investimentos, projetos e parcerias econômicas ajudam no fortalecimento do estado do Rio de janeiro e na consolidação do Estado no setor naval. SUMÁRIO 1. Introdução .................................................................................................................. 3 2. Reaquecimento da Indústria Naval Brasileira ........................................................... 5 3. O Rio consolida sua liderança no setor naval ............................................................ 6 4. Projeto do Estaleiro da Marinha em Itaguaí.............................................................. 7 5. Complexos Navais no Rio ......................................................................................... 8 6. Rio: a capital do petróleo ........................................................................................... 13 7. Conclusão.................................................................................................................. 14 Referências .................................................................................................................... 15

1. INTRODUÇÃO Apoiado em uma economia diversificada e extremamente dinâmica, o Estado do Rio de Janeiro vive nos últimos anos um período de grande dinamismo. Sua economia, a segunda do país em termos de Produto Interno Bruto(PIB), atingiu valor superior a R$ 275 bilhões em 2006 – equivalente ao PIB chileno – representando 11,6% da produção nacional. O Rio de Janeiro é, ainda, um “Estado de logística”, já que suas características naturais o colocam em uma posição privilegiada comparativamente aos demais estados da federação: centralidade e multimodalidade. De fato, existem no Rio cinco portos de diferentes perfis queexportam 13,5% do total brasileiro, sendo dois deles – Porto de Itaguaí e Porto do Rio de Janeiro – as principais portas de entrada e de saída das mercadorias produzidas ou destinadas ao próprio Estado do Rio de Janeiro e ao de Minas Gerais, atendendo também aos demais estados. Além disso, o Porto de Itaguaí – localizado na baía de Sepetiba – tem potencial para se tornar um hub port, dada a suaretroárea e o grande calado natural. As características que destacam o Rio de Janeiro no âmbito nacional fizeram com que, nos anos recentes, diversos investimentos fossem atraídos para o Estado. A dimensão desses investimentos associada ao impacto que trarão à economia local e nacional criaram verdadeiros eixos de desenvolvimento, que guiarão o desenvolvimento fluminense nos próximos anos: eixosnorte, sul, leste e Sepetiba. Primeiro, é o maior produtor de petróleo e gás natural do país, contabilizando 81% e 53% da produção nacional respectivamente. A extração de petróleo em águas profundas tem crescido a uma média anual de 19,6% ao ano, alcançando a marca de 1,7 milhão de barris por dia, o que coloca o Rio de Janeiro entre os maiores produtores de petróleo mundiais, superando, até mesmo,países integrantes da OPEP, como Argélia e Nigéria. Tal produção tem gerado significativa distribuição de royalties ao Estado e aos municípios produtores, o que se configura como uma importante receita extra para ambos os níveis de governo. É verdade que a queda abrupta dos preços de petróleo diminuiu temporariamente essa vantagem natural do Estado, mas a recente descoberta de vastas reservas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Construção Naval
  • Construção naval
  • Construção Naval
  • Construção naval
  • Construção naval
  • construção naval
  • construção naval
  • INOVAÇÃO NA CONSTRUÇÃO NAVAL EM MADEIRA E

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!