Barroco - Resumo de Gregório de Matos

Páginas: 2 (395 palavras) Publicado: 18 de novembro de 2013
Barroco – Resumo Gregório de Matos Guerra

Principal poeta do barroco brasileiro nasceu em Salvador (1633) e morreu em Recife (1696). É o poeta satírico mais importante da literatura tipicamentedo Brasil no período colonial, ficou conhecido como “Boca do Inferno” devido sua forma irreverente de se expressar e criticar a sociedade de seu tempo.

Suas obras são divididas em três vertentes:Poesia lírica, sacra e satírica.

Em suas poesias líricas, o autor por grande influência camoniana enaltece a figura feminina (a mulher é um misto de anjo idealizado e demônio sedutor) e abordatemas do desconcerto do mundo. Em alguns de seus poemas são apresentados situações de aspectos eróticos e pornográficos, também caracterizando sua lírica.

“Não vi em minha vida a formosura,
Ouviafalar nela cada dia,
E ouvida me incitava, e me movia
A querer ver tão bela arquitetura.”
(Pondera agora com mais atenção a formosura de D. Ângela.
por Gregório de Matos Guerra)

As poesias sacrassão caracterizadas pelo intenso sentimento de culpa associado a sua condição de pecador (conflito entre prazer e virtude), porém por essa mesma condição de pecador, espera ser salvo. Em alguns deversos, mostra-se arrogante diante de Deus, exemplificando trechos bíblicos como forma defesa para perdoá-lo.

“Pequei, Senhor, mas não porque hei pecado,
Da vossa piedade me despido, 
Porque quantomais tenho delinquido, 
Vós tenho a perdoar mais empenhado.”
(A Jesus Cristo Nosso Senhor por Gregório de Matos Guerra)

Já nas poesias satíricas, por algumas pessoas são as que mais se destacam.Com um vocabulário popular e humor literário incomparável, Gregório faz muitas críticas e deboches tanto ao governo baiano quanto a mestiços, mulatos, nobreza, clero entre outros, uma verdadeirametralhadora giratória. Não atoa, foi degredado do país por um determinado tempo.

“Triste Bahia! ó quão dessemelhante
Estás e estou do nosso antigo estado! 
Pobre te vejo a ti, tu a mim empenhado,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Barroco
  • Barroco e gregorio de matos
  • Barroco Gregório de Matos
  • Resumo dos poemas de gregório de matos
  • A obra de Gregório de Matos e sua Sátira – o barroco na literatura brasileira
  • gregório de matos
  • Gregorio Matos
  • Gregório de Matos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!