Boas práticas de laboratória e doenças parasitárias.

Páginas: 9 (2086 palavras) Publicado: 7 de agosto de 2012
Introdução




As doenças são manifestações patogênicas que influenciam na nossa qualidade de vida. Dependendo de sua gravidade, podem levar à morte e aqui falaremos um pouco sobre doenças parasitárias (ou parasitoses) que são doenças infecciosas causadas por um parasito protozoário ou metazoário.  Ao longo do trabalho, vamos mostrar três exemplos desse tipo de doença.
O trabalho tratatambém das BPL, que são as boas práticas da segurança do profissional.





































Doenças parasitárias



O parasitismo é uma relação direta e estreita entre dois organismos geralmente bem determinados: o hospedeiro e o parasita, que levam a produção de doenças parasitárias. As doenças parasitárias são responsáveis por considerávelmorbidade e mortalidade em
todo o mundo, e freqüentemente estão presentes com sinais e sintomas não específicos. A maioria das doenças parasitárias não pode ser diagnosticada apenas pelo exame médico, a investigação laboratorial torna-se necessária para definir se o paciente está ou não infectado com parasita e, se estiver, qual é a espécie do mesmo.


Malária

A malária é causada porprotozoários do gênero Plasmodium, como o Plasmodium vivax, Plasmodium falciparum, Plasmodium malariae e Plasmodium ovale: os dois primeiros ocorrem em nosso país e são mais frequentes na região amazônica.
Essa doença, conhecida também pelos nomes impaludismo, febre palustre, maleita e sezão, tem como vetor fêmeas de alguns mosquitos do gênero Anopheles. Estas, mais ativas ao entardecer, podem transmitira doença para indivíduos da nossa espécie, uma vez que liberam os parasitas no momento da picada, em sua saliva.
Transfusão de sangue sem os devidos critérios de biossegurança, seringas infectadas e mães grávidas adoecidas são outras formas em que há a possibilidade de contágio.
No homem, os esporozoítos infectantes se direcionam até o fígado, dando início a um ciclo que dura, aproximadamente,seis dias para P. falciparum, oito dias para a P. vivax e 12 a 15 dias para a P. malariae, reproduzindo-se assexuadamente até rebentarem as células deste local (no mosquito, a reprodução destes protozoários é sexuada). Após esses eventos, espalham-se pela corrente sanguínea e invadem hemácias, até essas terem o mesmo fim, causando anemia no indivíduo.
Febre alta, sudorese e calafrios, palidez,cansaço, falta de apetite e dores na cabeça e em outras regiões do corpo são os principais sintomas, que podem se manifestar a cada 48 horas, caso a infecção tenha sido causada pelo P. falciparum ou pelo P. vivax; e a cada 72 horas quando o agente causador é oP. malarie (febre quartã). Essa primeira espécie pode, ainda, afetar vários órgãos e sistemas do corpo, como o sistema nervoso e aparelhorespiratório.
Para confirmar a presença do parasita no sangue, a análise é feita por meio de uma pequena amostra, geralmente retirada da ponta do dedo do paciente (teste de gota espessa).
O tratamento é feito com o uso de fármacos orais e deve ser iniciado o mais rapidamente possível, para evitar complicações como anemia, icterícia e mau funcionamento dos órgãos vitais, além dos riscos que umindivíduo acometido pelo P. falciparum pode estar sujeito.
A prevenção consiste em evitar picadas do mosquito, fazendo o uso de repelentes, calças e camisas de manga longa, principalmente no período de fim da tarde e início da noite. Evitar o acúmulo de água parada a fim de impedir a ovoposição e nascimento de novos mosquitos é outra forma de evitar a malária.



Esquistossomose

Esquistossomose éuma doença causada pelo Schistosoma mansoni, parasita que tem no homem seu hospedeiro definitivo, mas que necessita de caramujos de água doce como hospedeiros intermediários para desenvolver seu ciclo evolutivo.
A transmissão desse parasita se dá pela liberação de seus ovos através das fezes do homem infectado. Em contato com a água, os ovos eclodem e libertam larvas que morrem se não...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • BOAS PRATICAS LABORATORIAS
  • doenças parasitarias
  • doenças parasitarias
  • Doenças parasitárias
  • Doenças parasitárias
  • Doenças parasitarias
  • Doenças Parasitarias
  • Doenças Parasitárias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!