CHINA - ECONOMIA

Páginas: 10 (2433 palavras) Publicado: 11 de novembro de 2014
Colégio Santa Rita






DISCIPLINA: Geografia
PROFESSOR (a): Armando de Souza Santos
TURMA: 3º Ano E.M.





CICLO DE SEMINÁRIOS GEOGRÁFICOS 2014





Equipe: nº 2

Aluno(a):
Aluno(a):
Aluno(a):
Aluno(a):
Aluno(a):





A CHINA E A GLOBALIZAÇÃO
Cap. 26











Areia, 19/ 08 / 2014


1.0 – INTRODUÇÃO

No plano externo, a ascensão dapotência chinesa afeta todo um plano internacional, provocando choque nos Estados Unidos, na Europa, na África e na América Latina. Atrai investimentos estrangeiros, produzindo manufaturas para o mercado mundial e absorve tecnologias, matérias-primas e combustíveis do mundo inteiro, tornando-se um sinônimo de globalização.
A abertura econômica chinesa produz riqueza, assim como, desigualdades sociaise regionais internas. A Demografia e Democracia são desafios complexos para a continuidade do “milagre chinês”.

2.0 – A CHINA E A GLOBALIZAÇÃO


2.1 – O Império do Centro e o Mundo Exterior
A China imperial do final da idade média, com 12 milhões de habitantes, tinha população muito superior à de toda a Europa. O aparelho administrativo e legislação chinesa revelavam uma sofisticação deorganização política incomparável. A China abriga cidades bem maiores que as europeias, dominavam as técnicas da imprensa e forjava o ferro em grandes quantidades. A pólvora e a bússola magnética foram invenções chinesas. Império do centro: assim se denominava a China, evidenciando o conceito que fazia de si mesma, de centro civilizatório da humanidade.
Os conhecimentos e técnicas chinesas deconstrução naval eram, de longe, os mais avançados do mundo. No auge do poder e da riqueza da dinastia Ming, nó século XIV, a marinha chinesa contava com mais de mil navios de combate e 250 embarcações de alto mar.
Mas, em 1436, um decreto imperial proibiu a construção de navios de alto-mar, cortando pela raiz a expansão marítima e comercial chinesa. O decreto Ming cedeu à liderança marítima aoseuropeus, que nas décadas seguinte protagonizaram a era das Grandes Navegações. A burocracia imperial, preocupada com o crescimento da riqueza dos comerciantes da China do Sul, assegurava seu poder absoluto isolando o Império do Centro do mundo exterior.
O isolamento do império do centro foi brutalmente rompido pela expansão mundial das potências industriais, no século XIX. Grã Bretanha, França,Alemanha e Rússia. O tratado de Nanquim e uma série de outros que o seguiram consagraram a abertura da economia chinesa ao exterior. Denominados, como conjunto, “ tratados desiguais ’’, eles deflagraram o processo de estabelecimento de influência estrangeira em territórios chineses
O impacto do avanço das potências estrangeiras, a derrota na guerra Sino-japonesa e consequentemente a perda do Taiwantornaram uma crise no Império Chinês. Em 1912, através de uma revolta nacionalista e, com a ajuda de militares San Yat-sen proclama a república.

2.1.1 – A China Maoísta
A China estava sob vigência um governo Republicano, o qual mantinha uma econômica atrasada e o país era quase totalmente agrícola.
A República tinha muita presença internacional (Alemanha, Japão, Inglaterra e França) o quealiviava a rivalidade entre as duas principais "facções", o Kuomintang (partido nacionalista e conservador liderado por Chiang Kai-Shek) e o Partido Comunista Chinês ( o PCC aliado a URSS, chefiado por Mao Tsé-tung).
Até à Segunda Guerra Mundial, os partidários destas duas fações lutaram entre si. Com a ocupação da China pelo Japão (1937), os comunistas insurgiram-se contra o invasor, através deações de guerrilha, o que os tornou muito populares junto da população chinesa.
Com o fim da Segunda Guerra Mundial, os japoneses foram expulsos do território chinês e os comunistas recusam-se a colaborar com os nacionalistas, uma posição que conduziu à guerra civil em 1945; este conflito terminou em 1949 com a vitória dos comunistas e a expulsão das forças de Chiang Kai-shek para Taiwan.
O...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Economia da china
  • economia da china
  • Economia da china
  • Economia da china
  • Economia da china
  • economia da china
  • Economia da china
  • Economia na china

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!