cocncurso Capital brasilia

Páginas: 15 (3653 palavras) Publicado: 7 de abril de 2014
50 anos do concurso para Brasília – um breve
histórico (1)
Jeferson Tavares
disponível em http://www.vitruvius.com.br/revistas/read/
arquitextos/08.086/234












































 
 
Projeto
vencedor
de
Lúcio
Costa
[Brasília,
cidade
que
inventei]
1/18O
Concurso
para
o
Plano
Piloto
da
Nova
Capital
do
Brasil
–
o
Concurso
para
Brasília
–
foi
polêmico
e

controvertido,
ao
contrário
do
que
pensam
muitos
que
lêem
as
descrições
brandas
da
escolha
do
projeto

de
Lúcio
Costa.
Mas,
apesar
dos
embates
ocorridos
entre
1956
e
1957,
seu
desfecho
oferece
algo
mais
que

a
concepção
de
uma
capital.
Denota,
fundamentalmente
os
posicionamentos
sobre
as
escolhas
e,
principalmente
sobre
os
processos
delineados
naquele
momento
de
euforia
e
ufanismo.
Têm
predomínio
as

decisões
políticas
autoritárias;
o
uso
ideológico
da
construção
de
um
emblema
nacional;
e
da
retórica

modernista.

Apesar
de
os
projetos
apresentados,
na
sua
totalidade,
representarem
a
diversidade
e
riqueza
da
cultura

urbanística,
o
processo
que
transcorreu
para
a
avaliação
desse
conjunto
demonstra
um
cenário
menos
consensual
e
mais
contraditório.
Um
início
contraditório
Em
Jataí,
Goiás,
a
4
de
abril
de
1955,
Juscelino
Kubitschek
é
interrogado
por
um
cidadão
em
meio
ao
seu

discurso
público.
Afirmando
que
iria
cumprir,
rigorosamente,
a
constituição
se
eleito
presidente,
JK
é

questionado
por
Antonio
Carvalho
Soares
–
o
Tinoquinho
–
se
ele
transferiria
a
capital
federal
para
o
interior
de
Goiás,
como
mencionava
a
constituição.
Afirmativo,
o
candidato
compromete‐se,
pela
primeira

vez,
e
num
discurso
público,
a
transferir
a
capital
federal
para
o
Planalto
Central
(2).
Descrita
assim,
como
um
acaso,
a
biografia
de
JK
privilegia
o
entusiasmo
de
uma
Nova
Capital,
porém

obscurece
parte
do
processo
de
sua
aceitação.
Juscelino
Kubitschek,
e
o
próprio
Israel
Pinheiro
–
futuro
presidente
da
NOVACAP
e
primeiro
prefeito
de
Brasília
–,
quando
deputados,
foram
alguns
dos
debatedores

políticos
que,
nas
discussões
da
Câmara
(entre
1946
e
1948),
defenderam
uma
possível
transferência
da

capital
federal
somente
se
fosse
destinada
ao
estado
de
Minas
Gerais
(no
Triângulo
Mineiro),
origem

eleitoral
de
ambos.
A
negativa
ao
Planalto
Central
como
destino
final
seria
redundante
em
pelo
menos
mais
uma
situação
pública.
Posteriormente
ao
seu
cargo
de
governador,
no
início
da
campanha
presidencial,
Juscelino,
assim

como
os
demais
candidatos,
foram
questionados
sobre
a
construção
de
uma
Nova
Capital,
quase
todos

negaram
tal
hipótese
por
representar
encargos
financeiros
e
esforços
políticos
desgastantes.
Apenas
o

candidato
Adhemar
de
Barros
assumiu
que
transferiria
a
capital
para
o
interior
do
país.Mas,
após
a
visita
em
Jataí,
Brasília
deixava
de
ser
um
discurso
político
em
meio
à
campanha
para
se
tornar

na
Meta‐Síntese
do
governo.
Entretanto
houve
uma
forte
ressonância
contrária
à
construção,
vinda,

sobretudo
das
lideranças
oposicionistas
–
que
não
eram
raras
nem
tampouco
silenciosas.
Certamente

Carlos
Lacerda
foi
seu
maior
opositor,
e
a
UDN
o
partido
que
mais
se
mobilizou
contra
tais
imperativos.Entretanto,
a
iniciativa
de
Lacerda
em
criar
uma
CPI
para
Brasília
fracassou
diante
dos
desajustes

partidários.
Influenciaram,
ainda,
as
acusações
de
que
os
próprios
udenistas
estavam
envolvidos
com

corrupção
durante
a
construção
da
Nova
Capital,
afinal
o
partido
participava
de
cargos
estruturais
dentro
da

empresa.
Mas
as
críticas
permaneceram
e
encerraram
bons
argumentos
para
não
se
tomar
esse
capítulo
da

transferência
como
consensual,
mas,
ao
contrário,
polêmico
e
controvertido.Apesar
da
oposição,
foi
um
deputado
udenista,
Emival
Caiado
em
1956,
quem
propôs
a
data
de
21
de
abril

de
1960
para
a
inauguração
da
cidade.
Mineiro,
visava
agradar
seus
eleitores
ao
coincidir
a
data

comemorativa
de
Tiradentes
à
inauguração
de
Brasília....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Brasilia: A capital da esperança
  • BRASÍLIA: PASSADO DE CONSTRUÇÃO E ATUALIDADE DA NOVA CAPITAL FEDERAL
  • Comparação entre as médias pluviométricas mensais em brasília e a sazonalidade do período de chuvas da capital
  • Brasilia
  • BRASILIA
  • brasilia
  • Brasilia
  • Brasilia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!