Carneiro no buraco: transformação em tradição

Páginas: 8 (1878 palavras) Publicado: 8 de novembro de 2012
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
SETOR DE CIÊNCIAS HUMANAS, LETRAS E ARTES
CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA


DISCIPLINA OFICINA DE HISTÓRIA I




















PROJETO DE PESQUISA
CARNEIRO NO BURACO: TRANSFORMAÇÃO EM TRADIÇÃO


























Pólo Sarandi
2009
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA
SETOR DE CIÊNCIASHUMANAS, LETRAS E ARTES
CURSO DE LICENCIATURA EM HISTÓRIA


DISCIPLINA OFICINA DE HISTÓRIA I






Acadêmicos: Devanir Vicentin e Marcia Regina de Souza












PROJETO DE PESQUISA
CARNEIRO NO BURACO: TRANSFORMAÇÃO EM TRADIÇÃO






Projeto de Pesquisa apresentado pelos acadêmicos Devanir Vicentin e Marcia Regina de Souza comorequisito parcial para obtenção de nota para a Disciplina de Oficina de História I, do curso à distância de Licenciatura em História da UEPG, ministrado pela profª. formadora Joseli Daher Vieira.












Pólo Sarandi
2009
CARNEIRO NO BURACO: TRANSFORMAÇÃO EM TRADIÇÃO




1. Problematização




Diante da escassez de informações plausíveis referentes à elevação da iguariaCarneiro no buraco ao status de prato típico da cidade de Campo Mourão e à origem de sua transformação em patrimônio cultural pertencente à cidade, o presente trabalho tende em demonstrar como se deu o processo de transformação do prato gastronômico Carneiro no buraco em tradição cultural à cidade de Campo Mourão, levando em conta sua origem, tradição e adaptações, a homologação da lei municipalpara a promoção do mesmo em festa e sua aceitação pela população mourãoense como patrimônio cultural, bem como conhecer o cotidiano dos munícipes e sua consideração com relação ao prato.
Para tanto, se faz necessário explicitar alguns conceitos relevantes como memória individual e coletiva, identidade cultural, os quais servirão para entender e fundamentar a pesquisa, pois “o conceito dememória (...) vem se modificando e se adequando às funções, às utilizações sociais e à sua importância nas diferentes sociedades humanas[1]”.
Para esse contexto, e sob a mesma perspectiva, Barreira (2003: 02) nos afirma que:


Repensar a cidade sob a ótica de sua “memória” ou sob o prisma de significados atribuídos à noção de patrimônio supõe compreender a lógica das prioridadessobre o uso e valorização de espaços efetivados ao longo do tempo. Prioridades que aparecem como coletivamente construídas, embora sejam objeto permanente de disputas simbólicas que revelam interesses de diferentes atores sociais. O que preserva, como mudar ou o que mudar são questões que vêm à tona atualmente com mais evidência, alimentando o plano das representações sobre a cidade, que orientamdiferentes discursos.


Ainda, por essa perspectiva, o mesmo autor sustenta que “a própria idéia de patrimônio significa a tentativa de “contar” o passado adaptando-o à nova linguagem do presente”, visando à construção e/ou reafirmação da identidade cultural dos indivíduos pertencentes à localidade, nesse caso Campo Mourão. Por isso, acreditamos que o cidadão mourãoense se identifica com aiguaria gastronômica da cidade, pois a constituição de seu pertencimento/identidade à localidade se dá por meio da linguagem, a qual, segundo Mello e Di Paolo (2007: 135-136):


(...) é uma rede de articulações, um emaranhado povoado de aspectos históricos e culturais (...) que podem produzir efeitos de singularizarão, conforme o local, a época, as circunstâncias de encontro, quelevam a coerências e, assim, a uma “cômoda história sobre nós mesmos ou uma confortadora narrativa do eu”” (...) e que muitas vezes configuram “ciências”, “teorias”, “ideologias”, de modo que têm nas práticas discursivas suas condições de existência, de coexistência, de manutenção, de modificação ou de desaparecimento.


Em decorrência do exposto, partiremos do princípio de que a tradição...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Carneiros
  • Tradiçao é tradição
  • CARNEIRO
  • O buraco
  • Carneiro
  • buraco
  • tradição
  • transformação

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!