Bioinformática

Páginas: 14 (3491 palavras) Publicado: 11 de outubro de 2012
UNIVERSIDADE DO ESTADO DE MINAS GERAIS
CURSO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS
UNIDADE DE UBÁ-MG
INFORMÁTICA I
PROFESSOR: CRISTIANO DINI


BIOINFORMÁTICA


Carine Alves Ferreira
Jéssica Nogueira Rosa
Jéssica R. Gomes Ferreira
Lucianita Meireles
1º Período de Ciências Biológicas

1. INTRODUÇÃO À BIOINFORMÁTICA
Do início até meados do século passado os geneticistas e químicos sequestionaram sobre a natureza química do material genético. Das pesquisas desenvolvidas, surgiu a conclusão de que o DNA era a molécula que armazenava a informação genética e, em 1953, sua estrutura química foi desvendada no clássico trabalho de Watson e Crick. Com a posterior descoberta do código genético e do fluxo da informação biológica, dos ácidos nucléicos para as proteínas, tais polímerospassaram a constituir os principais objetos de estudo de uma nova ciência, a Biologia Molecular. Logo surgiram métodos de sequenciamento desses polímeros, principalmente do DNA, que permitiam a investigação de suas sequências monoméricas constituintes. Desde então, mais de 18 bilhões dessas sequências já foram produzidas e estão disponíveis nos bancos de dados públicos.
Na segunda metade da década de90, com o surgimento dos sequenciadores automáticos de DNA, houve uma explosão na quantidade de sequências a serem armazenadas, exigindo recursos computacionais cada vez mais eficientes. Além do armazenamento ocorria, paralelamente, a necessidade de análise desses dados, o que tornava indispensável à utilização de plataformas computacionais eficientes para a interpretação dos resultados obtidos.Assim nascia a bioinformática. Essa nova ciência envolveria a união de diversas linhas de conhecimento a engenharia de softwares, a matemática, a estatística, a ciência da computação e a biologia molecular. Os primeiros projetos na área eram compostos por profissionais de diferentes áreas da biologia e informática e percebia-se certa dificuldade de comunicação: enquanto o biólogo procurava umasolução que levasse em consideração as incertezas e erros que ocorrem na prática, o cientista da computação procurava uma solução eficiente para um problema bem definido.
Assim, surgiu a necessidade de um novo profissional, que entendesse bem ambas as áreas e fizesse a ponte entre elas: o Bioinformata. Esse profissional deveria ter o conhecimento suficiente para saber quais eram os problemasbiológicos reais e quais seriam as opções viáveis de desenvolvimento e abordagem computacional dos problemas em questão.
Dado o sucesso e a importância que alcançaram os projetos Genoma e seus desmembramentos, o bioinformata tem sido um profissional requisitado e raro. No exterior, podem ser encontrados pelo menos 122 cursos de formação em bioinformática, em sua grande maioria centrada na América doNorte e Europa (http://linkage.rockefeller.edu/wli/bioinfocourse/). No Brasil, entretanto, até o início deste ano, não existiam cursos que formassem tais profissionais especializados. Políticas científicas governamentais têm procurado incentivar a formação de grupos de pesquisa e de pessoal nessa área, financiando projetos e criando cursos de pós-graduação. Em 2002, foi implantado o primeiro Curso deEspecialização (pós-graduação lato sensu) do LNCC (http://www.lncc.br/~biologia) - do qual formamos a segunda turma. Ainda neste ano foi autorizada pela CAPES a criação de dois cursos de doutorado em Bioinformática, um na USP e outro na UFMG (http://www.capes.gov.br/).
Voltando ao bioinformata, seria inocência idealizar que, para atender a tantas exigências, com o nível de conhecimento ecomplexidade esperados, esse profissional devesse ter obrigatoriamente uma formação tão ampla e profunda quanto se queira imaginar em todo o conhecimento envolvido.
Ocorre, porém, que a bioinformática é multidisciplinar (matemática, ciência da computação, estatística, biologia molecular, química, física.), o que normalmente provoca a especialização do profissional em determinada sub-região ou,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Bioinformatica
  • Bioinformática
  • Bioinformatica
  • Bioinformatica
  • Bioinformatica
  • Bioinformatica
  • Bioinformática
  • bioinformatica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!