Conceito do código de ética

Páginas: 8 (1773 palavras) Publicado: 12 de maio de 2014
CONCEITO DE CÓDIGO DE ÉTICA

A ética está vinculada à moral e estabelece o que é correto, errado, permitido ou desejado relativamente a uma ação ou a uma decisão. O conceito provém do grego ethikos, que significa “caráter”. A ética pode-se definir como sendo a ciência do comportamento moral, uma vez que estuda e determina a forma segundo a qual devem agir os integrantes de uma sociedade.
Umcódigo, por sua vez, é uma combinação de signos que um determinado valor tem dentro de um sistema estabelecido. Em Direito, entende-se por código um conjunto de normas que regulam uma determinada matéria.
Como tal, um código de ética fixa normas que regulam os comportamentos das pessoas dentro de uma empresa ou organização. Apesar de a ética não ser coativa (não implica penas legais), o código deética supõe uma normativa interna de cumprimento obrigatório.
Não divulgar informação confidencial (sigilo profissional), não discriminar os clientes ou os colegas de trabalho por motivos de raça, nacionalidade ou religião e não aceitar subornos, por exemplo, são alguns dos princípios que costumam constar nos códigos de ética.
As normas mencionadas nos códigos de ética podem estar vinculadas àsnormas legais (por exemplo, discriminar é um crime punido por lei). O principal objetivo destes códigos consiste em manter uma linha de comportamento uniforme entre todos os integrantes de uma empresa. Existindo instruções por escrito, não há necessidade de os dirigentes explicarem constantemente quais são as obrigações que têm os funcionários.
Por outro lado, as pessoas que redigem o código deética encontram-se numa posição hierárquica relativamente às restantes, já que estão em condições de estipular quais são as condutas corretas do ponto de vista moral.


OS QUATRO PRINCIPIOS DA BIOÉTICA
O Princípio da Beneficência: Priorizar o paciente, fazer não só de modo individual, mas coletivo. Tomar decisões, ciente que essa atitude irá proporcionar mais benefícios do que risco para oindividuo. Ouvir sempre o paciente, pois só assim saberemos qual procedimento iremos fazer, que o primeiro contato seja de uma forma que possamos avaliar a real condição do paciente.
O Princípio de Não – Maleficência: Fazer com que o paciente sempre esteja seguro. Evitar qualquer situação ou procedimento que possa acarretar risco individual ou coletivo. Se tiver outros procedimentos com menos riscos eque cause menos sofrimento.
Autonomia: Respeitar a opinião do paciente, sabendo-se que todo o individuo tem direito de ter sua própria opinião em relação a diversos assuntos. Porém, não podemos deixar de orientar o paciente, pra que o mesmo tenha as informações necessárias para poder forma a sua própria opinião.
Princípio da justiça: Que todos os indivíduos têm o direito à saúde independente dasua situação financeira, religião ou raça, que todos devem saber de seus direitos e tratados dignamente, sem preconceitos.
Minha atual profissão é universitária, porém tenho a certeza que precisamos ter ética não só no trabalho, mas na nossa vida, no dia a dia,contribuir para uma vida melhor, não pensar unicamente mas sim coletivamente, respeitando o próximo, e sempre se colocar no lugar dooutro.

A ÉTICA, A BIOÉTICA E O BIODIREITO
A ética é entendida de maneira diversa no transcorrer dos séculos. Compreendê-la dependia da formação de quem a estudava e do contexto em que se inseria. Difundiu-se a ética grega, na evolução natural, para evitar discussões.
Inicia-se o período helenístico, ao decair o mundo grego, em torno da segunda metade do século IV A.C. Os estoicos, dizem que felizé viver de modo racional, ao praticar as virtudes; e os epicuristas, para quem a felicidade é sinônima de prazer, que transcende a pura sensação, resultado de vida pacífica e ausência de qualquer dor ou preocupação são desse período.
Do século IV ao século XV prevalece a moral cristã. Deus é identificado ao Bem, a Justiça e a Verdade.
No século XV, sobressai a moral burguesa, e se aceita...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • História e Fundamentos da Fisioterapia
  • CODIGO DE ETICA
  • Codigo de ética
  • codigo da etica
  • Código de Ética
  • codigos de éticas
  • CODIGO DE ETICA
  • codigo de etica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!