caso clínico de colecistectomia e revisao bibliografica

Páginas: 17 (4112 palavras) Publicado: 3 de dezembro de 2013
CASO CLÍNICO
J.V.M.S, sexo masculino, 56 anos, apresentando dor em hipocôndrio e flanco direitos há mais de 2 meses acompanhada de náuseas, vômitos e inapetência com piora na última semana. O paciente referindo piora do quadro clínico nos últimos dias, motivo pelo qual buscou atendimento no Pronto Socorro de Pelotas. Ao exame físico, apresentava-se pálido, prostrado e com importante dorabdominal à palpação de hipocôndrio e flanco direito, sinal de Murphy positivo. Após realização de ultrassonografia abdominal, evidenciando colecistite aguda, foi encaminhado ao bloco cirúrgico para realização de colecistectomia conforme descrição cirúrgica abaixo. No pós-operatório, de acordo com cultura realizada no transoperatório positiva para S. fecalis, fez uso de Piperacilina + Tazobactam pelasensibilidade do antibiograma e evoluiu satisfatoriamente ao longo dos oito dias de internação sem intercorrências (progressão de dieta precocemente, hábitos intestinal e urinário preservados). Alta hospitalar em boas condições, acompanhamento ambulatorial para retirada de pontos e resultado de anatomopatológico da peça cirúrgica.

COLECISTECTOMIA: Descrição cirúrgica do procedimento realizadopela equipe do HUSFP pelo serviço de residência médica e faculdade de Medicina da UCPel

1º: anestesia geral
2º: antissepsia com PVPI
3º: colocação de campos estéreis
4º: incisão subcostal direita
5º: inventário da cavidade sem líquido livre
6º: vesícula biliar com sinais de inflamação aguda, repleta de cálculos no interior e conteúdo líquido purulento – realizada cultura positiva paraStreptococcus fecalis
7º: dissecção no triângulo de Calot do ducto cístico e artéria cística
8º: ligamento do ducto cístico e artéria cística com secção de ambos com tesoura
9º: dissecção da vesícula do seu leito dificultada pelo grau de inflamação presente + colecistectomia
10º: hemostasia
11º: sutura por planos
12º: curativo

REVISÃO BIBLIOGRÁFICA
A remoção cirúrgica da vesícula biliar(colecistectomia) é uma operação que começou ser realizada no fim do século dezenove. Os seus fundamentos desenvolveram-se no século vinte. Nos últimos 25 anos, os seus princípios técnicos, especialmente, em relação ao acesso foram objeto de grandes inovações. A colecistectomia está indicada no tratamento da litíase biliar e suas complicações e nas neoplasias da vesícula biliar. Inicialmente, ascolecistectomias para tratamento da litíase biliar eram realizadas por meio de laparotomia. No fim do século vinte a colecistectomia passou a ser feita por meio de acessos menores como a minilaparotomia e em seguida pela videolaparoscopia, que é o acesso considerado como padrão na atualidade. Mais recentemente, a colecistectomia tem sido realizada, em caráter experimental ou excepcional, por meio doacesso transgástrico e transvaginal.
Dessa forma, em que pese as controvérsias, a colecistectomia é uma operação passível de ser executada através do acesso aos orifícios naturais do organismo com auxílio da videoendoscopia e da transiluminação.

INDICAÇÕES DA COLECISTECTOMIA

Litíase vesicular e suas complicações

A prevalência de cálculos biliares, nos adultos, estimada mediante estudosepidemiológicos de necropsia e de investigação clínica varia de 15 a 20%. A litíase vesicular é rara na criança, começa a ser identificada na adolescência, apresenta um marcado acréscimo na incidência entre os 35 e 55 anos e aumenta, gradualmente, a partir dos 55 anos. Estimativas baseadas em estudo de necropsia indicam que, aproximadamente, 50% dos pacientes idosos têm colelitíase aos 75 anos deidade. A incidência da litíase biliar é maior nas mulheres com múltiplas gestações e está, discretamente, aumentada em pacientes obesos.
Os cálculos biliares humanos são classificados química e morfologicamente em duas categorias: cálculos de colesterol (amarelo-esbranquiçados) puros ou mistos e cálculos pigmentares (pretos e marrons); os últimos perfazem apenas 10% dos cálculos vesiculares....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Paralelo entre “o que é revisão bibliográfica e estudo de caso”
  • PACIENTE BORDERLINE: REVISÃO BIBLIOGRÁFICA E O MANEJO CLÍNICO DE RESIDÊNCIA EM PSICOLOGIA
  • revisao bibliografica e pesquisa bibliografica
  • revisão bibliografica
  • Revisao bibliografica
  • Revisao bibliografica
  • revisão bibliografica
  • revisão bibliografica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!