Colonidade do saber

Páginas: 410 (102439 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014
Libro: A colonialidade do saber: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas latinoamericanas. Edgardo Lander (org). Colección Sur Sur, CLACSO, Ciudad Autónoma de
Buenos Aires, Argentina. setembro 2005.
Disponible en la World Wide Web: http://bibliotecavirtual.clacso.org.ar/

www.clacso.org

RED DE BIBLIOTECAS VIRTUALES DE CIENCIAS SOCIALES DE AMERICA LATINA Y EL
CARIBE, DE LA RED DECENTROS MIEMBROS DE CLACSO
http://www.clacso.org.ar/biblioteca
biblioteca@clacso.edu.ar

Títulos del Programa Sur-Sur

A colonialidade do saber:
eurocentrismo e ciências sociais
Perspectivas latino-americanas

Edgardo Lander
(Organizador)

Textos completos

Índice
Apresentação da edição em português, 3
Carlos Walter Porto-Gonçalves
Prefácio, 6
Francisco López SegreraApresentação, 7
Edgardo Lander
Ciências sociais: saberes coloniais e eurocêntricos, 8
Edgardo Lander
Europa, modernidade e eurocentrismo, 24
Enrique Dussel
A colonialidade de cabo a rabo: o hemisfério ocidental no horizonte conceitual da
modernidade, 33
Walter D. Mignolo
Natureza do pós-colonialismo: do eurocentrismo ao globocentrismo, 50
Fernando Coronil
O lugar da natureza e a natureza do lugar:globalização ou pós-desenvolvimento?63
Arturo Escobar
Ciências sociais, violência epistêmica e o problema da “invenção do outro”, 80
Santiago Castro-Gómez
Superar a exclusão, conquistar a equidade: reformas, políticas e capacidades no
âmbito social, 88
Alejandro Moreno
Abrir, “impensar” e redimensionar as ciências sociais na América Latina e Caribe
É possível uma ciência social nãoeurocêntrica em nossa região? 95
Francisco López Segrera
Colonialidade do poder, eurocentrismo e América Latina, 107
Aníbal Quijano
2

Apresentação da edição em português
Carlos Walter Porto-Gonçalves*
A COLONIALIDADE DO SABER: eurocentrismo e ciências sociais. Perspectivas Latino-americanas,
livro organizado por Edgardo Lander, é um marco nas ciências sociais. Tomo o cuidado de evitar dizer
quese trata de um marco das ciências sociais latino-americanas para não reproduzir a geopolítica do
conhecimento que, sob o eurocentrismo, caracteriza o conhecimento produzido fora dos centros
hegemônicos e escrito em outras línguas não-hegemônicas como saberes locais ou regionais. É como
se houvesse um saber atópico, um saber-de-lugar-nenhum, que se quer universal, e capaz de dizer
quaissaberes são locais ou regionais. Assim como cada um, de cada lugar do mundo, tem de assinalar
em seu endereço eletrônico o país onde mora e de onde fala –.br (Brasil) ou .ve (Venezuela); ou .mx
(México) ou .cu (Cuba) ou .ar (Argentina) ou .co (Colômbia )– aquele que fala a partir dos EUA não
precisa apor .us ao seu endereço e, assim, é como se falasse de lugar-nenhum tornando familiar que
cada qualse veja, sempre, de um lugar determinado, enquanto haveria aqueles que falam como se
fossem do mundo e não de nenhuma parte específica. No Brasil, há o nordestino, o sulista e o nortista,
1
mas não há o sudestino, nem o centro-oestista . Afinal, o sudeste é o centro e, como tal, não é parte. É
o todo! E a melhor dominação, sabemos, é aquela que, naturalizada, não aparece como tal. Já houveépoca em que se opôs o verbo à ação. Todavia, a palavra, se verbo, indica ação.
Não pense o leitor que irá encontrar aqui mais uma versão de um terceiro-mundismo que durante muito
tempo comandou as análises críticas do pensamento social. Não, o leitor encontrará aqui uma refinada
análise que sabe dialogar com o legado de conhecimento europeu, enquanto um legado que tem seu topoi,
como diriaBoaventura de Sousa Santos. Afinal, apesar dos europeus imporem seu capitalismo em toda
parte, isso não quer dizer que sua episteme dê conta de toda a complexidade das distintas formações sociais
que se constituíram em cada lugar e região do mundo nesse encontro, Etienne La Boétie chamou malencontro, da Europa com outros mundos a partir de 1492, sobretudo. Assim, se Imannuel Wallerstein nos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Saber
  • saber
  • saber
  • meu saber
  • Para saber mais
  • saber
  • Saberes
  • Saber

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!