Categoria estética comico

Páginas: 21 (5197 palavras) Publicado: 26 de fevereiro de 2013
INTRODUÇÃO

O Riso é tão velho quanto à humanidade, o cômico em geral em maior ou menor medida, provoca o riso ou, em algumas de suas formas, suscita esse rir por baixo que é o sorriso.

Porque reagimos assim?

Pode ocorrer em uma situação que não seja realmente cômica?

Que significa o riso? O que há no fundo do risível?

Não existe o cômico fora do que é propriamente humano,uma paisagem poderá ser bela, graciosa, sublime, insignificante ou feia, mas nunca será risível.

Vamos analisar e tentar diferenciar o cômico na vida real e o estético, e mostrar porque o humor é tão importante na vida das pessoas, e qual é a relação dele com a Arte.


















Categoria Estética: o cômico

Conceito de acordo com os filósofos:Aristóteles, filósofo grego (384 a.C – 322 a.C.): “o homem é o único ser vivo que ri” e que o recém-nascido se converte propriamente humano quando ri pela primeira vez (quarenta dias depois de nascido).

Immanuel Kant, (1724-1804): “a redução repentina ao nada de uma intensa expectativa”.

Thomas Hobbes, filósofo inglês (1588 –1679): o cômico é um “Sentimento brusco de nossasuperioridade, ao reconhecer a inferioridade do outro ou nossa inferioridade interior”.

Georg Wilhelm Friedrich Hegel, filósofo alemão (1770-1831): “(…) Satisfação infinita, a segurança que se experimenta ao sentir-se elevado acima da própria contradição e de não estar em uma situação cruel e desgraçada”, a personalidade “que, em sua independência, se eleva acima de todas as coisas finitas,segura e feliz em si mesma, continua sendo o princípio do cômico mais elevado.”


Karl Groos, psicólogo alemão (1861-1946): “Sentimento de nossa superioridade sobre algo anormal que não suscita compaixão nem temor.”

Em nossa vida cotidiana distinguimos facilmente a comicidade de um gesto, de um aceno, de uma situação ou de uma confusão de idéias ou palavras, para o efeito – oriso- que provoca em nós. Tropeçar em um degrau, esquecer o que dizer em um discurso ou ver alguém levando um tombo de bicicleta, situações diversas provocam uma mesma reação prazerosa e, em maior ou menor grau, explosiva: o riso. Embora no passado tenha sido considerado um dom divino ou uma força criadora (na Antiguidade Romana), ou uma emanação do diabo ou força destrutiva (no cristianismoprimitivo), também houve a tendência de vê-lo como um traço característico humano.

Dimensão Pratica:

O cômico na vida real é isso, é essa naturalidade do humor, algo inesperado, situações corriqueiras que nos fazem rir. Situações podem ser cômicas, como por exemplo: escorregar e cair ou podem se tornar cômicas, como por exemplo, você acordar atrasado, esquecer onde colocou as chaves eacabar se atrasando por isso, na hora pode ter sido ruim, mas depois se torna cômica, porque com a pressa você acabou não a encontrando no local rotineiro que você sempre a deixa, e acaba rindo de você mesmo, aquela velha expressão “se fosse uma cobra, teria me picado”.

Não existe o cômico fora do que é propriamente humano. Uma paisagem poderá ser bela, graciosa, sublime, insignificanteou feia, mas nunca será risível. Podemos rir de um animal, mas somente porque surpreendemos nele uma atitude de homem ou uma expressão humana.

[pic][pic][pic]

Henri Bergson nos fala em seu livro “O Riso” de outra fonte de comicidade: a contradição entre o vivo e o mecânico ou, o que da no mesmo, entre o formal e o espontaneamente vital. Na arte um bom exemplo da contradição expostapor Bérgson, é a famosa cena do filme de Chaplin, Tempos Modernos, na qual se mostra a mecanização do ato de comer dos operários de uma fabrica. As atitudes, gestos e movimentos do corpo humano são risíveis na medida em que esse corpo nos faz pensar em uma simples mecânica.

Em seu livro ele também cita que “tem possibilidade de se tornar cômico toda disformidade que uma pessoa...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Categorias Estéticas
  • Categorias da Estética
  • Categorias esteticas
  • As categorias estéticas
  • DESIGN CATEGORIAS ESTETICAS VAZQUES
  • Categorias Estéticas da Arte
  • Categoria
  • Categorias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!