Carl Gustav Jung

Páginas: 5 (1125 palavras) Publicado: 10 de setembro de 2013






Carl Gustav Jung












Acadêmicos:

Ana Carolina Souza Fonseca
Carmem Magaly dos Santos
Ellen Regina
Flávia Turcato
Naara
Paulo


Discente:
Laudileire Chaves



Psicologia - 2º Semestre B

Rondonópolis, 02 de setembro de 2013

Carl G. Jung (1875-1961)


Jung foi criado em um vilarejo no nordeste da Suíça, próximo a famosa queda doReno. Ele próprio foi responsável por sua infância solitária, isolada e infeliz.  Jung freqüentou a University of Basel, na Suíça, formando-se em medicina, em 1900. Estava interessado em psiquiatria e sua primeira indicação profissional foi para trabalhar em um hospital de doentes mentais em Zurique. Em 1905, Jung foi indicado para ser o professor de psiquiatria na University of Zurich, mas se demitiuvários anos depois para dedicar-se a escrever, pesquisar e atender pacientes particulares.


 Jung tinha um método diferente de atender seus paciente ele não gostava que seus pacientes deitasse no divã e sim sentasse frente a frente em confortáveis poltronas, conversava como se fosse amigo.


 Jung interessou-se pelo trabalho de Freud, em 1900, quando leu The interpretation of dreams,considerando-o uma obra prima. Por volta de 1906, os dois começaram a se corresponder e, um ano depois, Jung viajou para Viena a fim de visitar Freud. O primeiro encontro dos dois durou 13 horas, um início bem animado para o que viria a se tornar uma relação íntima como a de pai e filho 
   A proximidade entre os dois pode ter envolvido elementos do complexo de Édipo, como propõe a teoriapsicanalítica de Freud, com o desejo do filho de destruir o pai.


 Ao contrário da maioria dos discípulos da psicanálise, Jung já construíra uma reputação profissional antes de associar-se a Freud. Era o mais conhecido entre os primeiros adeptos da psicanálise. Por isso, talvez ele fosse menos sujeito a se impressionar e sugestionar do que os jovens analistas membros da família psicanalítica de Freud,muitos dos quais ainda cursavam a escola de medicina ou a pós- graduação e eram indecisos em relação à identidade profissional.


 Embora durante algum tempo Jung se identificasse como discípulo de Freud, jamais deixou de expressar sua opinião. No início da relação entre os dois, tentou diminuir dúvidas e expressar suas objeções. Enquanto escrevia a obra The psycology of the unconscious (1912),comentou que estava enfrentando um problema, já que, quando o livro fosse lançado, a apresentação pública da sua posição significativamente diferente da psicanálise ortodoxa prejudicaria seu prestígio junto a Freud.


 Em 1911, por insistência de Freud, e apesar da oposição dos membros vienenses, Jung tornou-se o primeiro presidente da Associação Psicanalítica Internacional. Freud acreditava que oanti-semitismo impediria o crescimento da psicanálise se o presidente do grupo fosse judeu. Os analistas vienenses, quase todos judeus, ressentiram-se e desconfiava do jovem suíço Jung, que claramente era favorito de Freud. Esses analistas não apenas estava há mais tempo no movimento, como também acreditavam que Jung tivesse visões anticépticas. Pouco tempo depois, a amizade entre Jung e Freudcomeçou a exibir sinais de tensão e, por volta de 1912, os deixaram de se corresponder. Em 1914, Jung renunciou e deixou a Associação.


 Aos 38 anos, Jung fora acometido de problemas emocionais profundos que persistiram por três anos.


Acreditando que estava ficando louco, Jung sentia-se incapaz de realizar qualquer tipo de trabalho intelectual ou até mesmo ler um livro científico. Pensou emsuicídio e mantinha uma arma ao lado da cama "caso sentisse que havia chegado ao ponto sem retorno" (Noll, 1994, p. 207). É interessante observar que, mesmo durante essa crise, ele não deixou de atender seus pacientes.


 Resolveu o seu dilema basicamente da mesma maneira que Freud, confrontando a sua mente inconsciente. Jung seguiu os impulsos inconscientes neles revelados, bem como nas...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Vida de Carl Gustav Jung
  • Carl Gustav Jung
  • Carl Gustav Jung Folder
  • Jung- Carl Gustav
  • Carl Gustav Jung
  • Carl Gustav Jung
  • Carl gustav jung
  • Interpretação carl gustav jung

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!