Cine - teatro de capela: memória de uma diversão (1929- 1980)

Páginas: 6 (1254 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SERGIPE
CENTRO DE EDUCAÇÃO SUPERIOR A DISTÂNCIA
POLO - NOSSA SENHORA DAS DORES - SE

ROBSON FERREIRA SANTOS

CINE - TEATRO DE CAPELA: MEMÓRIA DE UMA DIVERSÃO (1929- 1980)
Preciso de orientação para os próximos passos a serem seguidos.
Já apresento:
Tema
Justificativa
Objetivos

Nossa Senhora das Dores – SE
2011

ROBSON FERREIRA SANTOS

CINE - TEATRO DE CAPELA:MEMÓRIA DE UMA DIVERSÃO (1929- 1980)



Projeto de Pesquisa apresentado ao Curso de História/UAB pela disciplina de Metodologia da Pesquisa Histórica sob a Orientação da Prof Maria Nele dos Santos.

Nossa Senhora das Dores – SE
Maio – 2011
SUMÁRIO

INTRODUÇÃO | |
JUSTIFICATIVA | |
TEMA DE PESQUISA | |
PROBLEMATIZAÇÃO | |
OBJETIVOS | |
REFENCIAIS TEÓRICOS | |
HIPÓTESES | |METODOLOGIA E FONTES | |
CRONOGRAMA | |
REFÊNCIAS | |
ANEXOS | |

INTRODUÇÃO
A Importância do Cinema

O mundo esquece-se dos seus problemas e apaixona-se pelo cinema. Em meados dos anos 20, milhões de pessoas são já confirmadas como cinéfilos. Os filmes influenciam e reflectem-se no modo das pessoas pensarem, vestirem, e o imaginário sobre a cultura ocidental é transportado a nível global… Osactores e actrizes tornam-se estrelas e objectos de admiração e imitação, ensinando os inexperientes sobre o romance, amor, coragem, entre outros. Pelos anos 20 do século XX, o cinema havia já percorrido um longo percurso desde as simples cenas domésticas que as pessoas pagavam para ver na viragem do século, como por exemplo as cenas casuais da vida diária, que os irmãos Lumière projectaram na paredede um café em Paris. Muito menos dispendioso do que o entretenimento ao vivo, o cinema rapidamente se tornou no passatempo preferido da vida citadina tanto na Europa como nos EUA. As pessoas procuram no cinema uma fuga à sua própria realidade

JUSTIFICATIVA
O cinema nasce no período de profundas transformações tecnológicas ocorridas na Europa com a Revolução Industrial em meados do século XVIII, naqual se expandiu pelo mundo a partir do século XIX. A era do mecanicismo ofereceu grandes possibilidades de empreendimentos para atender questões desejosas da humanidade. A invenção da luz trouxe muitos benefícios, sobretudo, a criação de uma iniciativa capaz de produzir sentidos com a materialização de imagens em movimentos que poderiam ser projetadas sobre uma tela para uma expressivaquantidade de pessoas.
Nesse limiar de inovações, o cinema ganhou robustez nas transferências de múltiplas linguagens de saberes e consistiu um importante meio de comunicação de massa atiçados com os novos desafios de criatividade e transformações para atender o mundo em constante movimento.
O cinema ganha significados quando passa estar ladeado pelas comunidades brasileiras a partir de 1896 no Rio deJaneiro. Essa novidade de entretenimento para aglomerar adeptos em toda parte do país com a criação de salas especificas para esta finalidade. A reprodução de filmes nessas salas gerou grandes expectativas do público em geral, a maioria como expectadores e poucos querendo utilizar a novidade como comércio de vendas de ingressos para acessos as produções cinematográficas exibidas nestas salas.
Emmuitos municípios brasileiros, os governantes tentando acompanhar as novas tendências da modernidade investiram em ações que possibilitariam o acesso das populações ao meio cultural. O município de Capela, não fugiu a regra, quando o Major Honorino Leal em 07 de Abril de 1925, inaugura o Cine Teatro Municipal oportunizando um meio de entretenimento gerando emoções, trazendo lições de vida edivertimento aos munícipes e depois de tantas décadas de funcionamento o centro de diversão tem suas portas cerradas para a atividade.
É nesse contexto situacional entre a hegemonia e a decadência do Cinema que o Projeto CINE - TEATRO DE CAPELA: MEMÓRIA DE UMA DIVERSÃO (1929- 1980) pretende enveredar pelos vieses desta história, a fim de resgatar, preservar e tornar acessível à memória do Cinema de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cine teatro
  • Memórias do teatro em Breves: Arte, dramaturgia e narrativas de vida
  • diversão
  • Cine
  • Diversão
  • a diversão
  • diversao
  • S MEMÓRIAS AFETIVAS DA NOITE DE TERESINA NA ÓTICA DE TRAVESTIS (1970-1980)

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!