Bioética

Páginas: 5 (1250 palavras) Publicado: 23 de agosto de 2011
6 - Desenvolvimento da Pesquisa

6.1 - O que é a Eutanásia?
A resposta a este tipo de questão poderá ser encontrada em qualquer dicionário ou
enciclopédia, mas de uma forma bastante simplificada, sem referir os aspectos mais
importantes.
Contudo, esta pequena definição, não é muito pormenorizada para ter uma explicação
mais complexa e desenvolvida em nível da sua cientificidade,para saber o que é
realmente a eutanásia e como se processa.
Este polémico tema poderá ser encontrado no livro “História do Suicídio” escrito por
George Minois et al (1998), onde este pensador refere que durante o Séc. XVIII este tema
segue lentamente uma evolução cultural, e ao fim deste século já se ouve falar de
“despenalização do suicídio”, que se faz acompanhar por umaconspiração de silêncio.

6.2 - O que é o Aborto?
O aborto é a suspensão espontânea ou provocada da gravidez nas suas primeiras 28 semanas,
quando o feto ainda não pode viver extra uterinamente. O aborto provocado
é considerado delito pela maioria das Legislações e condenado pela moral Católica.
O aborto é hoje, um tema bastante controverso e polémico, sendo
muitos os países em que o abortonão é legal.
Considerado por uns como um passo em frente, o aborto é contestado
por outros.

6
7 - História do Aborto
Afirma que o aborto foi sempre muito perigoso, pelo que era raro e, quando se fazia, ou
falhava ou matava mãe e filho. O resultado de tudo isto é que o infanticídio acabou por ser
preferido ao aborto. A Igreja Católica condenava o aborto - o aborto aparece
explicitamentecondenado na primeira página de um escritor cristão do
século I, o Didaké.
Por volta de 1750 encontrou-se uma técnica de aborto que, embora
continuasse a matar muitas mães, constituiu um enorme "progresso".

7.1 - Fontes de Informação Sociológica
Método de aborto muito parecido com o actual método de dilatação e
extracção).
Na sequência da descoberta que permitia abortos comalguma
segurança, a rejeição do aborto abrandou e este chegou mesmo a ser
legalizado em muitos Estados. E, quer fosse legal quer não, o aborto no
século XIX tomou-se uma prática muito vulgar.
Em 1827 Karl Emst Von Boar descreveu pela primeira vez o
processo de concepção, e em meados do século XIX os médicos estavam já
completamente convencidos da existência desse processo. Muitos médicosiniciaram então uma campanha para proibir o aborto.
Em 1869, o parlamento inglês baniu o aborto, sendo o primeiro país
a fazê-lo.

7
8 - O aborto foi assim, proibido praticamente por toda a parte.
Como se afirma no Livro Branco do Aborto: “O aborto não é
novidade na história da humanidade, uma vez que se encontra relacionado
com a faculdade que o homem tem de intervir contra anatureza por
intermédio da cultura. Na época em que o cristianismo se divulgou no
mundo antigo, o aborto era praticado em grande escala, juntamente com
uma contracepção mais do que artesanal, o infanticídio e o abandono dos
recém-nascidos não desejados.” (Nouvel Observateur, 1971: 97)

8.1 - O aborto, a Igreja Católica e o Estado
“Igreja Católica e Aborto: Pluralidade deposicionamentos” (Soares, 2000), o Estado e
a Igreja são dois grandes opositores à legalização do aborto. Tanto o Estado como a
Igreja têm abandonado inúmeras mulheres à sua sorte, em mãos de parteiras, médicos
mercenários e curiosos/as.

8
4 - Introdução

Este trabalho aborda o tema eutanásia e aborto.
4.1 - Eutánasia esta pode ser entendida por “Suicídio Assistido” ou “Morte Voluntária”.
Apesquisa efectuada procura indicar algumas fontes de informação sociológica
que poderão ser consultadas por quem estiver interessado em conhecer mais sobre este
assunto.
Este tema já vem a ser debatido há muitos séculos atrás, contudo continua a ser
controverso e chocante, uma vez que interfere com determinados princípios (éticos,
religiosos, jurídicos...), assim como choca...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • bioética
  • Bioetica
  • O QUE É BIOÉTICA?
  • bioetica
  • Bioética
  • bioetica
  • Bioética
  • bioetica

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!