Boas práticas de dispensação para farmácias e drogarias

Páginas: 12 (2771 palavras) Publicado: 14 de janeiro de 2013
BOAS PRÁTICAS DE DISPENSAÇÃO PARA FARMÁCIAS E DROGARIAS
IDENTIFICAÇÃO DO ESTABELECIMENTO
Farmácia .................. Ltda, nome fantasia ...................., instalada no endereço...............
RESPONSÁVEL TÉCNICO
-_ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _ _
CRF - _ _ _ _ _ _ _ _
OBJETIVO DO ESTABELECIMENTO
Finalizar as consultas médicas, fornecendo aos pacientes informações confiáveis sobre o usoracional dos medicamentos, prevenção e educação sanitária. Verificar a adesão e a eficácia da terapia medicamentosa. Assumir uma política de total assistência à terapia medicamentosa do paciente oferecendo propostas práticas de farmacoterapia, farmacovigilância, farmácia clínica e controle sobre aquisição e dispensação dos medicamentos de venda livre. Garantir a integridade e a conservação dos produtoscomercializados, desde a recepção até a dispensação e observar prazos e validade dos mesmos, atentamente.
FUNCIONAMENTO
A Farmácia é aberta às 0:00h e fecha às 0:00h de Segunda à Sexta-Feira, estando o Responsável Técnico presente por período integral no estabelecimento. O horário de almoço do responsável técnico é de 0:00 às 0:00h, há um intervalo de 15 minutos das 0:00h as 0:15h para lanche.Aos sábados, o horário é das 0:00h às 0:00h, também com a permanência do Farmacêutico no local. Aos domingos, horário é das 0:00h às 0:00h.
DEFINIÇÕES
Dispensação - ato de fornecimento e orientação ao consumidor de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos a título remunerado ou não.
Especialidade Farmacêutica - produto oriundo da indústria farmacêutica com registro noMinistério da Saúde e disponível no mercado.
Drogaria - estabelecimento de dispensação e comércio de drogas, medicamentos, insumos farmacêuticos e correlatos em suas embalagens originais.
Sanitização - conjunto de procedimentos que visam a manutenção das condições de higiene.
Produto - substância ou mistura de substâncias naturais (minerais, animais e vegetais) ou de síntese usada com finalidadesterapêuticas, profiláticas ou de diagnóstico.
Medicamento- produto farmacêutico, tecnicamente obtido ou elaborado, com finalidade profilática, curativa, paliativa ou para fins de diagnóstico.
Armazenamento/Estocagem - procedimento que possibilita o estoque ordenado e racional de várias categorias de materiais e produtos.
Registro do produto - ato privativo do órgão competente do Ministério daSaúde destinado a comprovar o direito de fabricação do produto, submetido ao regime de vigilância sanitária.
Produto descartável - qualquer produto de uso único.
Produtos sujeitos a controle especial - medicamentos que contenham substâncias constantes das listas anexas à Portaria nº 344, de 12/05/98 e suas atualizações.
Notificação de Receita - documento padronizado destinado à notificação daprescrição de medicamentos sujeitos a controle especial.
Receita - prescrição escrita de medicamento, contendo orientação de uso para o paciente, efetuada por profissional legalmente habilitado.
Perfuro cortante - instrumento que perfura e corta ao mesmo tempo.
Anti sepsia - emprego de substância capaz de impedir a ação dos microorganismos pela inativação ou destruição.
Correlato -substância, produto, aparelho, cujo uso ou aplicação esteja ligada à defesa e proteção da saúde individual ou coletiva.
CNPJ - Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica.
CRF - Conselho Regional de Farmácia.
DCB - Denominação Comum Brasileira Denominação do fármaco ou princípio farmacologicamente ativo aprovado pelo Órgão Federal responsável pela Vigilância Sanitária.
DDR - Dose Diária Recomendada.
Droga -Substância que tenha finalidade medicamentosa ou sanitária.
Número do Lote - Combinação definida de números e/ou letras que identificam um determinado lote, visando assegurar a rastreabilidade do mesmo. Quantidade definida de Insumo Farmacêutico, obtido em um único processo/operação, cuja Característica essencial é a homogeneidade.
Prazo de Validade - Data limite para a utilização do Insumo...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Boas práticas de dispensação para drogaria
  • Manual de boas práticas de dispensação
  • Manualde boas praticas de dispensação
  • manual de boas praticas de dispensação
  • manual de boas praticas para drogaria
  • Manual de boas praticas drogaria
  • Manual de boas práticas de dispensação
  • Boas praticas farmaceuticas em drogarias

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!