Câncer de endométrio, vulva e vagina

Páginas: 18 (4384 palavras) Publicado: 24 de outubro de 2012
CÂNCER DE ENDOMÉTRIO
Mais comum em países desenvolvidos. 80% na pós-menopausa, maioria estrogênio dependente. A idade mediana é de 61 anos.
* ¾ dos cânceres de endométrio ocorrem em pacientes com idade > 50 anos;
* 20% idade 40-50;
* 5% idade < 40 anos.

DIVISÃO CLINICOPATOLÓGICA (Bokhman, 1983)
| Tipo 1 | Tipo 2 |
Status menopausal | Pré ou peri-menopausa |Pós-menopausa |
Associação a estrógeno | Sim | Não |
Característica endométrio | Hiperplasia atípica | Atrofia |
Obesidade | Sim | Não |
Paridade | Nulipara | - |
Grau | Baixo | Alto |
Subtipo histológico | Endometrióide | Seroso-papilífero / Células claras |
Comportamento | Indolente | Agressivo |
Genômica | Mutação do PTEN | Mutação do p53 |

FATORES DE RISCO
* Relação direta coma exposição a estrogênios sem a antagonizaçao por progestágenos;
* Obesidade.
* Menopausa tardia e menarca precoce.
* Hipertensão arterial e Diabetes Mellitus associados à obesidade.
* Nuliparidade.
* Infertilidade – Anovulação Crônica.
* Uso de Tamoxifeno.
* Hiperplasia ou pólipo endometrial prévio.
* Síndrome de Lynch II.
* Tumores ovarianos produtores deestrógeno.
* PACIENTE TÍPICA : diabética, hipertensa e obesa com sangramento pós-menopausa.

HIPERPLASIA DO ENDOMÉTRIO
Pode preceder e constituir fator de risco para o Câncer de Endométrio.
A Classificação é com base em alterações celulares e arquiteturais glandulares em epitélios com atividade proliferativa:

TIPO DE HIPERPLASIA ENDOMETRIAL Kurman - 1985 | RISCO DE PROGRESSÃO PARACÂNCER DE ENDOMÉTRIO |
Hiperplasia simples sem atipia | 1% |
Hiperplasia complexa sem atipia | 3% |
Hiperplasia simples com atipia | 8% |
Hiperplasia complexa com atipia | 29% |

Tratamento das hiperplasias com atipia = Histerectomia (achado de até 40% de câncer de endométrio na congelação). Pacientes desejosas de fertilidade portadoras de hiperplasias com atipia = uso de progestágenos eseguimento rigoroso.

MANIFESTAÇOES CLÍNICAS
>95 % - SANGRAMENTO GENITAL OU CORRIMENTO PURULENTO como SINTOMA INICIAL.
Citologia: sensibilidade baixa (<50% tem citologia positiva).
Presença de células endometriais na citologia – valor preditivo positivo de 30% na pósmenopausa e < 10% no menacme.
DIAGNÓSTICO DO CÂNCER DE CORPO UTERINOEM PACIENTES COM SANGRAMENTO NA PÓS-MENOPAUSA |IDADE | % |
50-59 | 9.3 |
60-69 | 16.3 |
70-79 | 27.9 |
>80 | 60.0 |
PRINCIPAIS CAUSAS DE HEMORRAGIAS GENITAIS NA PÓS MENOPAUSA |
ETIOLOGIA | % |
Estrógeno exógeno | 30 |
Atrofia | 30 |
Câncer de Endométrio | 15 |
Pólipo | 10 |
Hiperplasia | 5 |
Outros | 10 |

DIAGNÓSTICO
O diagnóstico de câncer é realizado através da avaliação histológica do endométrio após suspeitaclínica.
Investigação:
* Biópsia por aspiração do endométrio: apresenta melhor acurácia em tumores avançados.
* Histeroscopia com biópsia endometrial.
* Curetagem uterina semiótica (caso histeroscopia não disponível).
* Ultrassom Transvaginal: empregado para avaliação de espessura do endométrio através do eco endometrial.
* Normal até 5 mm = mulheres menopausadas sem uso deterapia hormonal ou tamoxifeno.
* Normal até 10 mm = mulheres em terapia hormonal.

TIPOS HISTOLÓGICOS
Adenocarcinoma endometrióide
* Clássico.
* Variantes : diferenciação escamosa , viloglandular e papilífero 80 % das neoplasias de endométrio.
* G 1 : crescimento sólido menor igual a 5 % do tumor.
* G 2 : crescimento sólido entre 6 e50 % do tumor.
* G 3 : crescimentosólido maior que 50% do tumor.
* Também são características de maior agressividade;
* Atipia nuclear;
Presença de diferenciação escamosa.

Adenocarcinoma mucinoso
* 5% dos casos; bom prognóstico.

Adenocarcinoma seroso-papilífero
* 3-4 % das neoplasias do endométrio.
* Alto grau de atipia nuclear; arquitetura complexa e necrose proeminente.
* Corpos psamomatosos são...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Cancer do endométrio
  • Cancer de vulva
  • Cancer de vagina
  • cancer de vagina
  • Patologias do útero, vagina e vulva
  • Câncer do Colo do Útero e da Vulva
  • Radioterapia adjuvante no tratamento do câncer de endométrio
  • vagina

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!