Carvoarias no Brasil

Páginas: 10 (2426 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014










CARVOARIAS NO BRASIL – PROBLEMAS AMBIENTAIS E VIOLAÇÃO DOS DIREITOS HUMANOS











São Gonçalo
2013


Sumário


Sumário 2
2
Introdução 3
Escravidão – Lucro se sobrepõe aos Direitos Humanos 4
DECLARAÇÃO UNIVERSAL DOS DIREITOS HUMANOS 
Adotada e proclamada pela resolução 217 A (III) da  Assembléia Geral das Nações Unidas em 10 de dezembro de 19487
Da floresta ao carvão 8
Panorama da devastação da floresta na Amazônia Oriental 9
Como as montadoras de veículos dos EUA contribuem para a devastação da Amazônia 10
Reflorestamento é a solução? Por que devemos analisar essa alternativa com cautela 10
Conclusão 12
Bibliografia 13


Introdução

Uma das regiões mais desmatadas e violentas da Amazônia, Carajás – que engloba partes doPará, do Maranhão e do Tocantins –, teve um crescimento explosivo nas últimas décadas, desde que o governo decidiu, nos anos 80, transformar a região em pólo de produção de ferro.

Daquela época em diante, as áreas desmatadas aumentaram significativamente, e a produção de ferro gusa – matéria-prima do aço – também, puxada por uma demanda do mercado externo, pois cerca de 80% de todo o ferro gusaligado à devastação da região é exportado para os Estados Unidos para ser usado como componente primário na fabricação de aço ou ferro fundido. Os investimentos do governo atraíram mais de 40 altos-fornos para a região, operadas por 18 empresas guseiras, gerando carvoarias por todos os lados. Os recursos para evitar os impactos sociais e ambientais, no entanto, não chegaram.

Desde então, aindústria do ferro gusa e seus fornecedores de carvão vêm causando grandes impactos negativos. Além de alimentar o desmatamento as carvoarias têm uma notória tradição de uso de trabalho análogo ao escravo.

E o governo segue fechando os olhos para tudo.











Escravidão – Lucro se sobrepõe aos Direitos Humanos


Condições de trabalho que beiram a escravidão são frequentesnas carvoarias. O caso típico de trabalho forçado se assemelha a uma relação credor-devedor: um recrutador, conhecido como “gato”, percorre pequenas cidades da zona rural oferecendo aos homens oportunidades de trabalho em locais distantes. Os homens são levados para as carvoarias, em áreas remotas, e são informados de que têm uma dívida exorbitante, correspondente aos custos da viagem. Eles são,então, forçados a trabalhar, muitas vezes sob ameaça de violência, para pagar essa dívida criada. Além da baixa remuneração, as carvoarias costumam economizar mantendo os empregados em más condições sanitárias e com pouca comida.

De acordo com o relato de um empregado de uma Carvoaria em Açailândia (MA), ele informou que morava em um barraco de madeira, coberto com lona plástica preta, de chãobatido, sem instalações sanitárias; que a água vinha de um poço de outra propriedade e na carvoaria armazenavam num tambor que antes tinha óleo diesel e ficava depositado no chão ao relento.

Ainda referente a este relato, o trabalhador informou também que foi para carvoaria para trabalhar no serviço de bater tora, encher forno com lenha e tirar o carvão, mas que também trabalhava comobandeirador. Para encher o forno de lenha o valor era de R$ 15, para tirar o carvão do forno o valor era de R$ 8, para bater tora o valor é de 7 reais por forno de lenha e para bandeirador o valor era de R$ 10 por forno de lenha. No final destas tarefas , este trabalhador ganhava em torno de R$ 300 por mês, muitas das vezes tendo que trabalhar de domingo a domingo quando a produção da semana havia sidopequena.

Além da baixa remuneração ou trabalho forçado, as condições de trabalho nos fornos de carvão colocam em risco a saúde dos trabalhadores. Para recolher o carvão, eles precisam entrar nos fornos, onde a ventilação é escassa. Nesse processo, os trabalhadores são expostos a poeira, fumaça e altas temperaturas. A exposição prolongada à poeira e à fumaça é extremamente perigosa para os...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Carvoaria
  • Carvoaria
  • carvoarias
  • Carvoaria
  • Carvoaria ilegal
  • Trabalho nas carvoarias
  • Carvoarias no Estado do Para
  • Projeto carvoaria

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!