Capitulo 9 - Economia Micro e Macro (Marco Antonio Sandoval de Varconcellos)

Páginas: 11 (2665 palavras) Publicado: 11 de setembro de 2014
1- Introdução:
Depois da Crise de 29, quando o governo começou a intervir na economia para recuperar o nível de atividade e emprego, a necessidade de obter cifras ordenadas, que permitissem uma visão mais patente, ficou maior. Foi necessário o desenvolvimento da Contabilidade Social e Contabilidade Nacional, um instumental que permitisse mensurar a totalidade das atividades econômicas.-Pressupostos básicos da Contabilidade Social:
a) As contas procuram medir a produção corrente. Por isso, não são considerados bens de segunda mão, produzidos em período anterior. Nas transações com esses bens só se considera como parte da renda nacional a remuneração do vendedor o que independe do valor da mercadoria.
b) Referem-se a um fluxo (normalmente anual): Assim, os agregados correspondem aVariáveis Fluxo, cujos valores tem dimensão temporal. A Contabilidade Social só trabalha com fluxos, não apresentando um balanço patrimonial, de estoques. como aparece na Contabilidade Privada.
c) A moeda é neutra, no sentido que é considerada apenas como unidade de medida e instrumento de troca: A moeda tem como função servir de padrão para agregar bens e serviços. A Contabilidade Social não seinteressa pelo registro dos chamados Agregados Monetários, como meios de pagamento, mas apenas com Agregados Reais, que representam diretamente alterações da produção e da renda.
2-Principais Agregados Macoeconômicos - o fluxo circular de renda.
O objetivo do estudo da Macroeconomia é a formação e distribuição de produto e renda gerados pela atividade economica. É o chamado Fluxo Circular deRenda.
2.1 - Economia a dois setores sem formação de capital: Nessa economia supõe-se que os únicos agentes são as empresas (que produzem bens e serviços) e as famílias (que auferem rendimentos pela prestação de serviço). Todas as decisões partem da família.
Os bens intermediarios entram no processamento de outros bens que compensam na agregação das unidades produtoras. Assim, só se consideram osbens finais e os custos de produção das no sistema agregado.
O Fluxo Monerário representa a contrapartida pelo fluxo real, isto é, pelo fornecimento de bens e serviços, e serviços de fatores de produção. A remuneração dos fatores de produção se dá por quatro itens: Salarios (w) - remuneração dos serviços do fator trabalho, Juros (j) - remuneração dos serviço do fator capital monetário, aluguéis(a) - remuneração dos serviços do fator terra, também chamado de renda. e lucros (l) - remuceração dos serviços do fato capital físico.
Na contabilidade Social, os custos de produção são o pagamento aos fatores de produção, na forma de salários, juros, aluguéis e lucros, que não incluem pagamentos a insumos intermediários que são pagamentos de empresa a empresa e no agregado acabam se anulando.Tem-se então o Fluxo Circular, no sentido de que a moeda gira pelo circuito criando renda. As firmas recebem das famílias pela venda de bens e serviços produtivos; firmas remuneram as famílias; famílias compram das firmas. Ou seja o produto gera renda, que gera consumo, que gera produto, que gera renda, etc.
Papel do lucro: O lucro também é considerado custo de produção (remuneração aos donos dasempresas que se enquadram no setor família. Isso estabelece uma diferença entre lucro econômico e lucro contábil.
2.1.1 - Três óticas de mensuração: Produto, despesa e renda: A partir delas podemos definir os conceitos de Produto Nacional, Despesa Nacional e Renda Nacional. Que chegam ao mesmo valor numérico.
-Produto Nacional (PN): É o valor de todos os bens e serviços finais produzido em umperíodo de tempo.
Valor: Os preços permitem agregar bens diferente. Assim, o PN é avaliado em termos monetários e a moeda é a unidade padrão de agregação.
Bens e Serviços Finais: Não se considera bens e serviços intermediarios, para que não haja dupla contagem.
Período de tempo: É um fluxo, definido em dado período de tempo.
-Despesa Nacional (DN): O Produto nacional é uma medida do fluxo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Economia Micro e Macro Marco Antonio Sandoval de Vasconcellos
  • Parte do capitulo 9 de Economia Micro e Macro
  • Resumo- introdução à economia livro economia micro e macro- sandoval de vasconcellos
  • Resumo dos capítulos 2 e 3 do livro fundamentos da economia autor: manuel enriquez garcia e marco antonio sandoval de vasconcellos
  • micro economia e macro economia
  • Economia micro e macro
  • Micro e Macro Economia
  • Macro e micro economia

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!