Conflitos religiosos

Páginas: 7 (1724 palavras) Publicado: 8 de abril de 2014
Introdução

Actualmente a maior causa de guerras e conflitos são por causa do assunto religioso. A cada dia isso vem tomando conta dos assuntos da mídia, livros e até filmes. Professores têm sido procurados pela mídia para esclarecer os conflitos religiosos. Através dessa observação, iremos apresentar o trabalho sobre o qual foi dado o tema: Conflitos religiosos.Conflitos Religiosos
Salientar sobre os conflitos religiosos é dizer sobre os conflitos existentes entre diversas religiões. É bem provável que já ouvimos críticas construtivas ou destrutivas sobre as religiões e sabemos que existem seitas religiosas, cujas leis são de origens duvidosas para quem tem uma visão clara da temática.
Alguns especialistas da saúde bem como algunsactivistas reconhecem o papel e a importância da promoção religiosa. Para eles, a religião deve ser mais realista quanto à prevenção e contenção das mais variedades situações.

Segundo o artigo 10º da Constituição Angolana:

1. A Republica de Angola é um Estado laico, havendo separação entre o Estado e a igreja, nos termos da lei.
2. O Estado reconhece e respeita as diferencias confissões religiosas,as quais são livres na sua organização e nos exércitos das suas actividades, desde que as mesmas se conformam à Constituição e às leis da República de Angola.
3. O Estado protege as igrejas as confissões religiosas, bem como os seus lugares e objectos do culto, desde que não atendem contra a Constituição e a ordem pública e se conformem com a Constituição e a lei.

O conflito religiosocomeçou quando várias denominações religiosas interpretaram a bíblia de modo diferente.
Segundo o clérigo e escritor do início do século 18 Jonathan Swift escreveu que temos religiões suficientes para nos odiar uns aos outros. Muitas pessoas são de acordo de que a religião realmente promove divisão, não união.
Parece existir uma relação entre religião e violência praticamente em todos os lugares…Em anos recentes, a violência religiosa estourou entre cristãos conservados nos Estados Unidos, muçulmanos e judeus furiosos no Oriente médio, hindus e muçulmanos no sul da Ásia, e comunidades religiosas nativas na África e na Indonésia… As pessoas envolvidas nesses casos usaram a religião como fundamento de sua identidade política e para justificar suas ideologias e vinganças.
Grupos EmConflitos:
1. AFEGANISTÃO
• Fundamentalistas radicais muçulmanos e não-muçulmanos

2. NIGÉRIA
• Cristãos e muçulmanos

3. IRAQUE
• Xiitas e sunitas

4. TAILÂNDIA
• Budistas e mulçumanos

5. TIBETE
• Partido comunista da china e budistas
Estes acontecimentos ressuscitaram a inquietante pergunta acerca da relação entre violência, guerras e religiões. Seriam elas fator de paz ou contribuiriampara agravar tensões e conflitos, com um componente explosivo, pois falam em nome de Deus e trabalham com a noção de absoluto inclusive ético?

O da Irlanda do Norte, por exemplo, em que distritos de maioria católica desejam separar-se dos outros de maioria protestante e juntar-se à República da Irlanda, vem sendo descrito como uma guerra entre “protestantes e católicos”.

O choque“palestino-israelense”, por conta das terras palestinas ocupadas pelo Estado de Israel, a partir de 1948 e sobretudo depois da guerra dos seis dias, em junho de 1967; por conta de 4,5 milhões de refugiados palestinos, com direito a retornarem ao território de onde foram expulsos; por conta das quase trezentas colônias judaicas implantadas ilegalmente nas escassas terras palestinas; por conta da difícilrepartição da água, bem essencial, escasso e mais caro do que o petróleo na região; por conta do impasse sobre Jerusalém, cidade santa para judeus, cristãos e muçulmanos; por conta enfim da terrível violência mútua, onde o terrorismo virou uma arma contra civis israelenses, reprimido, por sua vez, com inaudita violência, num verdadeiro terrorismo de estado, por parte de Israel, tudo isso, é...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • conflito religioso
  • conflitos religiosos
  • conflitos religiosos
  • Conflito religioso
  • conflitos religiosos
  • Conflito religioso
  • Conflito religioso
  • Conflitos religiosos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!