Bioimagem Introdução da Radiologia

Páginas: 11 (2604 palavras) Publicado: 20 de maio de 2014
BIOIMAGEM

INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA

INCIDÊNCIA OU PROJEÇÃO

É o conjunto de meios para obtenção de uma radiografia.
Os principais meios que condicionam a obtenção de uma radiografia são:

• Fatores radiográficos
• Posicionamento
• Raio central

FATORES RADIOGRÁFICOS

Os fatores radiográficos básicos são:

- KV ( quilovolt ) - 1 x 1000 volts
- mA ( miliampere) - 1 / 1000 A
- E ( espessura ) - em centímetros e suas frações
- D ( distância ) - em metros e suas frações

1 - KV ( quilovolt )

O KV representa a velocidade de impacto dos elétrons liberados do catódio
( - ) contra o anódio ( + ). Quanto maior a quilovoltagem, menor o comprimento de onda e maior a penetração dos Raios – X.
O KV é oresponsável pelos contrastes intermediários entre o preto e o branco.
Podemos obter a quilovoltagem multiplicando a espessura ( e ) da região a ser examinada por 2 ( dois ) e somando uma constante ( C ). Para um mesmo exame a constante pode variar de acordo com o tipo de aparelho.

KV = 2 . e + C

Exemplos:

KV = ?
E = 20 cm KV = 2 x 20 + 30 KV =70
K = 30

KV = ?
E = 15 cm KV = 2 x 15 + 60 KV = 90
K = 60

KV = 80
E = 25 cm 80 = 2 x 25 + K K = 30
K = ?

KV = 100
E = ? 100 = 2 x E + 60 e = 20 cm
K = 60


2 - mA ( miliampere )

O mA que penetra naampola é o responsável pelo aquecimento do filamen- to catódico, que libera os elétrons para chocarem-se no anódio, produzindo os Raios – X.
A miliamperagem utilizada numa determinada radiografia, associada ao tempo ( segundo e suas frações ), nos dá o mAs ( miliampere-segundo ), que representa a quantidade de Raios – X.

A) TEMPO ( t ) - o tempo a ser utilizado numa radiografia éproporcional à incidência, aplicada ao exame radiológico. O tempo de exposição dos Raios – X coincide com o tempo de aquecimento do catódio ( polo negativo ).
B) mAs ( miliampere-segundo ) - representa a quantidade de Raios – X emitida durante a exposição. O mAs é o responsável pelos contrastes fortes, isto é, o preto e o branco. O mAS é o responsável pela densidade radiográfica.

Obtemos omAs multiplicando o mA ( miliampere ) pelo t ( tempo ).

mAs = mA x t

Exemplos:

mAs = ?
MA = 300 mAs = 300 x 0,5 mAs = 150
t = 0,5 s

mAs = ?
MA = 200 mAs = 200 x 1,0 mAs = 200
t = 1,0 s

mAs = ?
MA = 100 mAs = 100 x 2mAs = 200
t = 2 s




Podemos concluir:

- Numa mesma unidade de tempo, quanto maior o mA, maior a quantidade de Raios – X.
- Com alta miliamperagem, podemos conseguir grande quantidade de Raios – X, com tempo curto.
- Há uma certa padronização do mAs para cada região do corpo humano a ser examinada, proporcional, além da espessura, à densidade da região.

Cálculo domAs

mAs = KV x CMR

Onde:
mAs = miliampère segundo
KV = Kilovolt encontrado na fórmula do KV
CMR = Constante Miliamperimétrica Regional

Constante Miliamperimétrica Regional

Região CMR
Ossos 1,0
Partes moles 0,8
Pulmão 0,03


3 - E ( espessura )

De acordo com a espessura da região a ser examinada, o KV e o mAs terão que ser ajustados de maneira precisa paraobtermos uma radiografia de bom padrão. A espessura entra na fórmula para obtenção do KV:

KV = 2 . E + K

4 - D ( distância )

A distância é também um fator de exposição. Quanto mais próximo o tubo estiver do filme, maior será a quantidade de radiação que este receberá. Nessas condições a radiografia tende a ser mais escura.

A distância foco-filme para a maioria dos exames...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Introdução a radiologia
  • Introdução a radiologia
  • INTRODUÇÃO A RADIOLOGIA
  • introdução a radiologia
  • Introdução à radiologia
  • O papel do tecnologo em radiologia como gestor no setor de bioimagem
  • introdução basica de radiologia
  • Introdução a radiologia digital

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!