Barroco

Páginas: 8 (1801 palavras) Publicado: 15 de maio de 2014

1-INTRODUÇÃO

Mesmo considerando o Barroco o primeiro estilo de época da literatura brasileira e Gregório de Matos o primeiro poeta efetivamente brasileiro, com sentimento nativista manifesto, na realidade ainda não se pode isolar a Colônia da Metrópole. Ou, como afirma Alfredo Bosi: "No Brasil houve ecos do Barroco europeu durante os séculos XVII e XVIII: Gregório de Matos,Botelho de Oliveira, Frei Itaparica e as primeiras academias repetiram motivos e formas do barroquismo ibérico e italiano". Além disso, os dois principais autores - Pe. Antônio Vieira e Gregório de Matos - tiveram suas vidas divididas entre Portugal e Brasil. Por essas razões, não separaremos as manifestações barrocas de Portugal e do Brasil.





Em Portugal, o Barroco écontemporâneo da dominação espanhola, iniciada em 1580 com a ascensão ao trono português do rei Felipe II, da Espanha. Restaurada em 1640 por D. João IV, a frágil soberania portuguesa é consolidada, em grande parte, graças à riqueza proveniente do ouro extraído do Brasil durante o reinado de D. João V (1706 a 1750). Esse estilo antitético e paradoxal, lúdico e dramático, é o meio ideal para que se traduzamessas tensões. No Brasil, o estilo Barroco é dominante no período em que começam a aparecer, na língua dos colonizadores, as primeiras manifestações artísticas de importância estética.
 
2. Padre Antônio Vieira (1608-1697)
O ponto alto da arte literária barroca em Portugal é a obra sermonária do padre Antônio Vieira, de vida atribulada como pregador e político. Dividido entre dois mundos – oeuropeu e o brasileiro –, Vieira sintetiza como ninguém os conflitos e a inteligência apurada do homem barroco. 

Neste fragmento do Sermão da Sexagésima, o padre Antônio Vieira critica o uso exagerado da antítese, típico do cultismo barroco.

Considerado por Fernando Pessoa o "Imperador da Língua Portuguesa", Vieira leva ao extremo todos os recursos retóricos da época: conceptista virtuoso, é,ao mesmo tempo, claro e engenhoso, imaginativo e convincente.
1a. Período de formação (1608 a 1640)
Nascido em Lisboa, Antônio Vieira muda-se com a família para Salvador em 1614. Cresce vendo as investidas holandesas sobre a Bahia. Estuda em um colégio jesuíta e, aos 15 anos, foge de casa para ingressar na Companhia de Jesus. Aos 18 anos, já ensina Retórica. Ordenado, destaca-se por suapregação contra a invasão holandesa. Em 1640, os holandeses cercam a cidade de Salvador e, antes da batalha crucial, Vieira exorta os portugueses à luta com o Sermão pelo Bom Sucesso das Armas de Portugal contra as da Holanda. 
1b. Vida na Corte (1641 a 1653)
Com a vitória portuguesa, Vieira é encarregado de levar ao rei D. João IV a adesão da Colônia à Restauração. Chegando a Lisboa em 1641, logoconquista a admiração do rei, que o protege, tornando-o o mais respeitado orador da Corte. Sua produção de sermões é intensa. 
Além de textos abertamente políticos, como o Sermão dos Bons Anos de 1642, escreve os primeiros dos seis Sermões do Mandato, pregados entre 1643 e 1670, nos quais aborda o tema "amor".
Ao propor ao rei a fundação de uma Companhia do Brasil, nos moldes da Companhia das ÍndiasOcidentais, holandesa, recomenda a reabilitação dos cristãos-novos e luta por manter o comércio com as colônias fora dos confiscos inquisitoriais. Provoca a ira do Santo Ofício. Depois de alguns fracassos diplomáticos, retorna como missionário ao Brasil, escapando, assim, dos inimigos da Inquisição. 
1c. Missionário no Maranhão (1653 a 1661)
Esse período passado por Vieira no Brasil é de intensaluta política. Além de seu trabalho de catequese, ele combate a escravização dos índios. Em 1654, em São Luís, prega o Sermão de Santo Antônio aos Peixes, em que compara os colonos aos peixes, com vantagem para os últimos, que "ouvem e não falam". Regressa a Lisboa em 1655, buscando apoio para sua missão na Corte. 
Prega o Sermão do Bom Ladrão, em que acusa os colonos e os governantes do...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Barroco
  • Barroco
  • BARROCO
  • barroco
  • barroco
  • Barroco
  • Barroco
  • Barroco

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!