Carne e Pedra

Páginas: 108 (26994 palavras) Publicado: 28 de setembro de 2014
alestra, construção retangular sustentada por colunatas, com espaços para
disputas esportivas, salas de exercícios e lazer. Alguns ginásios dispunham
de prédios especialmente destinados à escola de torneios. Aristófànes descreveu, em AÍ nuvens, uma imagem idílica dos dias passados nos ginásios:
numa moderna paráfrase, "toda essa atividade saudável de rapazes em
boa forma contrasta com ainteligente eloqüência dos pálidos, fracos e
sofisticados habitues da agora".34
O ginásio modelava o corpo dos rapazes na última etapa da adolescência, quando a musculatura começa a pressionar a superfície da pele, mas as
características sexuais secundárias, especialmente a barba, ainda eram pouco evidentes. Esse momento do ciclo da vida parecia ideal para estabilizar o
aquecimento corporal nosmúsculos. Erguendo-se uns aos outros, durante
os certames, os jovens alargavam as costas e os ombros; curvando-se e girando, eles fortaleciam o abdome; e os braços, lançando o dardo ou o disco;
e correndo, as pernas e as nádegas. Untados com óleo de oliva, quando
atracados, eles tentavam não escorregar, o que tornava suas mãos mais firmes. Os jogos tinham ainda outros objetivos fisiológicos,inclusive o de aumentar a temperatura, através da fricção entre os corpos.
Os moços também se adestravam no uso das palavras, essencial à sua
participação democrática, na cidade. No tempo de Péricles, o ensino da
oratória contava com a contribuição de cidadãos comuns, que acorriam
aos ginásios. Antes de mais nada, porém, mostrava-se como projetar a voz
e articular as palavras firmemente. Depois,aprendia-se a usá-las e a esgri-

40

41

CARNE E PEDRA

NUDEZ

mir argumentos com a mesma economia de movimentos praticada nos
jogos. As escolas dessa época proibiam o ensino baseado na memória, antes predominante; mas a competição impunha que os jovens fossem obrigados a conhecer longas estrofes poéticas de Homero, que usavam como
referência, durante os debates.
Os espartanos — emginásios cercados por fossos — só treinavam o
corpo, já que o seu conceito de civismo excluía a eloqüência. Eles não
tinham outro objetivo senão o de maximizar a capacidade dos rapazes,
infligindo-lhes sofrimento: "os jovens de Esparta lutavam ferozmente, uns
com os outros, lançando-se com violência na água".35 É verdade que as
meninas também eram encorajadas ao exercício da mesma maneira,embora por uma questão meramente utilitária: fortalecer o corpo para o parto. Em Atenas, o adestramento dos corpos juvenis tinha múltiplas finalidades, que transcendiam a força bruta.
O ginásio ateniense ensinava que o corpo era parte de uma coletividade maior, apolts, e que pertencia à cidade.36 Um rapaz forte, obviamente,
tornava-se um bom guerreiro; uma voz educada garantia sua participação
nosnegócios públicos. Além disso, a escola treinava os rapazes como seres
sexualmente nus. Ao contrário dos modernos moralistas, os atenienses
pensavam que a sexualidade era um aspecto básico positivo da cidadania,
extrapolando a simples observância de proibições sexuais, como a crença
de que só escravos se masturbavam, ou de que com eles o amor não seria
prazeroso, e imposições legais, queproibiam os escravos de ir aos ginásios,
"apaixonar-se por um rapaz livre, ou andar em sua companhia".37 No ginásio, ensinava-se como usar o corpo de forma que ele pudesse desejar e
ser desejado com honra.
Ao longo da vida e à medida que ganhasse maturidade, o macho grego seria sucessivamente amado por homens mais velhos e rapazes, apaixonando-se também por mulheres. Baseados na fisiologia docorpo, os gregos distinguiam claramente "afeminação" do que chamamos "homossexualidade". Corpos masculinos "frágeis" (em grego, malthakoí) agiam como
mulheres e "desejavam intensamente ser submetidos por outros homens a
um papel 'feminino' (isto é, receptivo), no intercurso sexual".38 Eles pertenciam às zonas de calor intermediário, entre os muito machos e as muito
fêmeas. No ginásio, a instrução...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Nem Carne, Nem Pedra
  • Livro
  • Carne e Pedra, a imagem obsessiva.
  • Resenha do Livro Carne e Pedra
  • pedras
  • a pedra
  • pedras
  • Pedra

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!