CAPITALISMO E DEMOCRACIA NA PÓS MODERNIDADE

Páginas: 6 (1316 palavras) Publicado: 4 de setembro de 2014
CAPITALISMO E DEMOCRACIA NA PÓS MODERNIDADE

Analisando o texto o Capitalismo e Democracia na pós-modernidade de Boaventura de Sousa Santos, conseguimos identificar o conceito de democracia forjado ao longo do período moderno, procurando evidenciar o estreito relacionamento desse conceito com a emergência e consolidação do Estado liberal e do modelo de economia de mercado nas sociedadesmodernas ocidentais, como decorrência direta das Revoluções burguesas havidas no final do século XVIII e do desenvolvimento do modo de produção capitalista. Nota-se que, a partir desse marco revolucionário, a concepção liberal de democracia passa a ser adotada por grande maioria dos Estados nacionais ocidentais, tendo como características desse sistema político o atributo representativo, onde o cidadãocomum elege os seus mandatários a quem incumbe a tomada de decisões em seu lugar. A emergência da democracia tem sido considerada o acontecimento mais importante do século XX, uma vez que o tema democracia assumiu um lugar de destaque no campo político atual. Filósofos da Antiguidade afirmavam que a democracia significava a forma de governo baseada na soberania popular e na distribuição eqüitativado poder, caracterizada pelo direito da população de participar das decisões sobre a administração pública, diretamente ou indiretamente, Esse sistema idealizado por Aristóteles, porém, entra em decadência com o surgimento da Revolução Gloriosa, na Inglaterra, em 1688, onde se estabelece as bases teóricas da divisão dos poderes. A teoria da democracia é reforçada no século seguinte com oIluminismo e com a Revolução Francesa, que amoldam o conceito moderno de democracia prevalecente na civilização ocidental. É claro que este conceito, no entanto, não é exatamente idêntico ao conceito original da Antiguidade, uma vez que foi essencialmente modificado pelo liberalismo político ao pretender restringir o poder do governo no interesse da liberdade do indivíduo. A partir da Revolução, tambémvem a liberação dos cidadãos dos antigos vínculos estamentais-corporativos e há o nascimento do Estado-nação, que abre um livre caminho rumo ao desenvolvimento do sistema econômico capitalista, que, segundo Habermas: “Esta formação estatal assegurou condições propícias ao desenvolvimento, em escala mundial, do sistema econômico capitalista. O Estado nacional configurou a infra-estrutura para umaadministração disciplinada pelo direito, além de oferecer a garantia para um espaço de ação individual e coletiva, livre do Estado”. Existem autores que acreditam que a democracia jamais foi um objetivo da burguesia ou fundamento do Estado liberal, já que o que ficou em evidencia, foi somente a garantia de uma igualdade formal e a liberdade de atuação econômica. As conquistas históricas em prol daparticipação política teriam sido, em verdade, decorrência direta da mobilização das massas, que acabavam forçando concessões da burguesia em nome uma estabilidade social. Dessa forma, Atilio A. Boron diz que “... o que faltava era um Estado capitalista, que fosse burguês e liberal, mas não necessariamente democrático. Sua progressiva democratização foi resultado de um longo e violento processo deextensão dos direitos civis, políticos e sociais, que assegurou as liberdades requeridas para o exercício pacífico da competição política. É preciso sublinhar, no entanto, que essa abertura não foi uma benévola concessão “de cima”, mas o resultado da mobilização política das classes subalternas que, com seu protesto e suas reivindicações, seus partidos e sindicatos, forçaram a democratização doEstado liberal. Justamente nesse momento que a democracia representativa demonstra a sua ineficiência. Ela não funciona porque a atuação dos representantes, organizados ou não em partidos políticos, geralmente não atende aos interesses dos representados, e sim a seus próprios interesses.
Esta condição de democracia formal transforma os políticos em técnicos e o Estado passa a ocupar posição de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cultura e Capitalismo na Pós-Modernidade
  • RESENHA CRÍTICA sobre o artigo: Capitalismo e Democracia na pós modernidade.
  • Pré- Modernidade, Modernidade e Pós- Modernidade
  • democracia na modernidade
  • Modernidade e Pós Modernidade
  • Pós Modernidade
  • Passagem da Modernidade à Pós-Modernidade
  • Transição da Modernidade para Pós Modernidade

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!