Barroco Gregório de Matos

Páginas: 2 (472 palavras) Publicado: 1 de dezembro de 2014
Percebe-se que a estrutura dos textos analisados, ambos são sonetos (poema com quatorze versos _ dois quartetos e dois tercetos), característica marcante do Barroco que Gregório de Matos (lembrandodiretamente Camões) e versos decassílabos _ Dez sílabas métricas _ poéticas. Quanto à linguagem, nota-se uma estética refinada, requintada, culta, extravagante, já que essa preferência épredominância conhecida como cultismo, como nas passagens “Vós com indícios d’ alma piedosa”; “Vós pelo que entendeis do meu sentido”.
O primeiro soneto apresenta um eu (Lisardo) que despedi de um tu (Silvia)tentando confortá-la de sua partida porque ela se encontra muito chorosa, diferencia-se do segundo soneto, em que o eu (Amante) sofre com a ausência do tu (Clóris). Esses sonetos fazem parte daprodução lírico-amorosa de Gregório de Matos tratando da morte, saudade, ausência, despedida.
Na 1ª estrofe _ 1º soneto _ Gregório usa a comparação no 3º e 4º verso dizendo que não sabe quem mais sofre,se é ele que não tem mais vida ou se ela que choras pela sua ausência.
Já na 1ª estrofe, 2º e 3º versos referente ao segundo soneto há presença de paradoxos, responsáveis muitas vezes pela sugestãode conflitos indissolúveis; e a construção de jogos sonoros, as rimas nos finais dos versos “Que de Amor teve o logro por ventura”/ “Por que trocas em sombra a formosura.” E o 5º verso desse soneto háuma notável personificação, isto é, consiste em atribuir a objetos inanimados ações próprias dos seres humanos. Nota-se também que Gregório faz referência ao arcadismo quando nomeia sua amada deClóris.
Observa-se que esses sonetos são fortemente marcados pelo dualismo amoroso “Vós com indícios d’alma piedosa”, “Mostrais a dor em água convertida /que leva normalmente a um sentimento de dor/culpa.
Estruturalmente são compostos por 14 versos decassílabos com rimas entrelaçadas ou opostas nos dois quartetos dos dois poemas, no 1º ABBA, ABBA, CDE, CDE (rigorosa/chorosa, despedida/vida,...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • Barroco e gregorio de matos
  • Barroco
  • A obra de Gregório de Matos e sua Sátira – o barroco na literatura brasileira
  • gregório de matos
  • Gregorio Matos
  • Gregório de Matos
  • Gregório de Matos
  • Gregório de Matos

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!