Brincando também se aprende

Páginas: 61 (15039 palavras) Publicado: 9 de outubro de 2013
 INTRODUÇÃO


Como resultado da promulgação da Constituição Federal de 1988, foi elaborado novas Leis para as Políticas Sociais. Com relação à Educação, em 1996, foi exarada a Lei de Diretrizes e Bases para Educação Nacional, Lei 9.394/96 e na sua seção ll, trata especificamente da Educação Infantil.
O reconhecimento legal da EducaçãoInfantil como primeira etapa da educação básica, tem como finalidade o desenvolvimento integral da criança de 04 meses até 06 anos de idade, em seus aspectos físicos, psicológicos, intelectual e social complementando assim a ação da família e da comunidade.
È fundamental compreender que para o desenvolvimento integral da criança, as formas de interação e controle nos espaços da Educação Infantildeverão ter características lúdicas e educativas, envolvidas pelo processo pedagógico, considerando que o desenvolvimento infantil se dá numa rede de significações, onde o adulto e o meio são os atores principais.
A brincadeira na escola apresenta uma situação de aprendizagem a ser valorizada e incentivada pelo educador. Ela pode ocorrer espontaneamente durante as atividades livres do recreio,embora seja interessante que a escola ofereça materiais, espaços e recursos que tornem ainda mais enriquecedoras.
A atividade lúdica contribui para o bom andamento do processo de socialização. È primordial que o brinquedo, a brincadeira e o jogo, o prazer marque sempre um encontro com a criança e a escola. A brincadeira pode ser entendida como um diálogo simbólico entre a criança e a realidade naqual está inserida. O lúdico faz parte do processo educativo, na medida em que alie o conhecimento ao cotidiano.
O brinquedo, o jogo, a brincadeira são gostosos, dão prazer trazem felicidade. Através do prazer de brincar, possibilita à criança a vivência de sua faixa etária e ainda contribui de modo significativo, para sua formação como ser realmente humano, participante da cultura da sociedade emque vive. A vivência do lúdico é imprescindível em termos de participação cultural, e principalmente criativa.
As brincadeiras constituem um fator importantíssimo para o desenvolvimento intelectual, motor e afetivo das crianças, pois permitem que elas entendam o mundo, expressando suas ações, sentimentos e idéias. Participando de brincadeiras, as crianças aprendem a conhecer e dominar arealidade, orientando-se no espaço e o tempo. Brincando, desempenham papéis, sentem emoções, cooperam entre si e amadurecem num ambiente de aceitação, tendo em vista a própria natureza da brincadeira que permite a exploração de novas maneiras de resolver problemas, num ambiente de colaboração.
Em situações entre o brinquedo e brincadeiras muitas aprendizagens ocorrem de forma não consciente e, durante oprocesso, os alunos as observem de forma alegres e descontraídas. Isso facilita o desenvolvimento da criatividade, proporcionando uma base em que se possam inserir aprendizagens mais complexas, como ler, por exemplo.
Quando os adultos participam de brincadeiras com as crianças, podem interagir com elas de forma descontraída. A partir daí as aprendizagens surgem de forma natural e sem sofrimentos.O jogo pode se tornar uma estratégia didática quando as situações são pranteadas e orientadas pelo adulto visando a uma finalidade de aprendizagem, isto é proporcionar às crianças algum tipo de conhecimento, alguma relação ou atitude. Para que isso ocorra, é necessário haver uma intencionalidade educativa, o que implica planejamento e previsão de etapas pelo professor; para alcançar objetivospredeterminados e extrair do jogo atividades que lhes são decorrentes. (Brasília, MEC/SEF, V.3, p.211, 1998, RCNEI).
Consciente da necessidade das atividades lúdicas na vida escolar das crianças e dos fatores que podem ser desenvolvidos através dela, justifica-se o levantamento dos seguintes questionamentos:
Qual é o melhor lugar que a brincadeira pode ocupar? Nem tão “largada”...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • JOGANDO E BRINCANDO TAMBÉM SE APRENDE
  • Brincando também se aprende matemática
  • brincando, jogando tambem se aprende
  • Matemáica: brincando também se aprende
  • O lúdico na matemática;Brincando também se aprende
  • É brincando que se aprende
  • É BRINCANDO QUE SE APRENDE
  • Brincando Que Se Aprende

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!