Burgueses e Proletários

Páginas: 6 (1389 palavras) Publicado: 6 de fevereiro de 2014
Resumo da 4ª Aula: “burgueses e proletários”


11 de janeiro de 2009
Nesta aula o companheiro Rui explanou algumas idéias importantes do primeiro capítulo do livro “O Manifesto Comunista”, fundamentais para a compreensão do materialismo histórico que é um dos “pilares” do marxismo.

“A sociedade burguesa moderna, que brotou das ruínas da sociedade feudal, não aboliu os antagonismos declasses. Não fez senão substituir velhas classes, velhas condições de opressão, velhas formas de luta por outras novas”.

Essa frase da obra explica que a sociedade capitalista apenas modificou a forma das relações de produção, mas o conteúdo dessas relações não só se manteve, como se aprofundaram através do aumento das explorações e das contradições sociais.

“Entretanto, a nossa época, a épocada burguesia, caracteriza-se por ter simplificado os antagonismos de classes. A sociedade divide-se cada vez mais em dois vastos campos opostos, em duas grandes classes diametralmente opostas: a burguesia e o proletariado.”

Essa simplificação dos antagonismos sociais é um indício de que a sociedade capitalista cada vez mais se aproxima do seu fim.

Essa conclusão, que Marx e Engels chegaramé uma das teses marxistas mais combatidas pela burguesia em toda história. Essa campanha atingiu o seu auge após a 2ª guerra mundial quando foi estabelecido o chamado “Estado de bem estar social” nos países avançados como uma medida defensiva da burguesia imperialista frente à perspectiva da revolução proletária mundial. Essa campanha caiu no vazio após o início do período chamado “neoliberal” queé exatamente o período da tentativa da burguesia em retirar gradualmente todos os direitos conquistados anteriormente pelas lutas operárias.

A leitura dessa obra explicita uma das diferenças fundamentais entre o método de análise do materialismo histórico em relação às diferentes correntes idealistas de pensamento. Pois, para o marxismo não é possível compreender um fenômeno fora do seudesenvolvimento histórico, em oposição ao método idealista, que procura compreender os fenômenos sociais a partir de teses abstratas fora do tempo e do espaço.

Outro aspecto importante da obra foi demonstrar o papel revolucionário da burguesia ao transformar as relações de produção feudais. Pois, isso propiciou, por exemplo, uma desmistificação das relações sociais estabelecidas no feudalismo como afamília e o casamento sendo vistas a partir de então como simples relações comerciais. Na fase atual decadente do capitalismo, a burguesia cada vez mais impotente diante das contradições sociais, procura restabelecer esses tipos de relações conservadoras medievais. 
RESENHA CRÍTICA DO CAPÍTULO: BURGUESES E PROLETÁRIOS
O elemento principal deste capítulo inicial é a definição concreta de duasclasses e o contexto histórico de exploradores e explorados e suas lutas. Na concepção contemporânea de luta de classes, a burguesia tende a largar todo o respeito e temor religioso e transforma todos os profissionais por ela remunerados.
Os donos dos meios de produção, os burgueses, exploram a mão de obra assalariada, que não possuem nada a não ser sua força de trabalho para vender aos burgueses. Asociedade burguesa moderna vem da ruptura do sistema feudal sem suprimir a luta de classes, o que acontece é uma substituição das antigas classes por novas classes, por nova opressão, por novos modos de luta.
O que acontece na sociedade capitalista é uma simplificação das disputas de classe, a sociedade divide-se em duas vertentes, burgueses e proletários. Os servos da Idade Média deram origem àsprimeiras comunas, e dessas comunas nascem os primeiros elementos da burguesia.
Existiram quatro sistemas econômicos distintos, ou modos de produção; o Comunismo Primitivo, Escravismo, Feudalismo e Capitalismo. O capitalismo forma-se da expansão e demandas que aumentaram a níveis globais, com isso a manufatura cede lugar à grande indústria moderna. Com a multiplicação de capitais pelos...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Burgueses e proletários
  • Burgueses e Proletários
  • burgueses e proletarios
  • Karl marx
  • resumo proletários e burgueses
  • Resumo : Manifesto do Partido Comunista, cap. I
  • Proletario
  • Resenha sobre o capitulo 1: “Burgueses e Proletários” Livro MANIFESTO DO PARTIDO COMUNISTA de Karl Marx e Friedrich...

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!