bombas

Páginas: 6 (1327 palavras) Publicado: 9 de abril de 2014
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO CARLOS
CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLOGIA
Departamento de Engenharia Química

RELATÓRIO DO EXPERIMENTO VI:
BOMBAS

Laboratório de Processos Químicos
Profª. Dra Edinalda Augusta Moreira
Profª. Dra Rosineide Gomes da Silva
Fábio Nihari Nogueira
Felipe Milhardo dos Santos
João Paulo Urbano
Lucas Eidi Sasahara
Marcelo Almeida Pina
Mauro Mileta MenachoSão Carlos
Maio de 2010

RA 296759
RA 296937
RA 296902
RA 296899
RA 297356
RA 271152

ÍNDICE

1. INTRODUÇÃO ....................................................................................................1
2. MATERIAIS E MÉTODOS .................................................................................4
3. RESULTADOS E DISCUSSÃO..........................................................................5
4. CONCLUSÃO ......................................................................................................7
5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS .................................................................7
6. MEMORIAL DE CÁLCULOS ............................................................................8

1. INTRODUÇÃO

Objetivo
Operar uma bombacentrífuga e realizar medidas de vazão e leituras em medidor
de pressão. A partir de ensaios, determinar a curva característica da bomba: altura
manométrica em função da vazão.

Fundamentação Teórica
Considerando o seguinte sistema:

Figura 1: Sistema de recalque

Onde:
S: Sucção
D: Descarga
z1: Altura do nível do tanque 1 até o centro da bomba
z2: Altura do centro da bomba até onível do tanque 2
Balanço de energia em cada um dos trechos:
-Trecho 1-S:
𝐸1 − 𝐸 𝑠 = 𝑧1 − 𝑧 𝑠 +

2
𝑉1 − 𝑉 𝑠2

2𝑔

+

𝑃1 − 𝑃 𝑠
𝛾

= 𝑙𝑤1−𝑠

(1)

A diferença de energia mecânica entre dois pontos para qualquer trecho de uma
tubulação onde não haja bomba é conhecida como perda de carga.

Rearranjando os termos e sabendo que ZS = 0, obtém-se o termo Es que
representa a soma dasenergias na sucção da bomba:
𝐸𝑠 =

𝑃𝑠
𝛾

+

𝑉 𝑠2
2𝑔

𝑃1

=

+

𝛾

2
𝑉1

2𝑔

+ 𝑧1 − 𝑙𝑤1−𝑆

(2)

-Trecho D-2:
𝐸 𝐷 − 𝐸2 = 𝑧 𝐷 − 𝑧2 +

2
𝑉 2 − 𝑉2
𝐷

2𝑔

𝑃 𝐷 − 𝑃2
𝛾

+

= 𝑙𝑤 𝐷−2

(3)

Rearranjando os termos e sabendo que ZD = 0, obtém-se o termo ED que
representa a soma das energias na descarga da bomba:
𝐸𝐷 =

𝑃𝐷
𝛾

+

𝑉2
𝐷
2𝑔

=

𝑃2
𝛾

+

2𝑉2

2𝑔

+ 𝑍2 + 𝑙𝑤 𝐷−2

(4)

Fazendo HS = ED – ES:
𝐻S = 𝐸 𝐷 − 𝐸 𝑆 =

PD − PS
γ

+

V2 − V2
D
S
2g

=

P2− P1
γ

+

V2− V2
2
1
2g

+ Z2 − Z1 + 𝑙𝑤 𝐷−2 + 𝑙𝑤1−𝑆
(5)

Obtém-se:
𝐻S = 𝐸 𝐷 − 𝐸 𝑆 =

PD − PS
γ

+

V2 − V2
D
S
2g

=

P2− P1
γ

+

V2− V2
2
1
2g

+ Z2 − Z1 + 𝑙𝑤

(6)

A equação representa o balanço da energia entre os pontos 1 e2 da figura:
𝐻 𝑆 = 𝐸2 − 𝐸1 =
𝐻𝑆 =

∆𝑃
𝛾

+

∆𝑉 2
2𝑔

𝑃2 − 𝑃1
𝛾

+

2
2
𝑉2 − 𝑉1

2𝑔

+

𝑍2 − 𝑍1 + 𝑙𝑤

+ ∆𝑍 + 𝑙𝑤

(7)
(8)

Onde:
HS: Altura manométrica do sistema
𝑃
𝛾

: Energia de pressão por unidade de peso

𝑉2
2𝑔

: Energia cinética por unidade de peso

𝑍: Energia de potencial por unidade de peso
𝑙𝑤: Perda de carga
Para a maioria dos casos:
∆𝑃
𝛾
∆𝑉2
2𝑔

= 0 (Tanques abertos)
= 𝑑𝑒𝑠𝑝𝑟𝑒𝑧í𝑣𝑒𝑙 (nível não se altera)

Ponto D – Manômetro → Pabs = Pman + Patm
Ponto S – Vacuômetro → Pabs = Patm - Pvac
𝐻𝑆 =

𝑃 𝑚𝑎𝑛 + 𝑃 𝑣𝑎𝑐
𝛾

+

𝑉2− 𝑉2
𝐷
𝑆
2𝑔

(9)

Nesta experiência:
𝐻𝑆 = 𝐻
𝑙𝑤 = 0
𝛾 = 𝜌𝑔
∆𝑃 = 𝑃 𝐷 − 𝑃 𝑆
∆𝑉 2 = 𝑉 2 − 𝑉 𝑆2
𝐷
∆𝑍 = 𝑍 𝐷 − 𝑍 𝑆
Assim, a equação (8) fica:
𝐻=

𝑃 𝐷− 𝑃 𝑆
𝜌𝑔

+

𝑉2− 𝑉2
𝐷
𝑆
2𝑔

+ (𝑍 𝐷 −𝑍 𝑆 )

(10)

Onde:
H = Carga da bomba
P = Pressão absoluta
V = Velocidade
Z = Altura em relação a um referencial
Índices: D = Descarga; S = Sucção
A equação (10) é usada para determinar experimentalmente a curva
característica de uma bomba.
A potência de uma bomba pode ser determinada pela multiplicação de sua carga
pela vazão mássica e pela aceleração da gravidade.

2....
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Bomba
  • bombas
  • Bombas
  • Bomba
  • bombas
  • a bomba
  • bomba
  • BOMBAS

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!