classificação do hímen

Páginas: 20 (4817 palavras) Publicado: 8 de dezembro de 2014
CLASSIFICAÇÃO DO HÍMEN

A classificação do Netter, que é clássica, coloca o
1) Hímen anular clássico
2) Hímen septado – de vez em quando a gente vê, eu já vi alguns
3) Hímen cribiforme – eu não vi ainda, mas já vi septo de tudo quanto é jeito... oblíquo, horizontal,
4) Carúnculas mirtiformes: certamente vcs verão! Após parto vaginal! Quando vcs utilizarem o termo “carúnculas mirtiformes”para se referirem aos “----“ himenais vcs estão automaticamente constatando que aquela mulher teve parto VAGINAL. Então não usem esse termo se ela não teve parto vaginal ou vcs não tiverem certeza disso.
TERMOS DE DESCRIÇÃO

Vcs devem usar esses termos de descrição, ao descrever a genitália de uma criança ou de qualquer mulher! ÓSTIO (pode ser central ou periférico, único ou múltiplo), BORDALIVRE (margem do hímen que margeia o óstio) (o óstio que ele estava mostrando era de formato anular, mas pode ser triangular, quadrangular, em fenda, de tudo quanto é formato que se puder imaginar). ORLA e BORDA DE INSERÇÃO DO HÍMEN. Esses são os termos básicos anatômicos para a descrição do hímen: o óstio, a borda livre, a borda de inserção e entre a borda livre e a borda de inserção: a orla. Essaorla pode estar mais fininha ou mais espessa. E inclusive é muito comum ela estar mais alta na região dos quadrantes inferiores. Quando a mulher vai ter as primeiras relações sexuais, EM GERAL, decúbito dorsal é a posição mais comum. E outras posições também, as outras 1514 possíveis, várias delas vão colocar essa região dos quadrantes inferiores do hímen em contato com o pênis, ou seja, a maioriadas rupturas a gente observa nos dois quadrantes inferiores. Então quando a gente busca alterações himenais a gente busca aqui nos quadrantes inferiores. Claro que eu posso encontrar lesões himenais em qualquer região, mas na maioria das vezes as rupturas estão em quadrantes inferiores. Pq o pênis geralmente apoia aqui e é a orla mais espessa, ou seja, vai oferecer mais resistência à passagem dopênis.
Só com o hímen íntegro eu posso falar se teve conjunção carnal?? NÃO! Falta responder as outras possibilidades! Quais são as outras para falar que não teve conjunção carnal? Ela não está gestando, presença de sêmen na vagina, aí observem que permite-se neste óstio (da foto) a passagem de um swab, e a gente faz isso de rotina. Põe o swab lá, esfregaço, tirou... beleza! Se vier negativo: umelemento a menos. Ainda falta um critério pra falar que não houve conjunção carnal: a presença de doenças sugestivas de DSTs profundas. Ele aponta uma bolinha na foto: é a vagina!! Fora do contexto sexual, o terço médio da vagina, ou mais ou menos ali no terço médio, as paredes se tocam! Por isso que se passa o especulo? Exatamente! Para isso que o especulo serve, para separar as paredes davagina. Se eu tentar olhar só no olho, vou ver a vagina em um estado relaxado com as paredes se tocando. Tinha uma hiperemia na parte inferior do hímen: era inespecífica! Principalmente pq tinha a pele em volta íntegra. Essa hiperemia pode ser consequência de abuso? Pode! Pode não ser? Pode também! Se eu não tenho elementos de convicção, essa hiperemia não vai me dizer nada! É comum observar hiperemiana área da genitália de crianças? Claro! Muito mais intensa que a da foto, as vzs tá tudo hiperemiado! Cuidado pq não é fácil falar se teve abuso ou não!
Pq eu posso afirmar com ctz que o hímen da foto está íntegro? Pq todas as regiões estão absolutamente sem trauma, tudo regular! Não to vendo nenhuma laceração, ruptura, em nenhum ponto. Essa lesão de hiperemia totalmente inespecífica.
Tenhoque descrever isso no meu exame! Como que faz? “pequena região de hiperemia medindo em torno de 1 cm, localizada na região de quadrante inferior esquerdo” e coloco que é inespecífico. Não quer dizer que é traumatismo, mas pode ter sido produzida por trauma, mas também pode ser produzida por fatores intrínsecos da periciada.
Há um método cronométrico de topografar as lesões. Vcs já devem ter...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Classificação
  • Classificação
  • Classificacao
  • Classificação
  • Classificação
  • Classificação
  • classificaçao
  • Classificação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!