Caso concreto 06

Páginas: 9 (2089 palavras) Publicado: 23 de outubro de 2013
Plano de Aula: Psicologia Aplicada ao Direito
PSICOLOGIA APLICADA AO DIREITO
Título
Psicologia Aplicada ao Direito
Número de Aulas por Semana
Número de Semana de Aula
5
Tema
A família: relações afetivas e tipos de famílias na contemporaneidade
Objetivos
Ao final desta aula, o aluno será capaz de:
Compreender a formação das relações afetivas
Explicar a formação da família
Analisaras funções da família
Identificar os tipos de família na atualidade
Estrutura do Conteúdo

1. A formação das relações afetivas
2. Formação da família
3. Funções da família
4. Tipos de famílias

A proposta desta aula é chamar a atenção do aluno para a formação das relações afetivas e a estruturação de afetos entre as pessoas. A partir daí, explicar a formação e função da família. Oprofessor deve criar uma discussão com: O que é uma família? A dificuldade começa pela própria definição. Se fizermos uma pequena pesquisa com os mil participantes de uma Assembleia, vamos encontrar quase mil maneiras diferentes de estruturação do grupo familiar. A família deve então, responder às mudanças externas e internas de modo a atender às novas circunstâncias sem, no entanto, perder acontinuidade, proporcionando sempre um esquema de referência para os seus membros Apresentação, de forma breve, dos tipos de família na contemporaneidade, podendo ser usada a classificação de Maria Helena Diniz.
Aplicação Prática Teórica
ENTREVISTA
A relação afetiva é o grande espelho que reflete quem somos, diz Jorge Bucay
Terapeuta de casal Jorge Bucay afirma que, em um relacionamento, ocomportamento do seu parceiro deve servir de espelho para facilitar o seu autoconhecimento
Raphaela de Campos Mello
Segundo Jorge Bucay, é impossível um relacionamento ser totalmente bom ou ruim
Sem dúvida, ter um relacionamento duradouro é uma tarefa que produz suor, lágrimas, doses altíssimas de prazer e aulas avançadas de autoconhecimento. Afinal, o outro é um espelho que, de tão sincero, nosdesmascara sem dó. Essa é a mensagem que o psiquiatra e psicoterapeuta argentino Jorge Bucay vem transmitindo há décadas aos casais que estão passando por crise.
Segundo o terapeuta de casal, autor do romance, Amar de Olhos Abertos (ed. Sextante, escrito em parceria com a psicóloga argentina Silvia Salinas), o relacionamento amoroso tem um grande poder: o de nos servir de espelho (sem o qualcontinuaríamos cegas sobre como realmente somos) e também de alavanca (para nos tornarmos quem verdadeiramente somos). "Não considero que a medida do amor seja o quanto estou disposto a me sacrificar por alguém, e sim o quanto estou disposto a desenvolver minha autonomia?, diz Bucay. Confira a entrevista:
Por que os relacionamentos amorosos são fonte de tanto prazer e sofrimento ao mesmo tempo?
Nada nomundo é totalmente bom ou ruim. Se quisermos desfrutar os prazeres proporcionados por um relacionamento, teremos de pagar o preço cobrado pelos momentos dolorosos. Eles são necessários porque nos mostram que nosso par não é exatamente como gostaríamos que fosse, e vice-versa. Acontece que, quando nos apaixonamos, acreditamos que o ser amado corresponda exatamente aos nossos ideais. Mas, com otempo, abrimos os olhos, inevitavelmente, e descobrimos que o parceiro não é como o imaginávamos. Ele é o que é. Então, nós nos frustramos a cada vez que ele não age da maneira desejada. Isso dói. Os desencontros do dia a dia também nos machucam. Um quer dormir enquanto o outro quer ver TV. Um quer fazer amor, o outro quer dormir. E assim por diante. Essas pequenas decepções nos mostram que somosseres individuais, o que não nos torna bons ou maus, apenas reais.
No livro, você afirma que a relação afetiva é o grande espelho que reflete quem somos, nossas qualidades e defeitos. Como se dá esse jogo?
Quando os parceiros se conhecem, criam vários objetivos: desfrutar a companhia do ser amado, passar cada vez mais tempo juntos, construir uma família, compartilhar projetos. No entanto, há um...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • CASOS CONCRETOS 01
  • Meu Caso Concreto 06
  • Caso concreto 06 direito
  • Caso Concreto 06
  • Atividade estruturada caso concreto 06
  • IED Caso Concreto 02 A 06
  • UNESA
  • JURISDI O CONSTITUCIONAL AULA 06 CASOS CONCRETOS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!