Compreendendo a “religião” africana.

Páginas: 8 (1759 palavras) Publicado: 22 de setembro de 2013
Compreendendo a “religião” africana.

Muito se lê, em notícias recentes, discussões existentes entre seguidores de religiões ocidentais e africanas. Argumenta-se que essas sejam resultado unicamente de diferentes crenças, de adoração a diferentes “deuses”, em suma, de questões exclusivamente de fé e dogmas. No entanto, tais conflitos, na realidade, possuem outra racionalidade, e podem serreduzidos por meio da diminuição de pré-conceitos. Para tanto, não se pode ignorar a necessidade de compreensão, em sentido amplo, da História da África, e, particularmente no caso em questão, das “religiões tradicionais” africanas.
Tratando-se de História da África, ou mesmo de questões que remetem ao continente africano – ainda que essas não se relacionem a uma historiografia propriamente dita –,surgem inúmeros equívocos quanto a suas questões históricas, culturais, econômicas, sociais e religiosas. Nesse sentido, há a criação de um discurso histórico para a África, surgido nos últimos anos por meio de estudos que têm como objetivo o reconhecimento da importância da religião na África e de sua compreensão. Assim, confere-se também maior importância ao significado do termo “religião”,sobretudo como um conceito de criação Ocidental carregado com suas próprias percepções e alterações ao longo do tempo. Diante disso, o presente ensaio buscará trazer luz às questões relacionadas às “religiões tradicionais” africanas, por meio da análise dos conceitos envolvidos, da cosmologia, e da relação entre as práticas religiosas e outros elementos sociais.
O primeiro passo para a compreensãoda questão religiosa africana é o entendimento dos conceitos envolvidos. O termo “religião”, segundo Angelo Brelich, citado em Oliva, não era capaz de definir os diferentes fenômenos africanos que se aproximariam do que o Ocidente entenderia por esse termo, uma vez que ele foi construído ao longo da história da civilização Ocidental e, por não possuir qualquer termo correspondente nas línguasafricanas, o que dificulta o entendimento como tal. Para ele, a religião somente poderia ser compreendida como um fenômeno universalmente humano, resultado do inconsciente individual e coletivo. (Oliva, 2002: 11-12).
Entre as dificuldades encontradas pela historiografia, no intuito de construir um discurso histórico religioso africano, há o discurso racionalista ocidental, com caráter cientificistaque tenta se sobrepor às questões das práticas religiosas africanas. Nesse sentido, houve tentativas de se fazer classificações de cunho evolucionista, colocando as práticas religiosas africanas na base. Sob esse ponto de vista, as religiões tradicionais africanas eram consideradas o estágio mais primitivo da evolução dos povos. (Mbiti, 1969: 7).
Desse modo, cumpre-se aqui, citar algumasdiferenças entre o homem religioso ocidental e o africano, para que haja plena compreensão dos diferentes pontos de vista, acerca dos cotidianos religiosos, Ocidental e africano. Para o homem Ocidental, há diferentes momentos para o sagrado e para o profano. Essa característica comportamental somente pode ser compreendida quando analisada pelo aspecto finalista de algumas das grandes religiões monoteístasOcidentais. O que se difere claramente da concepção religiosa africana, na qual a religião se encontra presente no dia a dia dos indivíduos, nas suas ações, e, principalmente, nas suas estruturas mentais, para as quais eles buscam as justificativas para o que fazem seguramente baseados no religioso, não havendo essa distinção para com o profano. (Oliva, 2002: 6).
Além disso, um dos meios que setorna essencial para a compreensão das religiões africanas, é o entendimento de seus símbolos presentes nos rituais, detentores de forte significado religioso. Essa compreensão só pode ser feita por meio da Cosmologia africana, de modo a indicar o caminho da sua estrutura filosófica. Qualquer ato tem por detrás de si próprio, intenções que lhe são implícitas. O mesmo ocorre quando há um ato de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Religião africana
  • religiao africana
  • Religião Africana
  • religiao africana
  • Religiao africana
  • Religiao africana
  • religião africana no nordeste
  • Compreendendo uma empresa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!