começo

Páginas: 7 (1567 palavras) Publicado: 21 de setembro de 2014
Na região de São paulo no ano de 1990 ocorreu a reestruturação produtiva que teve como suas prinicipais consequencias , o aumento do desemprego, precarização das relções , que fez com que houvesse mudança nas relações entre familia e trabalho.
Essa precarização que se interrompeu no periodo inicial do plano de estabilização economica voltou em 1998 e em meados de 97 com as elevadas taxas dedesemprego, veio a sustentar as ideias de Bruno Lautier sobre a questão da atuação da familia abrangendo o tema ‘’ um amor tecedor da crise’ tema levnatado por lautier que por sinal deve ser considerado e respeitado .
A questão levantada por lautier demonstra o momento em que a familia , como consequencia das politicas de ajuste , acabara de cumprir papeis em que há anos vem sendo obrigada deexecer , embora seja como os de reduziur a carência de politicas sociais por parte do estado e acolher os desempregados mais ou menos invisiveis na sociedade.
Na America Latina , Europa e africa perde aos poucos a possibilidade de ser um enfraquecedor das crises, em consequencia da adequação das economias latino americanas aos modelos impostos.  análises sobre o mercado de trabalho na RegiãoMetropolitana de São Paulo na primeira metade dos anos 90 evidenciam que o processo de reestruturação produtiva intensificado a partir de 1990 tem afetado com mais ênfase os postos de trabalho masculinos. Brandão e Montagner (1996) mostram, para o período, acentuada queda na taxa de ocupação masculina, ao mesmo tempo em que se mantêm as taxas de ocupação feminina.
A crescente participação da mulher nomercado de trabalho no Brasil — fenômeno relevante para se estudar as transformações na família e na relação família-trabalho — é uma tendência desde o final dos anos 70 e que se vem acentuando nas décadas de 80 e 90, apesar de as duas últimas décadas caracterizarem-se por baixas taxas de crescimento econômico, embora com alguns períodos de recuperação.15 Tal fenômeno insere-se em um tendênciainternacional manifesta tanto em países desenvolvidos como nos países da América Latina desde a década de 70 e que se tem mantido crescente quer nos períodos de recessão, quer nos de expansão da economia (Posthuma e Lombardi, 1997).16
Também a tendência observada na RMSP de crescimento da taxa de participação feminina simultaneamente à queda da taxa de participação masculina é comum a outros paísestanto da América Latina como da Europa nas últimas décadas, mais especialmente nos anos 90 (Posthuma e Lombardi, 1997; Hirata, 1997; Abramo, 1997; González de la Rocha, 1997). "Nota-se uma diferença entre a natureza da participação dos homens e das mulheres na maioria dos países do mundo: a taxa feminina da força de trabalho aumentou tanto durante períodos de prosperidade como nos de recessão,enquanto a participação masculina tem decrescido." (Posthuma e Lombardi, 1997).
Na análise das curvas de evolução das taxas de participação e de ocupação das pessoas em idade ativa da RMSP, Brandão e Montagner (1996) explicitam que a queda nas taxas de ocupação ocorrida a partir de 1990 é resultado, principalmente, da redução das oportunidades de trabalho para os homens. As autoras enfatizam queembora, a partir de 1991, tenha crescido para ambos os sexos a parcela das pessoas em idade ativa desempregadas, são distintos os determinantes básicos desse crescimento: o desemprego masculino é explicado pela menor disponibilidade de postos de trabalho na região e o crescimento do desemprego feminino, pela maior oferta de mão-de-obra.
Ambas as tendências verificadas no mercado de trabalho nodecorrer da reestruturação das atividades econômicas na Região Metropolitana de São Paulo — redução do emprego masculino e preservação do emprego feminino — guardam relação com a divisão sexual do trabalho. Como já mencionado anteriormente, existe uma "sexualização" das ocupações, ou seja, existem funções e setores de atividade que concentram diferencialmente homens e mulheres (Bruschini, 1994). A...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Começo
  • o começo
  • Começo
  • começo
  • Começo
  • Começo
  • Começo
  • O começo

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!