• Capital intelectual – gestão do conhecimento

Páginas: 6 (1391 palavras) Publicado: 3 de maio de 2012
DIRCE MARIA DOS ANJOS - R. A. 1069596




• Capital Intelectual – Gestão do Conhecimento



Centro Universitário Claretiano
DGRH-Tecn. Rec Humanos
Disciplina de Administração IIProf.: Agostinho Fernando Adami









CUIABÁ – MT
2.012





Capital Intelectual – Gestão do Conhecimento

Vivemos na sociedade do conhecimento, onde o talento humano e suas capacidades são vistos como fatores competitivos no mercado de trabalho globalizado. Porém esse talento e essa capacidade têm que ser vistacom outros olhos, olhos de colaboradores e não de concorrentes. Necessitamos assim resgatar o papel do ser humano na organização, a fim de torná-los competentes para atuar em suas atividades como colaboradores. É com este cenário que as organizações devem ter a visão de que o Capital Humano será seu grande diferencial.
Os avanços observados nas últimas décadas têm levado as organizações abuscarem novas formas de gestão com o intuito de melhorar o desempenho, alcançar resultados e atingir a missão institucional para o pleno atendimento das necessidades dos clientes. Nota-se também que o sucesso das organizações modernas depende, e muito, do investimento nas pessoas, com a identificação, aproveitamento e desenvolvimento do capital intelectual.
Observa-se que existe um grande esforçono sentido de mudar do antigo modelo burocrático para um modelo de gestão gerencial que em muitos casos grandes avanços aconteceram, como por exemplo, a introdução de novas técnicas orçamentárias, descentralização administrativa de alguns setores, redução de hierarquias, implementação de instrumentos de avaliação de desempenho organizacional.
A real vantagem competitiva no mercado não estásomente representada no financeiro ou nos altos investimentos em tecnologia, entre outros exemplos que poderíamos citar, mas sim nas pessoas que compõem a organização, que movimentam tudo isto no cotidiano.
O Capital humano, então, pode-se assim dizer, é fonte de vantagem competitiva.
Todas as tendências indicam profundas transformações sociais, políticas e econômicas, com impacto direto esignificativo no ambiente dos negócios. Pessoas, não são produtos, elas são os mais valiosos agentes dos organismos sociais. Há dificuldade por parte de muitos gestores, em mensurar e demonstrar os resultados do desempenho das pessoas, que afetam diretamente a lucratividade e a competitividade das organizações.
O capital humano, fonte de riqueza para as organizações que semeiam a longevidade paraseu negócio, muitas vezes é ignorado pelo gestor, o que causa frustração. Mas como isso pode acontecer se o capital humano de uma empresa é seu ativo mais importante? Bom, acontecer pode, mas o futuro dessas organizações é sombrio.
Para liberar o capital humano que já existe na organização é preciso minimizar as tarefas irracionais, o trabalho burocrático, inútil, e as competições internas(STEWART, 1998, p.78).

As empresas necessitam agregar valor não somente aos produtos, mas fundamentalmente ao saber de seus funcionários. A criação de um centro de aprendizagem, onde o colaborador pode desenvolver suas habilidades é um passo importante, pois gera satisfação e motivação.
A possibilidade de fazer valer o pensamento criativo dentro dessas organizações que valorizam o capital humano ésinal de prosperidade, pois o acúmulo do saber nunca é demais.
Estando com mais essa competência desenvolvida, o colaborador será visto pela empresa como um funcionário com muito valor agregado e difícil de substituir, sendo diferenciado do restante. Torna-se uma missão para a empresa manter em seu quadro pessoas com essas características, evitando sua fuga. Para isso a empresa deverá ser...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Gestão do Conhecimento e Capital intelectual
  • Capital intelectual e gestão do conhecimento
  • Gestão do conhecimento e capital intelectual
  • Capital Intelectual e Gestão do Conhecimento
  • Tecnologia ligada ao capital intelectual e a gestão do conhecimento
  • A importância da gestão do conhecimento e capital intelectual nas organizações
  • Tecnologia ligada ao capital intelectual e a gestão do conhecimento
  • Competências do enfermeiro na gestão do conhecimento e capital intelectual

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!