Ciências agrárias

Páginas: 39 (9654 palavras) Publicado: 26 de outubro de 2012
BOLETIM TÉCNICO N° 2

INTERPRETAÇÃO DE ANÁLISE DE SOLO
CONCEITOS E APLICAÇÕES

{PAGE }

INTERPRETAÇÃO DE ANÁLISE DE SOLO Conceitos e Aplicações
Alfredo Scheid Lopes * Luiz Roberto Guimarães Guilherme **

1. INTRODUÇÃO
No processo de recomendação de corretivos e fertilizantes, é indispensável a utilização dos resultados da análise de solo da maneira mais eficiente possível. Entretanto,nem sempre o técnico que orienta o agricultor, em relação a estas práticas, faz uso de todas as informações que podem ser obtidas a partir do boletim de análise de solo, sub-utilizando, muitas vezes, aspectos fundamentais para a tomada de decisão. Para aumentar a eficiência do trabalho de diagnose de problemas de fertilidade do solo, é necessário que o técnico esteja familiarizado com conceitosbásicos sobre o assunto e como estes podem ser utilizados de uma forma mais abrangente. Neste contexto, uma recapitulação sobre colóides e íons do solo, capacidade de troca de cátions (CTC) e de ânions (CTA), inter-relações entre conceitos de acidez e CTC, teores e tipos de argila e matéria orgânica permite trabalhar melhor os resultados de análises de solo na proposição de soluções para ospossíveis problemas de fertilidade. Este trabalho escrito de maneira bem simples procura oferecer aos técnicos que prestam orientação a agricultores, em relação à recomendação de corretivos e fertilizantes, uma oportunidade para relembrar estes conceitos básicos e aplicá-los na solução prática de problemas do dia a dia. Para facilitar a fixação dos aspectos práticos destes conceitos, são apresentadosvários problemas de fertilidade do solo, sem pretender, entretanto, que as soluções encontradas sejam adequadas para todas as situações. Espera-se que estas informações contribuam para maior eficiência na utilização de corretivos e fertilizantes, tendo como objetivo uma maior produtividade da agricultura brasileira. Edição revisada em março de 2004 _____________________ * Eng. Agr., MSc, PhD, ProfessorEmérito do Depto de Ciência do Solo, UFLA - Lavras, MG e Consultor Técnico da ANDA. ** Eng. Agr., MSc, PhD, Professor Adjunto do Depto de Ciência do Solo, UFLA - Lavras, MG.

{PAGE }

2. COLÓIDES E ÍONS DO SOLO
À medida que os solos são formados, durante os processos de intemperização, alguns minerais e a matéria orgânica são reduzidos a partículas extremamente pequenas. Alterações químicasdiminuem ainda mais estas partículas até o ponto em que elas não podem mais ser vistas a olho nu. Estas partículas de menor tamanho é que são chamadas de “colóides”. Em termos práticos, o tamanho das frações da fase sólida do solo pode ser identificado de acordo com a seguinte classificação (Tabela 1): Tabela 1. Classificação, quanto ao tamanho, dos componentes da fase sólida do solo. FraçõesDimensões (mm) Calhaus 20 a 2 Areia grossa 2 a 0,2 Areia fina 0,2 a 0,02 Limo 0,02 a 0,002 Argila < 0,002 ou 2 micra (µ) Os colóides argilosos são frações menores que 0,001 mm ou 1 micra. Os colóides orgânicos constituem-se no húmus, sendo produtos da decomposição da matéria orgânica, transformados biologicamente. Um resumo da classificação dos tipos de colóides é mostrado na Tabela 2. Tabela 2.Classificação dos tipos de colóides. Tipo de colóide Composição Minerais Argilas silicatadas e argilas sesquioxídicas (óxidos, hidróxidos e oxi-hidróxidos de Fe e Al) Orgânicos húmus Os cientistas de solos aprenderam que os colóides minerais (argilas) são, em geral, de estrutura semelhante a placas e de natureza cristalina (formam cristais). Na maioria dos solos, os colóides minerais encontram-se emmaior quantidade que os colóides orgânicos. O ponto importante é que os colóides são os principais responsáveis pela atividade química dos solos. O tipo do material de origem e o grau de intemperização do solo determinam os tipos de argila e as suas quantidades. O teor e qualidade do húmus são influenciados pelo tipo de matéria orgânica que o solo possui por natureza ou em decorrência de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Ciencias agrarias
  • Ciencias agrarias
  • Ciências agrárias
  • Ciencias agrarias
  • ciencias agrarias
  • ciencias agrarias
  • Ciencias agrarias
  • CIENCIAS AGRARIAS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!