Co dependência

Páginas: 17 (4027 palavras) Publicado: 29 de setembro de 2012
http://psiquecienciaevida.uol.com.br/ESPS/Edicoes/29/artigo89292-6.asp
Considero relevante escrever sobre este tema, não só por ele prevalecer nas discussões atuais, como para evitar que pais e educadores perpetuem o mesmo ciclo de abusos e interação familiar disfuncional que geram filhos co-dependentes ou portadores de outras doenças.
Minha prática clínica revela como a aplicação de Técnicasde Educação Disfuncionais e um ambiente familiar contaminado pelo alcoolismo e outras desordens compulsivas podem comprometer o desenvolvimento humano e favorecer o surgimento de doenças, mais enfaticamente desta de que trato aqui, a Co-dependência.
Infelizmente, muitas famílias estão imersas em situações problemáticas, mas preferem a acomodação à transformação. Afinal, transformação requertrabalho árduo e gera desconforto. Muitas vezes conviver com um problema conhecido é mais fácil. A negação do problema é uma forma de manter a doença, evitar os sentimentos de ansiedade, medo, culpa, e preservar a homeostase familiar.
Inicialmente, acreditava-se que as raízes da Co-dependência estavam relacionadas às experiências de abuso da infância e à maneira como fomos afetados pela convivência compessoas viciadas em álcool ou com outras desordens compulsivas.
A convivência com alguém doente e fora de controle por causa da dependência química parecia determinar os sentimentos (vergonha, medo, raiva, dor) e comportamentos dos outros membros da família. O membro viciado tornava-se o foco principal da família, mobilizando os demais para assumir seus cuidados de maneira compulsiva. Naverdade, codependentes e dependentes químicos apresentam condições físicas e emocionais similares - um é viciado em drogas, o outro, em relacionamentos obsessivos.
Porém em alguns casos, observou-se que, quando os alcoólatras ficam curados, o comportamento co-dependente da família permanece e às vezes até se intensifica. Então, passou-se a suspeitar que as causas ocultas dessa doença antecedessem ovício da bebida, e que outros fatores poderiam produzir um co-dependente.
Sem dúvida, ter um educador negligente e abusivo e um ambiente familiar contaminado por vícios e desordens compulsivas são fatores intimamente relacionados ao surgimento da Co-dependência em outros membros da família, mas definitivamente não são os únicos capazes de deflagrar a doença.
Embora cada co-dependente apresente umaexperiência única originada de sua convivência familiar e de sua personalidade, um ponto comum aparece em todas as histórias de Co-dependência - a influência dos outros sobre o comportamento do co-dependente e a maneira como o co-dependente tenta influenciar os outros (sejam alcoólatras, sejam viciados em jogos ou compulsivos sexuais, sejam indivíduos com reações excessivamente emocionais ouindivíduos sem autonomia financeira).
Em essência, os co-dependentes são muito sensíveis aos problemas alheios, dizem sim quando querem dizer não, guardam o que sentem para não ferir os sentimentos alheios, preferindo ferir a si mesmos. Essas pessoas freqüentemente parecem ser delicadas e prestativas, tentam ajudar em nome do amor. Porém, o exame mais minucioso revela que elas têm enorme necessidade decontrolar e manipular o outro e fazer o que querem.
Como todo investimento para controlar o outro é inútil, o co-dependente sente-se impotente. O arrependimento e a autopiedade surgem, fazendo-o sentir-se usado. E para piorar a situação, a pobre pessoa "a quem tentamos resgatar não é capaz de demonstrar gratidão". Co-dependentes dão mais do que recebem, e depois se sentem abusados enegligenciados. Seu maior inimigo chama-se autovalorização reduzida.
Co-dependência é uma dependência paradoxal. Embora os co-dependentes pareçam objetos da dependência, eles é que são dependentes. Parecem fortes, mas se sentem indefesos. Parecem controladores, mas na realidade são controlados pelos vícios e comportamentos de outras pessoas. Co-dependentes não são mais disfuncionais ou doentes que os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • co- dependência
  • Co-dependência das famílias de dependentes químicos
  • Dependência e co dependência-um estudo sobre mulheres que amam demais
  • CO-DEPENDÊNCIA – CONCEITO, ETIOLOGIA, SINTOMAS E ABORDAGENS TERAPÊUTICAS.
  • Tratamento da co dependência familiar com o usuário na drogadicção
  • De dependencia em dependencia
  • A co
  • dependencia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!