Bullying na escola envolvendo crianças obesas do sexo feminino

Páginas: 21 (5007 palavras) Publicado: 2 de junho de 2013
UNIPAR – UNIVERSIDADE PARANAENSE
CURSO DE PSICOLOGIA

CLAUDIA VASQUEZ
DANILO GOMES DA SILVA
GABRIELA DA SILVA
IZABELLA DE CASTRO GUELFI
PAULO DA SILVA BRAZ

BULLYING NA ESCOLA ENVOLVENDO CRIANÇAS OBESAS DO SEXO FEMININO

UMUARAMA
2013
CLAUDIA VASQUEZ
DANILO GOMES DA SILVA
GABRIELA DA SILVA
IZABELLA DE CASTRO GUELFI
PAULO DA SILVA BRAZ

BULLYING NA ESCOLA ENVOLVENDO CRIANÇASOBESAS DO SEXO FEMININO

Trabalho acadêmico do 1º Bimestre da disciplina de Pesquisa social do curso de Psicologia da Universidade Paranaense – UNIPAR.
Orientação da Prof.ª Maria Adelaide.

UMUARAMA
2013

OBESIDADE INFANTIL

A obesidade, segundo Luiz (2005), se enquadra nos problemas de saúde pública, e é muito frequente dentre os transtornos nutricionais infantis. “A obesidade infantil édefinida, como nos adultos, por um acúmulo excessivo de massa de gordura” (FRELUT & NAVARRO, 200 apud LUIZ et al. 2005, p. 371). Spada (2005) apresenta a obesidade como um problema crônico que representa, nos dias de hoje, uma epidemia em todos os países ditos industrializados.
“Nos países desenvolvidos, a obesidade infantil atinge proporções epidêmicas, começando a substituir a desnutrição eas doenças infecciosas, tornando-se fator significativo em problema de saúde” (BROWNELL & O’NEIL, 1999 apud LUIZ et al. 2005, p. 371). Segundo os mesmos autores, todos os países industrializados sofrem o drama do aumento dos índices de obesidade infantil, talvez os maiores contribuintes para tal realidade sejam o consumo excessivo de alimentos somada com a inatividade física.
Segundo apesquisa de Orçamento Familiar (POF), realizada entre 2008-2009 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatistica (IBGE), uma em cada três crianças brasileiras com idade entre 5 e 9 anos estão com peso acima do recomendado pela Organizacao Mundial de Saude (OMS) e pelo Ministério de Saúde (Ministério de saúde, 2012). De acordo com a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e da SíndromeMetabólica – ABESO, o número de meninos acima do peso passou de 15% para 34,8% no período entre 1989 e 2009, porem durante este período o número de obesos teve um aumento de mais de 300% nesta mesma faixa etária, o que indica uma variação ainda maior (e alarmante) no índice de meninas acima do peso. O aumento da obesidade infantil nas ultimas décadas a caracteriza como uma verdadeira Epidemia Mundial(OLIVEIRA; FISBERG, 2003).

Este fato é bastante preocupante, pois a associação da obesidade com alterações metabólicas, como a dislipidemia, a hipertensão e a intolerância à glicose, considerados fatores de risco para o diabetes melitus tipo 2 e as doenças cardiovasculares até alguns anos atrás, eram mais evidentes em adultos, no entanto, hoje já podem ser observadas frequentemente na faixaetária mais jovem (OLIVEIRA; FISBERG, 2003, p.107).

A obesidade na infância esta relacionada a diversas complicações, ligadas ao aumento de mortalidade, pois, quanto maior o período de tempo que esse individuo permanece acima do peso, maior as complicações em sua saúde aumentando as chances de uma morte precoce (MELLO; LUFT; MEYER, 2004).
É importante observar que a obesidade prevalece em criançasde todas as idades, adultos e jovens, apresentando alto risco de mortalidade e morbidade, é de difícil tratamento e pode trazer consequências sociais e emocionais. Obesidade é um problema crônico, e também pode ser encarado como uma síndrome onde há diversos fatores que influenciam e estimulam a obesidade, tais como, ingestão de alimentos de altos valores calóricos, aspectos emocionais, sociais,culturais e ate econômicos (SPADA, 2005).
O tratamento da obesidade infantil, conforme nos apresenta Spada (2005) é corriqueiramente negligenciado, seja por parte da família ou de muitos profissionais, que esperam por uma solução espontânea, e não levam em consideração que o risco da obesidade persistir na vida adulta é enorme, quanto mais idade a criança obesa tem, maior a probabilidade de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • O TRATAMENTO DE BULLYING FEMININO NAS ESCOLAS: ESTRATÉGIAS DE PREVENÇÃO SEGUNDO UMA REVISÃO DE LITERATURA.
  • Nutrição em criança obesa.
  • Qualidade de vida de crianças obesas
  • BULLYING NA ESCOLA: Diminuição do bullying na escola
  • Sexo na escola
  • Auto imagem de crianças obesas
  • Alimentação para crianças obesas
  • Impacto do alcoolismo no sexo feminino

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!