blá blá

Páginas: 4 (826 palavras) Publicado: 6 de agosto de 2013
Jjjjjjjjjjjjjjjjjjjjjj
SAJDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDDLAdldkaLDDDDDDDDD-
DDDDDDDDDDDDDDFJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJJ

O sequestro do ônibus 174 foi um episódio marcante da crônicapolicial do Rio de Janeiro, no Brasil. No dia 12 de junho de 2000, às quatorze horas e vinte minutos, o ônibus da linha 174 (atual 158) (Central–Gávea) da empresa Amigos Unidos ficou detido no bairrodo Jardim Botânico por quase 5 horas, sob a mira de um revólver, por Sandro Barbosa do Nascimento, sobrevivente da Chacina da Candelária.1
A agonia dos passageiros do ônibus carioca que faz a linha 174teve início às 14h20 de segunda-feira. No bairro do Jardim Botânico, fez sinal o assaltante Sandro do Nascimento. Com bermuda, camiseta e um revólver calibre 38 à mostra, ele pulou a roleta e sentou-sepróximo a uma das janelas. Vinte minutos depois, um dos passageiros conseguiu sinalizar para um carro da polícia que passava pela rua. O ônibus, então, foi interceptado por dois policiais. Nessemomento, o pânico já se havia instalado. O motorista e o cobrador abandonaram o veículo e alguns passageiros também conseguiram escapar, pulando pelas janelas e pela porta traseira. Dez passageiros, porém,foram tomados como reféns pelo sequestrador. Luciana Carvalho foi uma das primeiras que teve a arma colocada na cabeça. Sandro a levou para a frente do ônibus e queria que ela dirigisse o veículo.Foi ali que o sequestrador fez o primeiro disparo, um tiro contra o vidro do ônibus, feito para intimidar os fotógrafos e cinegrafistas no local.
Willians de Moura, que na época era estudante deadministração, foi o primeiro refém a ser liberado, ficando outras dez pessoas que eram todas do sexo feminino. Após a liberação de Willians, Sandro apontou a arma na cabeça de Janaína Neves e a fezescrever nas janelas, com batom, frases como: "Ele vai matar geral às seis horas" e "ele tem pacto com o diabo".
Após um tempo, Sandro libera também uma mulher chamada Damiana Nascimento Souza. Damiana...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • blá blá blá
  • bla bla bla
  • Bla bla bla bla
  • BLA BLA BLA BLA BLA
  • bla bla
  • bla bla bla
  • blá, blá blá
  • Bla bla bla

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!