Como a criança se apropria do código linguístico.

Páginas: 7 (1733 palavras) Publicado: 21 de abril de 2011
COMO A CRIANÇA SE APROPRIA DO CÓDIGO LINGUÍSTICO.


SUMÁRIO

1- INTRODUÇÃO..........................................................................................04
2- A CONSTRUÇÃO DO CONCEITO DE ESCRITA PELA CRIANÇA................05
3- ATIVIDADES QUE AUXILIAM A CRIANÇA NA CONSTRUÇÃO DO CONCEITO DAESCRITA........................................................................08
4- OS NÍVEIS DA ESCRITA..........................................................................10
5- CONSIDERAÇÕES FINAIS......................................................................12
6-REFERÊNCIAS.........................................................................................137-ANEXOS...................................................................................................14
INTRODUÇÃO:

Para a inserção e participação da criança na sociedade letrada, é necessário que ela se aproprie do código lingüístico, tendo conhecimento assim, da leitura e da escrita.
Entretanto, mesmo antes de a criança saber ler socialmente, ou seja, como as pessoas alfabetizadas, ela já observa, pensam e vão adquirindo concepçõesindividuais a respeito dos símbolos lingüísticos. Essas concepções, que serão muito importantes para desenvolver a consciência do valor social da língua, começam a ser construídas desde o nascimento.
A alfabetização das crianças deve levar em consideração as idéias que a criança já adquiriu sobre o processo da escrita e da leitura antes de ser inserida no ambiente escolar. Na sala de aula,atividades estimularão o processo de ensino-aprendizagem oportunizando avanço na concepção do sistema escrito e oral. Inicialmente, ocorre a diferenciação dos traços dos desenhos feitos pelas crianças, ou seja, elas começam com as garatujas e aos poucos vão se estabelecendo critérios quantitativos e qualitativos das letras relacionadas à formação das palavras, vão também se estabelecendo as relaçõesentre a escrita e o som, imagens e palavras.
Porém, cabe ressaltar que de uma maneira geral, todos estes conhecimentos, hoje possíveis, devem-se a Emilia Ferreiro e Ana Teberosky que possibilitaram na década de 70 a construção de uma didática da alfabetização, considerando a criança como um ser que constrói conhecimento.

2- Como a criança se apropria do código linguístico.

Osindicadores mais claros das explorações pelas quais as crianças realizam para entender a escrita são suas diversas produções feitas espontaneamente, cujo não são resultado de uma cópia. Umas das principais funções do desenho da criança no desenvolvimento infantil são as possibilidades que eles oferecem para a representação da realidade. O desenho é uma forma de linguagem que possui seus próprioscódigos. Para se compreender o que ele expressa é preciso realizar uma observação atenta enquanto ele é produzido. Quando uma criança escreve algo como ela acredita que pode ou deve escrever, um certo conjunto de palavras, ela está nos oferecendo um precioso documento que precisa ser interpretado. Essas escritas infantis são consideradas garatujas: rabiscos que são as primeiras tentativas deescrita.
Conhecer algo sobre certos objetos não quer dizer, necessariamente, saber algo socialmente aceito como um “conhecimento”. Uma criança pode conhecer o nome ou o valor sonoro das letras, e não compreender profundamente o sistema de escrita. Entretanto, outras crianças realizam avanços significativos no que diz respeito à compreensão do sistema de escrita, sem ter recebido algumainformação sobre a denominação das letras particulares.
As primeiras escritas infantis surgem do ponto de vista gráfico, como um conjunto de linhas onduladas ou quebradas: o ziguezague; contínuas ou fragmentadas; ou ainda como uma série de elementos discretos repetidos (séries de linhas verticais, ou de bolinhas). As aparências gráficas não são garantia de escrita, a menos que se conheçam as...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Códigos Linguisticos
  • Código linguístico
  • codigos linguisticos
  • CÓDIGO DO CONSUMIDOR A FAVOR DA CRIANÇA E DO IDOSO
  • concepções que a criança possui e os níveis conceituais linguísticos
  • DO CÓDIGO DE MENORES AO ESTATUTO DA CRIANÇA E DO ADOLESCENTE: EVOLUÇÃO OU REGRESSÃO
  • O CÓDIGO DE DEFESA DO CONSUMIDOR A FAVOR DA CRIANÇA E DO IDOSO
  • APROPRIA O DE IMAGEM

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!