BRINCAR Elenor Kunz

Páginas: 27 (6599 palavras) Publicado: 6 de junho de 2015
O brincar como diálogo/pergunta e não como
resposta à prática pedagógica
Heloisa dos Santos Simon*
Elenor Kunz**
Resumo: O pres ente texto traz uma abordagem de
fundamentação pedagógica sobre a relação entre o mundo
de movimento da criança e a imaginação, e como essa relação
pode ser transpassada para o ensino. Elementos da natureza,
atividades com estórias, brinc adeiras de faz de conta,atividades de circo e contação de histórias fomentam a
liberdade, a vivacidade e a riqueza da imaginação no brincare-se-movimentar. Assim focamos no que é primordial, nos
elementos primários que nos levam ao Ser do ser humano, à
sua consciência, ao outro, à arte, à natureza e à vida.
Palavras-chave: Movimento. Criança. Imaginação.

1 INTRODUÇÃO
O presente texto é resultado de uma investigação teóricasobre
fundamentos pedagógicos da relação entre o mundo de movimento
da criança e a fluidez da imaginação, e como esta relação pode ser
transpassada pela prática pedagógica de Educação Física1.
Na literatura voltada à Educação Infantil muito se fala sobre o
lúdico e a brincadeira, porém de maneira muitas vezes já
esquematizada e fechada: com formas pré-definidas de movimento;
com início e fim deatividades pré-estabelecidas; sem espaço, tempo
e liberdade para outras possibilidades de movimento. Utilizam circuitos
fechados, sem espaço para criação ou expressão pela criança e são
montados de modo a direcionar e controlar o movimento delas.

*

Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Centro de Desportos .Universidade Federal
de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. E-mail:heloisa_simon@hotmail.com
**

Programa de Pós-Graduação em Educação Física. Centro de Desportos. Universidade Federal
de Santa Catarina, Florianópolis, SC, Brasil. E-mail: elenkunz@terra.com.br>
1

Esse texto é proveniente de dissertação de mestrado apresentada ao Programa de PósGraduação em Educação Física da Universidade Federal de Santa Catarina.

376 Ensaios

Heloisa Simon, Elenor Kunz

Discussões comvariadas abordagens e proposições têm sido
disseminadas na Educação Infantil, porém, nos focamos na
necessidade de estudos sobre a criança que se-movimenta e que,
através do brincar, se relaciona e dialoga com o mundo (KUNZ,
2009). Essa relação dialógica da criança com o mundo que acontece
através do movimento, no que compete à Educação da criança
pequena, demanda muito mais do que o ensino - requercuidado e
envolvimento, brincadeira, arte e sentimento.
Quando nos focamos na imaginação da criança, nosso objetivo
é redescobrir esse caminho da fantasia que parece perdido entre
tantas teorizações e racionalizações excessivas de concepções
pedagógicas que veem o brincar somente como instrumento para o
desenvolvimento da criança com vistas a competências futuras tanto
em relação ao esporte comoao trabalho. Essas concepções
geralmente objetivam padrões de movimento pré-estabelecidos,
atividades fechadas e habilidades padronizadas.
Desviar-nos dessa forma de 'ver' a criança nos aproximou dos
estudos com referência fenomenológica e do conceito de 'brincare-se-movimentar', na busca por uma melhor compreensão dos
fenômenos intuitivos e da consciência da criança pequena. Por isso,
buscamosreferência na cunhada 'teoria do se-movimentar',
disseminada no Brasil por Elenor Kunz, que vem buscando estudar
o ser-no-mundo através de uma concepção dialógica de movimento
humano, com apoio na fenomenologia. O autor critica o enfático
direcionamento biomecânico e fisiológico do ensino-aprendizagem
de movimento nas escolas e enfatiza que o processo educativo deve
tratar também das significações eintencionalidades do mundo de
movimento, as quais são 'modos' de expressividade humana e
experiências de ser-no-mundo.

2 ENTRANDO NO MUNDO DA IMAGINAÇÃO
A imaginação é considerada por Husserl (2006) como um ato
dinâmico, livre e criativo de intencionalidade. É um modo único,
constitutivo de consciência. Husserl (2006) afirma que a percepção
, Porto Alegre, v. 20, n. 01, p. 375-394, jan/mar de...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Resumo livro Elenor Kunz, Elenor (Org.) Didática da Educação Física 1. Ijuí: Ed. Unijuí, 2013.
  • CRÍTICA A TEORIA CRÍTICO-EMANCIPATÓRIA: UM DIÁLOGO COM ELENOR KUNZ A PARTIR DO CONCEITO DE EMANCIPAÇÃO HUMANA
  • Brincar
  • O brincar
  • Brincar
  • O brincar
  • brincar
  • o BRINCAR

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!